SHIN HAGAKURE: Governador Geraldo Alckmin recebe fundador e alunos do Niten

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) recebeu, no último dia 9, em SEU Gabinete, no Palácio dos Bandeirantes, no bairro do Morumbi (zona Sul de São Paulo), o fundador do Instituto Cultural Niten, sensei Jorge Kishikawa. Acompanhado por alunos e pelo ex-presidente da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), Massahaki Shimada – que intermediou o encontro –, Kishikawa presenteou o governador com exemplares do livro “Shin Hagakure – Pensamentos de um Samurai Moderno”.

 

Cermônia no Palácio dos Bandeirantes “oficializou” o lançamento do Shin Hagakure no Estado de SP. Foto: divulgação

Cermônia no Palácio dos Bandeirantes “oficializou” o lançamento do Shin Hagakure no Estado de SP. Foto: divulgação

 

Alckmin recebeu os volumes 1 e 2 da 3ª edição, lançados no dia 2 deste mês, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional – foi realizado ainda um pré-lançamento na Associação Hokkaido de Cultura e Assistência, na Vila Mariana (zona Sul da Capital). “Desta forma, oficializamos o lançamento em todo o Estado de São Paulo”, explicou Kishikawa, 7º Dan Kiyoshi de Kendô pelo Japão e menkyo kaiden (grão-mestre) da escola de Miyamoto Musashi.

 

Governador Alckmin recebe exemplares do Shin Hagakure. Foto: divulgação

Governador Alckmin recebe exemplares do Shin Hagakure. Foto: divulgação

 

Introdutor do Kenjutsu no Brasil (a arte de combate com espadas, criada pelos Samurais no Japão feudal), explica que o 1º volume transmite, dos treinos para o dia a dia, o conhecimento adquirido ao longo de 40 anos de convívio com mestres tradicionais do Japão. Já no 2º volume estão os ensinamentos voltados à prática e à parte técnica da espada.

“No mundo globalizado em que vivemos as informações circulam rapidamente e de forma caótica, e muitas vezes não percebemos que nossos valores estão se perdendo em meio a um turbilhão de ideias e pensamentos”, conta Kishikawa, médicdo do esporte e duas vezes pentacampeão brasileiro de kendô.

 

Sensei Jorge Kishikawa e Shimada durante encontro com Alckmin. Foto: divulgação

Sensei Jorge Kishikawa e Shimada durante encontro com Alckmin. Foto: divulgação

 

Abrangência – Segundo ele, “trata-se de um livro completo para quem busca a sabedoria samurai”. “A exemplo das duas primeiras edições, a terceira também traz pensamentos e orientações. Mas, desta vez, voltados também para o mundo corporativo e que podem ser usados em palestras e workshops”, conta Kishikawa, lembrando que a primeira edição foi lançada em 2004, como uma espécie de “manual para os alunos do Niten”. Na época, Tom Cruise fazia sucesso com o longa “O Último Samurai”, dirigido e co-produzido por Edward Zwick. “Apesar de ter sido feito sob encomenda para os alunos do Niten sentimos que o público em geral estava ávido por informações sobre a cultura samurai”, disse Kishikawa, acrescentando que a obra “caiu como uma luva para os leigos interessados no assunto”.

 

Alunos do Niten fazem demonstração no Palácio dos Bandeirantes. Foto: divulgação

Alunos do Niten fazem demonstração no Palácio dos Bandeirantes. Foto: divulgação

 

A partir da 2ª edição foram inseridos conteúdos que tivessem abrangência universal. “Coisas que tocassem a alma de qualquer mortal”, diz Kishikawa, que também é o representante do Suyo Ryu (estilo do filme O Lobo Solitário) . Esta edição, conta, lançada em 2010 ficou conhecida como “Shin do Shin”, por que a foto de capa exibe uma forma de guarda chamada “Shin” (pertencente ao estilo Tenshin Shoden Katori Shintoryu), a posição de combate mais antiga dos samurais.

Desde então o Shin Hagakure já foi reimpresso quatro vezes e vendeu mais de 20 mil exemplares em todo o Brasil.

 

Livro foi lançado na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Foto: divulgação

Livro foi lançado na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Foto: divulgação

 

Gratidão – Para Shimada, que foi um dos articuladores do Dia do Samurai no muncípio de São Paulo, instituído em 2005 pelo então vereador William Woo, a ideia é sugerir ao governador Alckmin um encontro com representantes de entidades da comunidade nipo-brasileira a cada 15 dias. “São Paulo é o Estado aque mais recebeu imigrantes japoneses e por isso somos gratos pela acolhida. O objetivo desses encontros é aumentar a relação de amizade e mostrar nossa gratidão”, disse Shimada.

A 3ª edição do Shin Hagakure (Volumes 1 e 2) pode ser encontrados na Livraria Cultura do Conjunto Nacional ou na loja on line

 

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    AKIMATSURI: Roberto Casanova no Brasil, cntor virá...   O cantor Roberto Casanova, um dos destaques do NHK Nodojiman Champion Taikai – edição 2010 – retornará em abril ao Brasil para fazer dois show...
    18º FESTIVAL DO JAPÃO: Mudanças atingem palco prin...   Depois de idas e vindas no ano passado, com possibilidade de mudança de endereço e previsão de déficit que colocou em  risco o evento de 201...
    HOMENAGEM: Ihoshi recebe prêmio por trabalho que b...   A Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias, a Abrafarma, concedeu ao deputado federal Walter Ihoshi (PSD/SP) o prêmio "Perso...
    BAIRRO ORIENTAL: Mudança de nome da Praça da Liber... Conforme relevado pelo Jornal Nippak, a Praça da Liberdade pode passar a se chamar Praça da Liberdade-Japão. A sugestão foi apresentada na quinta-feir...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *