SÃO PAULO: Vereador Aurélio Nomura entrega relatório final da CPI das Áreas Contaminadas

Instalada em abril de 2014 para apurar denúncias de áreas contaminadas na cidade de São Paulo, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi encerrada no dia 24 de fevereiro com a apresentação do relatório final. O documento, de 47 páginas, elaborado pelo vereador Aurélio Nomura (PSDB), foi aprovado por unanimidade pelos membros da Comissão: vereadores Rubens Calvo (PMDB), José Police Neto (PSD) e Toninho Paiva (PR).

 

Vereador tucano criticou o "descaso das autoridades" e a falta de uma legislação específica (foto: divulgação)

Vereador tucano criticou o “descaso das autoridades” e a falta de uma legislação específica (foto: divulgação)

 

O parlamentar tucano criticou a morosidade nos processos de reabilitação de solo de áreas contaminadas no município de São Paulo.  “O que verificamos é o descaso das autoridades, mas, principalmente, a falta de uma legislação que exija dos proprietários, daqueles que contaminaram o solo, que trabalhem no processo de descontaminação”, disse Aurélio, acrescentando que “os casos investigados não podem cair no esquecimento”.

Foram alvo de investigação da CPI os casos de contaminação  da USP Leste, Estação de Transbordo de Resíduos Domiciliares de Ponte Pequena, Estação de Transbordo de Resíduos Domiciliares Anhanguera, Bann Química, Jardim Keralux , Escola Municipal de Educação Infantil Vicente Paulo da Silva, Escola Municipal de Educação Fundamental Clóvis Graciano e área do Conjunto Habitacional Nossa Senhora da Penha, na região da Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte da cidade.

 

Providências – No relatório, Aurélio Nomura fez uma síntese de cada caso separadamente e ao final do texto solicitou providências a vários órgãos, de acordo com o caso. O documento foi  publicado na íntegra no Diário Oficial da Cidade de São Paulo no dia 28 de fevereiro e encaminhado às promotorias de Cidadania e Meio Ambiente do Ministério Público Estadual, ao Ministério do Trabalho, à Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, à Fundacentro, à Secretaria Municipal da Habitação, à Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab) e à Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).

 

(da redação)

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

MISS: Inscrições para o 8º Miss Akimatsuri entram ... As inscrições para o concurso Miss Akimatsuri entraram na reta final. Os cadastros, que são gratuitos, podem ser feitos até 13 de março (domingo). Jov...
CARNAVAL 2015: Águia de Ouro que levar ‘o Japão mo...   Se é verdade que a primeira impressão é a que fica, a mistura Brasil e Japão que a Águia de Ouro pretende mostrar no Sambódromo paulistano e...
JAPÃO por SILVIA KIKUCHI: Como estudar no Japão? Desde que foi criado em 1954, o sistema de bolsas de estudo do Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do Japão beneficiou (ou ...
COMUNIDADE: Bunka Matsuri ganha verba estadual no ... O trabalho conjunto dos deputados federal Junji Abe (PSD-SP) e estadual Jooji Hato (PMDB) garantiu a liberação de R$ 100 mil para o Instituto Brasil-J...

One Comment

  1. Quando jornais estampam seguidamente notícias sobre ações de maus políticos, alegramo-nos de saber pelo JORNAL NIPPAK sobre o trabalho constante e construtivo do Vereador Aurélio Nomura em São Paulo!! Deus o abençoe muito e sempre!!

    Teruko Okagawa Monteiro, nascida em Marília, SP.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *