SÃO PAULO / MEIO AMBIENTE: Audiência pública discutirá preservação de parques e lagos

Onze parques de São Paulo que hoje funcionam como espaço de lazer e importantes áreas verdes da cidade podem se transformar em piscinões, recebendo as águas das enchentes e todos os resíduos que carregam. Essa transformação dos parques públicos, que hoje são locais de lazer e abrigam uma variada fauna e flora, está prevista no projeto “Amortecimento de Cheias em Lagos de Parques Municipais”. O plano, que foi apresentado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (SIURB) à Secretaria Municipal do Verde Meio Ambiente (SVMA), será alvo de audiência pública da Comissão de Finanças e Orçamento convocada pelo vereador Aurélio Nomura, líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo.

 

Projeto inclui 11 parques, entre eles o Parque Cidade de Toronto, no Subdistrito de São Domingos. Foto: divulgação

Projeto inclui 11 parques, entre eles o Parque Cidade de Toronto, no Subdistrito de São Domingos. Foto: divulgação

 

Os lagos previstos para funcionar como piscinões e aliviar as enchentes são os do Parque do Ibirapuera, do Carmo, Jacques Cousteau, Piqueri, Cidade de Toronto, Alfredo Volpi, Burle Marx, Luz, Aclimação, Anhanguera e Chico Mendes. “Além de transformar esses lagos em depósito de detrito de todo tipo trazidos pelas águas da chuva, também acabará com o ecossistema”, alertou o vereador Aurélio Nomura.

O parlamentar citou como exemplo o Parque da Aclimação que há dois anos sofreu com o transbordamento do lago após forte chuva. “Aquele lago na realidade é um piscinão, por isso, quando ocorrem cheias no entorno, toda água é levada para o lago. O mesmo querem fazer com os demais lagos da cidade, acabando com toda a avifauna da região. Não podemos deixar que transformem esses lagos em piscinões”, explicou.

 

O vereador Aurélio Nomura: “Projeto acabará com o ecossistema”. Foto: divulgação.

O vereador Aurélio Nomura: “Projeto acabará com o ecossistema”. Foto: divulgação.

 

Data – Serão convidados para participar da audiência representantes da Secretaria de Infraestrutura Urbana, Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA), os Conselhos Regionais de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz (Cades) de Pirituba e Butantã, Movimento de Parque Toronto Eu Te Quero Vivo, Conselhos Gestores dos Parques Cidade de Toronto, Alfredo Volpi e Burle Marx, além do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE).

A data da audiência pública ainda não foi definida, mas deve ocorrer dentro dos próximos 20 dias.

 

 

Related Post

ACONTECE: XIII – FESTIVAL DO TEMAKI RESERVAS OU COMPRAS: Através o e-mail ou telefone do Bunka (bunka.sbc@gmail.com / 4125-6015), diretamente na secretaria, ou por conhecidos que este...
ANDRADINA E REGIÃO: Jamil quer repovoamento dos ri... Aproveitar o potencial econômico e social dos rios do interior de São Paulo através da revitalização e do manejo sustentável é uma das bandeiras levan...
BAIRRO ORIENTAL: Liberdade fará parte do roteiro d...   A Praça da Liberdade ganha neste final de semana um toque na decoração, luzes coloridas de led nas árvores, serão os enfeites natalinos que ...
JACAREÍ: 7º Festival dos Imigrantes espera receber...   A Associação Cultura e Desportiva Nipo-Brasileira de Jacareí (Bunkyo) realiza no próximo fim de semana (dias 1, 2 e 3), em sua sede, no Jard...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *