SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: BODAS DE PRATA DA ORDENAÇÃO DO PADRE MEGUME NAGAYAMA

 

Aconteceu no dia 27, às 10 h, com celebração da Missa pelo Dom Irineu Danelon, auxiliado por seis padres e seis seminaristas, na Paróquia Santo Expedito, Lins V.  Após foi servido almoço no Santuário N.S. de Fátima, oferecido pelos padres da cidade.

 

(Foto: Shigueyuki Yoshikuni)

 

O padre nasceu no Japão. Seu pai era engenheiro naval, responsável pela construção do maior navio porta-aviões, bombardeado durante a última guerra.

Cessado o conflito a família veio ao Brasil. Labutou, como muitos patrícios, na lavoura.

Passou por vários acidentes, com uma perna quebrada, forte dor de cabeça foi a São Paulo para tratamento. Entrou na Catedral para fazer uma oração e foi então que Deus trocou a dor de cabeça pelo chamado à vida sacerdotal. Até hoje, ao celebrar o 25º aniversário de sacerdócio não teve mais aquela dor de cabeça.

Formou-se, foi ordenado sacerdote, assumiu missões difíceis em bairros populosos, sem igrejas. Começou sempre formando grupos de rua. As pessoas evangelizadas tornaram-se membros ativos. Resultado: construiu 16 igrejas. A última comportava 1.200 pessoas sentadas lá em Guarulhos. Parte para a 17ª que é a Paróquia Santo Expedito. Ele é persistente. E a terminará, sem dúvida.

 

 

============================================================================

 

 

 

Shigueyuki Yoshikuni

 jornalista e reside em Lins, também colunista do jornal Correio de Lins, colaborador do Jornal da Colônia de Araçatuba e do Jornal das Nações de Àguas de Prata, e diretor de comunicação do Bunkyo de Lins.

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JOJOSCOPE: Bolo de Anjo   Chiffons macios chegaram a Paris. Nos Estados Unidos e no Reino Unido são conhecidos como Angel Cake. Na La Pâtisserie Ciel, aberta em julho...
SILVIO SANO: E… Vai, Corinthians!!   Com a permissão dos queridos leitores, eu, corintiano, que já até escrevi um artigo ao rei Pelé homenageando-o pela passagem de seus 60 anos...
ERIKA TAMURA: Falando nihonguês!   Quando os brasileiros chegam aqui no Japão, para trabalhar, têm inúmeras dificuldades. Mas uma delas, com certeza, é o idioma. E brasilei...
AKIRA SAITO: POR QUE AQUI É ASSIM?   “Uma Nação Séria é baseada em um povo educado, culto e de valores”     Nas últimas semanas parece que virou um “Replay” de no...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *