SÃO PAULO: PROJETO QUE OBRIGA INSTALAÇÃO DE FAIXAS E SEMÁFOROS PRÓXIMOS ÀS ESCOLAS É APROVADO EM SEGUNDA VOTAÇÃO

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, em segunda votação, o  Projeto de Lei 46/2015, de autoria do vereador George Hato (PMDB), que obriga a instalação de faixas e semáforo de segurança para travessia de pedestres próximos às escolas.

 

Vereador George Hato, autor do projeto. Foto: divulgação

Vereador George Hato, autor do projeto. Foto: divulgação

 

Agora, falta o projeto ser sancionado pelo prefeito. Para George Hato, “investir nas crianças é uma das minhas bandeiras”. “Mais de 600 crianças de zero a nove anos de idade morrem por ano vítimas de atropelamentos em área escolar. Por isso, precisamos prevenir que mais acidentes aconteçam”, justificou o vereador, destacando que “os estudantes, os pais de alunos, professores, pedestres em geral e motoristas, precisam de mais segurança no trânsito”.

Recentemente esse projeto recebeu 98% de aprovação da população da capital paulista. Dos 857 votos dos cidadãos, 839 foram favoráveis e 18 contrários. Os dados são apontados pela plataforma online de avaliação dos Projetos de Leis dos vereadores de São Paulo.

 

 

Related Post

SUZANO: Prefeito Rodrigo Ashiuchi proíbe soltar pi... O prefeito de Suzano(SP), Rodrigo Ashiuchi, determinou no último dia 26, a proibição do manuseio de pipas no Parque Municipal “Max Feffer”.  A ação fo...
ATIBAIA ESPECIAL: 36ª Festa de Flores e Morangos p... A Festa de Flores e Morangos de Atibaia, que este ano chega a sua 36ª edição, mostrou que é mais que uma atividade cultural. A festa, que prossegue ne...
Japão/Fukushima: Governo diz que ainda não é momen... O governo do Japão recomenda o adiamento do retorno das pessoas para as cidades que ficam nos arredores da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nord...
SOFTBOL: Marília sagra-se campeã da 12ª Taça Brasi... Com uma vitória por 7 a 3 sobre o Nikkei de Curitiba, o Nikkey de Marília conquistou o título da 12ª Taça Brasil de Softbol Feminino Interclubes Adult...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *