SÃO PAULO 2030: KAZUO NAKANO PARTICIPA DE CICLO DE DEBATE NA CÂMARA MUNICIPAL

Câmara encerra ciclo de debates SP 2030 com painel temático sobre Governança Metropolitana

 

A Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo encerra nesta segunda-feira (27/6) o ciclo debates SP 2030, que tem como objetivo discutir os desafios e rumos de São Paulo para os próximos 15 anos, vigência do Plano Diretor Estratégico, aprovado em julho de 2014 pelo parlamento paulistano. O último painel tem como o tema a governança da Região Metropolitana de São Paulo.

Participarão como expositores o urbanista Kazuo Nakano, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP); a professora de Direito Ambiental e Urbanístico da Universidade Federal do ABC, Mariana Mencio; e o engenheiro Luis Paulo Bresciani, professor da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS);  e o presidente da Câmara, o vereador Antonio Donato (PT). O encontro ocorrerá a partir das 14h30 no Plenário 1º de Maio – 1ª andar do Palácio Anchieta e será transmitido pela TV Câmara SP e pelo Portal da Câmara na internet.

 

 o urbanista Kazuo Nakano, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). Foto: divulgação.

o urbanista Kazuo Nakano, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). Foto: divulgação.

 

O ciclo de debates, iniciado em março, já abordou quatro temas: mobilidade urbana, inovação e conhecimento, desigualdades sociais e sustentabilidade. Ao longo dos debates, a Escola do Parlamento divulgou dados de pesquisa realizada no primeiro semestre deste ano com 2049 indivíduos na capital paulista, que revelam as expectativas e preocupações do cidadão com a cidade.

Dentre os dados, destaca-se o otimismo dos mais jovens com o futuro da cidade. No geral, os entrevistados foram questionados como a cidade estaria em 15 anos: 1% disse que estaria muito melhor, 31,4%, disse melhor; 27,7% acham que estará igual; 33,8% acreditam que São Paulo vai piorar e 4,8% dizem que estará muito pior. Entre os que acreditam na melhoria da cidade, 37% deles têm entre 16 e 24 anos.

A pesquisa também revelou que mais de 70% da população nunca foi a uma exposição de arte.  E que 49,6% dos entrevistados considera ruim ou péssima a mobilidade na capital.

Parte da pesquisa já está disponível no site da Escola do Parlamento. Outros dados serão divulgados durante o painel desta segunda-feira.

 

 

Related Post

COMUNIDADE: Cônsul Noriteru Fukushima se despede d... O cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, está de partida depois de dois anos e seis meses no Brasil. Carimástico, ele sucedeu outro c...
ESTUDO NO JAPÃO: Prosseguem as inscrições para o P... A Associação Kaigai Nikkeijin Kyokai, com sede em Yokohama, está com inscrições abertas para bolsa de estudos do projeto “Nikkei Scholarship” (Projeto...
LITERATURA: Michiko Okano lança livro sobre ‘ Entr...   Lançado em São Paulo o primeiro livro em português intitulado “ Entre-Espaço da Arte e Comunicação no Japão”, da escritora japonesa Michiko ...
SAÚDE: Projeto Jica Guatemala é apresentado durant... A Associação Paulista de Medicina (APM) promoveu, de 2 a 9 de dezembro, em sua sede, na Av. Brigadeiro Luis Antonio, 278, em São Paulo, através do Pro...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *