SANTOS: ASSOCIAÇÃO JAPONESA DE SANTOS RECUPERA CASARÃO CONFISCADO NA SEGUNDA GUERRA

Deputados federais aprovaram no último dia 10 de novembro o projeto de lei 4476/94 que permite a doação, pela União, de um imóvel da Sociedade Japonesa de Santos(SP). O imóvel é a antiga sede da associação, que foi incorporada ao patrimônio da União em 1946, após a derrota do Eixo (Alemanha, Itália e Japão) na 2ª Guerra Mundial.

 

O embaixador Kunio Umeda com deputados e representantes da Associação Japonesa de Santos. Foto: divulgação

O embaixador Kunio Umeda com deputados e representantes da Associação Japonesa de Santos. Foto: divulgação

 

“O objetivo da doação é reparar os danos e inconvenientes causados aos imigrantes japoneses pelo ato expropriatório do Governo Dutra”, explica a deputada federal Keiko Ota(PSB/SP), que apoia a doação assim como o deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR). A pedido do cônsul geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae, os parlamentares se reuniram com o primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara, Beto Mansur, para que estes apresentassem um requerimento de urgência do Projeto de Lei. A devolução será efetivada com a sanção do presidente Michel Temer.

“É um orgulho poder contribuir com os okinawanos. Essa conquista irá beneficiar nossos irmãos que querem manter viva a nossa língua e tradição”, conclui Ota.

 

História – A Associação Japonesa de Santos é sucessora da antiga Sociedade Japonesa de Santos, de 1929, que mantinha uma escola para ajudar no ensino dos descendentes de imigrantes japoneses. A escola e a antiga entidade funcionavam em um casarão adquirido com o apoio do governo japonês na Rua Paraná, 129, no bairro Vila Mathias.

O Brasil ingressou na Segunda Guerra Mundial junto ao grupo de países Aliados, que eram adversários do bloco do Eixo, o qual o Japão fez parte. Um decreto federal obrigou os japoneses e outros imigrantes a deixar a cidade em um período de 24 horas. As atividades culturais e educacionais da entidade foram suspensas.

Após o fim da guerra, outro decreto federal dissolveu as sociedades civis de imigrantes dos países do Eixo e transferiu o patrimônio destas entidades ao Governo Federal.

 

 

 

Related Post

MÚSICA: VITORU KINJO LANÇA NESTE SÁBADO SEU DISCO ... Depois de ter se “apresentado à comunidade nipo-brasileira” nos palco do 20º Festival do Japão e do 39º Tanabata Matsuri, o cantor Vitoru Kinjo faz o ...
ATIBAIA: 35ª Festa de Flores e Morangos prossegue ... Quem ainda não foi tem ainda até o próximo dia 27 para conferir a 35ª Festa de Flores e Morangos de Atibaia, que acontece de sexta a domingo, no Parqu...
CRISE NO BRASIL: Deputados nikkeis querem a saída ... Depois da decisão da comissão especial do impeachment, que aprovou por 38 a 27 votos o relatório do deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO), favoráve...
PARANÁ: Presidente da CCIBJ do Paraná, Yoshiaki Os...   O presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná, Yoshiaki Oshiro, com base na Lei Estadual n° 17.099 de 28 de março de...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *