SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Fenômeno decasségui: seus efeitos

 

Não se pode afirmar se foi benéfico ou não para a comunidade japonesa como um todo. Que resolveu problemas financeiros para a maioria é inegável. Mas para a estrutura familiar foi um desastre. Nunca houve tantas separações de casais decorrentes desse fenômeno.

Há cerca de alguns meses, após dez anos no Japão, um conhecido retornou. Sua adaptação não está nada fácil. Veio acompanhado de uma japonesa, com um filho de seis anos. Nem ela nem a criança entendem o português. Quando foi ao Japão deixou esposa, uma professora, e duas filhas, hoje com 12 e 15 anos. Sobre essa situação nada falou a companheira atual. O pai sempre enviou dinheiro para a manutenção da família.

Mas quando a japonesa soube da história, ficou numa fera. E como não podia de acontecer, as brigas tornaram-se freqüentes. Para que o filho não assistisse as discussões, o pai mandava-o para as filhas cuidasse dele. E as irmãs gostaram da novidade e afeiçoaram ao menino.

Outro dia, o marido, perdendo a paciência, deu umas bofetadas na japonesa.

Ele veio falar comigo. Conversamos e chegamos a uma conclusão. Melhor seria que a japonesa retornasse à pátria. Fui falar com ela. Ainda bem que ela não sabe da Lei Maria da Penha. E concordou em regressar desde que pagasse a passagem e alguma importância para que ela se mantiver durante alguns meses. Concordou também que o filho ficasse com o pai. A sua frieza era de se espantar. Como a mulher não suporta uma concorrente, pensei.

 

 

Shigueyuki Yoshikuni

 jornalista e reside em Lins, também colunista do jornal Correio de Lins, colaborador do Jornal da Colônia de Araçatuba e do Jornal das Nações de Àguas de Prata, e diretor de comunicação do Bunkyo de Lins.

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JORGE NAGAO: Deforma Trapalhista Deforma Trapalhista     Os parlamentares, numa atitude pra lamentar, aprovaram em julho a Deforma Trapalhista, que eles chamam ...
PROMISSÃO/LINS: Prefeito prestigia missa na igreja... Com a presença do prefeito de Promissão, Hamílton Luiz Foz; do presidente da Câmara Municipal,  José Aparecido Gargáro e do vereador Edson Yassunaga, ...
ERIKA TAMURA: Quando eu digo que vivo no Japão Decidi escrever esse texto para que as pessoas que não conhecem nada de Japão tenha alguma noção da correria que é viver por aqui. Por mais que os ...
JORGE NAGAO: JCM é gente que faz   João, 73 anos, enfrenta o primeiro desafio do dia: barbear-se. Nós, barbados comuns, em poucos minutos estamos com a cara limpa. João Carlos...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *