SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Dia dos Namorados

 

(Nem sempre o primeiro amor é a primeira namorada).

Nunca concordei com os versos da velha canção. Pelo menos para mim, a primeira namorada é o primeiro amor e único, sempre. E nunca se esquece.

Este ano quero concretizar o sonho acalentado há anos e anos. Encontrar a primeira namorada no dia 12 de junho. Sabia onde encontrá-la. Aliás, nunca deixei de seguir a trajetória de sua vida depois da separação. A separação como as outras separações: dolorida, no início, mas com o passar dos tempos, vai ficando uma saudade gostosa. Acompanhei de longe o seu casamento, o nascimento de seus filhos. A sua viuvez. Na ocasião sequer pêsames enviei. Não soaria bem. Só meses depois mandei-lhe bilhete colocando-me à disposição para auxiliá-la, pois soubera que a sua situação não era boa. Nunca obtive resposta.

Forma simples de convidar alguém para encontro : ramalhete de rosas vermelhas e cartão. Telefone para contato. E uma amiga em comum para intermediar.

Um jantar não muito simples. Depois de muitos anos.

– Você aprendeu a dançar bem.

– Andei tomando umas aulas.

Uma coisa tínhamos previamente combinados. Não falar do passado, nem tecer comentários a respeito das nossas aparências. Nem dos amores presentes ou dos que se foram.

Mas como em todos os anos, é apenas um sonho.  Um desejo irrealizável. Ela morreu há alguns anos. Está enterrada numa cidade vizinha. E como venho fazendo durante todos esses anos, neste dia, vou colocar uma rosa vermelha na sua lápide. Ela gostava de vermelho rubro. Sem lágrimas. Mas com muitas, muitas saudades.

 

 

 

(Shigueyuki Yoshikuni é jornalista e reside em Lins, também colunista do jornal Correio de Lins, colaborador do Jornal da Colônia de Araçatuba e do Jornal das Nações de Àguas de Prata, e diretor de comunicação do Bunkyo de Lins)

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO > NIPÔNICA: 2015, ano de carneiro̷... Três reportagens em edições seguidas, deste JN, chamaram-me a atenção para escrever esta Nipônica: a da entrevista de Kihatiro Kita, presidente do Bun...
ARARAQUARA: DEPUTADA LAMENTA MORTE DE NELSINHO DA ... A deputada estadual Márcia Lia (PT) lamentou o falecimento do empresário Nelson Chinço Cuniyochi (Nelsinho da Nipo) ocorrido no dia 13/12. Ele estava ...
DIADEMA: KYODO MATSURI – MISS RYUSO ACONTECE... A Associação Okinawa Kenjin do Brasil e o Centro Cultural Okinawa do Brasil realizam neste domingo (30), a partir das 10h, no CCOB, em Diadema (SP), o...
PARÁ: Governo do Japão pretende investir no setor ...   A viagem de uma comitiva paraense ao Japão e a realização da I Feira Internacional da Pesca, em Belém, foram os temas de uma reunião realiza...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *