SÃO JOSÉ DOS CAMPOS: Apresentação de taiko marca homenagem aos 108 anos da imigração japonesa

A comunidade nipo-brasileira de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, se reuniu no último dia 25, no jardim japonês do Espaço Riugi Kojima, no Jardim Aquarius, na região oste da cidade, para celebrar os 108 anos da imigração japonesa no Brasil.

 

São José dos Campos celebra os 108 anos da imigração. Foto: divulgação

São José dos Campos celebra os 108 anos da imigração. Foto: divulgação

 

Uma apresentação de taiko do grupo Gookai Wadaiko, marcou o ato simbólico que reuniu descendentes de japoneses e brasileiros, em São José dos Campos, para relembrar a chegada dos primeiros imigrantes japoneses em 18 de junho de 1908. Durante a apresentação foram encenadas as canções Ryoku Daiko, Irodori (dança das cores), Higashi Rengou e Notodaiko.

 

Apresentação de taiko celebrou os 108 anos da imigração japonesa em São José dos Campos. Foto: divulgação.

Apresentação de taiko celebrou os 108 anos da imigração japonesa em São José dos Campos. Foto: divulgação.

 

A comunidade nipo-brasileira também promoveu um café da manhã comunitário (Motyiori) com pratos da culinária japonesa e brasileira.

“Ao comemorar os 108 anos da imigração percebemos uma tendência cada vez maior de dispersão entre as gerações. Celebrar essa data é um motivo para criar consciência da necessidade de manter o hábito saudável de reunir e preservar a nossa história e tradição”, disse o presidente do clube Bunkyo em São José dos Campos, Mário Niwa.

 

Café da manhã comunitário. Foto: divulgação.

Café da manhã comunitário. Foto: divulgação.

 

O Espaço Riugi Kojima, no Jardim Aquarius é considerado um dos principais cartões postais da cidade.  A área foi adotada por um grupo de nipo-brasileiros que se dedica a fazer a limpeza e manutenção do espaço, mensalmente, desde a sua inauguração em 2008.

O jardim reúne, num mesmo espaço, plantas orientais e ocidentais, representando a harmonia da união entre o Brasil e o Japão. O espaço também possui um Torii, considerado o maior do país.

 

Comunidade nipo-brasileira se reuniu no Jardim Japonês. Foto: divulgação

Comunidade nipo-brasileira se reuniu no Jardim Japonês. Foto: divulgação

 

“Esse jardim é um símbolo da comunidade nipo-brasileira porque pereniza a cultura japonesa e sua contribuição à sociedade brasileira. É também um meio de integrar as duas culturas”, disse o consultor de empresas, Celso Akinori Yamamoto.

 

Mutirão de limpeza. Foto: divulgação.

Mutirão de limpeza. Foto: divulgação.

 

O  vereador Walter Hayashi que também participou das atividades,  ressaltou a importância de celebrar os 108 anos da imigração. “A nova geração conhece pouco sobre a história de nossos antepassados. É importante lembrar essa data e a memória dos primeiros imigrantes, que com muito trabalho e dedicação ajudaram a construir este país e também nossa cidade”.

 

O jardineiro Nobuyoshi Kazurayama fazendo a poda de um pinheiro. Foto: divulgação.

O jardineiro Nobuyoshi Kazurayama fazendo a poda de um pinheiro. Foto: divulgação.

 

Na ocasião, um ato simbólico lembrou o trabalho comunitário de limpeza e manutenção do jardim, realizado por descendentes de japoneses e brasileiros, membros das associações: Nikkey, BBC, Paraíso, Orion e Bunkyo. A ação foi elogiada e aplaudida por todo o grupo.

 

Sentado no banco da praça, o patriarca, Tetsuo Kano apenas observa a comunidade. Foto: divulgação.

Sentado no banco da praça, o patriarca, Tetsuo Kano apenas observa a comunidade. Foto: divulgação.

 

Destaque para o jardineiro Nobuyoshi Kazurayama, que faz a limpeza de forma voluntária e ininterrupta do espaço desde que o jardim foi inaugurado, em 2008. Também foram homenageados, Elizabeth Takamatsu, responsável pela comunicação e integração do grupo de nipo-brasileiros e Tetsuo Kanno, um dos patriarcas da comunidade nipo-brasileira em São José.

 

 

 

Related Post

REGISTRO/ESPECIAL: Conheça a história do Tooro Nag... Há cerca de 60 anos, um viajante japonês passou pela região de Registro e hospedou-se numa pensão de Seta Barras. Certa manhã, desceu ao rio para lava...
SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: QUE GAFE DESSE SARGENTO NIKK... Confessando, por motivo religioso, ter apagado um integrante de assaltantes de caixas eletrônicos na capital, ele colocou também 17 seus colegas em si...
REVI: Fórum Nacional reúne lideranças jovens de en... Com o tema “Qual o seu valor?”, o Fórum Nacional dos Jovens Líderes das Entidades, também conhecido como Revi, acontece nos próximos dias 18 e 19, no ...
ATIBAIA: ‘Mais florida’, 34ª Festa de Flores e Mor...   Mais florido. É assim que o Parque Municipal Edmundo Zanoni de Atibaia (SP) vai estar nos próximos quatros fins de semana para receber os vi...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *