SÃO JOSÉ DOS CAMPOS: Trabalho de Conclusão de Curso sobre imigração em São José dos Campos ficará à disposição para pesquisa

O trabalho de conclusão de curso “Imigração japonesa em São José: Quando tudo começou”, produzido por Ana Beatriz Tamura para o Curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Paraíba, será entregue ao arquivo público do município. A solenidade de entrega será neste sábado (14), a partir das 9 horas, no auditório da Biblioteca Pública Cassiano Ricardo.

 

Reportagem mostra trabalho dos japoneses nas fábricas instaladas em São José dos Campos. Arquivo Pessoal

Reportagem mostra trabalho dos japoneses nas fábricas instaladas em São José dos Campos. Arquivo Pessoal

 

Esaku Ihara, o primeiro imigrante que veio para São José dos Campos. Arquivo Pessoal

Esaku Ihara, o primeiro imigrante que veio para São José dos Campos. Arquivo Pessoal

 

No evento, será apresentado o vídeo-reportagem, criado pela jornalista, além de apresentações da cultura japonesa e discussão do projeto. O trabalho, que virou uma grande reportagem em vídeo, enfatiza a importância da imigração japonesa e segue a história da chegada de Esaku Ihara, primeiro imigrante japonês em São José dos Campos.

 

Rikko -kai: associação japonesa que dava oportunidades aos japoneses a trabalhar em diversos lugares. Inclusive, no exterior, como o Brasil. Arquivo Pessoal.

Rikko -kai: associação japonesa que dava oportunidades aos japoneses a trabalhar em diversos lugares. Inclusive, no exterior, como o Brasil.
Arquivo Pessoal.

 

A reportagem mostra também os trabalhos dos japoneses na agricultura e nas fábricas, como a Fiação Tecelagem Kanebo Brasil, e a formação das kaikans (associações nipo-brasileiras). De acordo com Tamura, a ideia é fazer com que o trabalho sirva como fonte de pesquisas para interessados em conhecer mais sobre o tema ou pensa em realizar outros trabalhos da imigração japonesa.

 

trabalhadores dentro de uma fábrica são funcionários da Fábrica Kanebo que funcionava na região sul da cidade. Arquivo Pessoal.

trabalhadores dentro de uma fábrica são funcionários da Fábrica Kanebo que funcionava na região sul da cidade. Arquivo Pessoal.

 

Desde o dia 3 de maio, a biblioteca recebe a exposição “Quando Tudo Começou”, com fotos dos primeiros imigrantes japoneses em São José dos Campos. A mostra pode ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8h15 às 16h45.

 

bairro Eugênio de Melo, região leste de São José dos Campos, que mostram a plantação de batata realizada por imigrantes. Arquivo Pessoal

bairro Eugênio de Melo, região leste de São José dos Campos, que mostram a plantação de batata realizada por imigrantes. Arquivo Pessoal

 

 

Endereço: Rua XV de Novembro, 99 – Centro – São José dos Campos.

 

 

 

 

Related Post

NATSU MATSURI: Asebex realiza Festival de Verão 20... A Asebex (Associação Brasileira de Ex-Bolsistas no Japão) realiza neste domingo (22), das 10 às 18 horas, na Associação Hokkaido de Cultura e Assistên...
MARINGÁ: Licitação para concessão do Parque do Jap...   A Prefeitura de Maringá realizou no último dia 29 audiência pública com a presença da população e entidades representativas para discutir e ...
BELÉM-PA: Comunidade nipo-brasileira no Pará comem...   No próximo dia 20 de setembro, os nipônicos do Pará comemoram o Dia da Imigração Japonesa, quando o público será saudado com a voz do cantor...
KARAOKÊ: Aquico é reeleita presidente do Karaokê d... Aquico Miyamura foi reeleita presidente do Departamento de Karaokê para o biênio 2015/2016 do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas. Com chap...

One Comment

  1. Jose Roberto Garcia says:

    Parabens pelo trabalho !

    O Sr. de óculos na primeira foto é meu Sogro, Sr. Massanobu Une

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *