SILVIO SANO: 120 Anos do Tratado de Amizade Brasil-Japão… e eu

No ano que marca os 120 Anos do Tratado de Amizade Brasil-Japão várias iniciativas por parte da comunidade nipo-brasileira vem sendo realizadas, desde um concurso para logomarca ao mesmo (do qual também participei… mas não levei… rs) a eventos especiais, inclusive com presença de personalidades japonesas vindas especialmente com esse propósito. O auge foi a vinda do príncipe Akishino, com a esposa e princesa Kiko, numa estada longa, passando por várias cidades do país onde a presença da comunidade é marcante.

Artistas do Japão também vieram, e ainda vêm, para shows específicos, como a cantora Yuko Maki, o Guitar Duo Ichimujin, o violinista Ryu Goto, dançarinas Ryukyu, a banda Begin, o cantor Hiroshi Itsuki, etc., abrindo, quem sabe, a possiblidade da vinda de outros mais daqui em diante. Os grandes festivais tradicionais, deste ano, em vários estados, também focaram o tema e, em setembro, foi realizado um grande Hanabi Matsuri, no autódromo de Interlagos, especificamente para comemorar a data.

Também dei minha contribuição… rs. Convidado a uma apresentação show pela comissão organizadora do 14º Karaokê Taikai da Seisonenkai, sugeri, pois, cantarmos minha versão em português da música Kanpai, de Tsuyoshi Nagabuchi, porque faço a referência de que, no Brasil, “raças” e credos diferentes vivem em harmonia. Eles toparam! E cantarmos juntos por se tratar de uma mensagem à Paz Mundial, ainda mais porque, há pouco, um avião russo caíra em território egípcio e o grupo terrorista EI reivindicava a autoria do mesmo. Distribui a letra, abaixo, entre os presentes:

Hoje quero abraçar um a um todos vocês

Pra poder recambiar a energia do amor

Que nos fará recuperar a esperança pela paz

Aquela paz que ambicionamos para “nós”.

Se olharmos para trás… nossa História revisar

Vamos todos perceber o quão difícil que vai ser

Mas não podemos desanimar, nós saberemos reagir

A maior prova é que estamos hoje aqui.

 

Vamos todos juntos dar as mãos… nos abraçar

Energizar aquela força e o mundo transformar

Já estou até sentindo algo aqui se aflorar

Amigos, unam-se… em nome do amor!

 

O Brasil ainda há de ser um exemplo para o mundo

De que se  pode conviver num ambiente de amor

Raças e credos diferentes, tudo de modo transparente

Ter liberdade pra escolher seus ideais.

Mesmo que ainda haja divergências por “aí”

E esse clima de terror a querer nos inibir

Só não podemos desanimar, nós saberemos  reagir

A maior prova é que estamos hoje aqui.

 

Vamos todos juntos dar as mãos… nos abraçar

Energizar aquela força e o mundo transformar

Já estou até sentindo algo aqui se aflorar

Amigos, unam-se… em nome do amor! (bis)

Parece que foi bem recebida porque percebi que, todos, cantaram com muito sentimento. Agora, é torcer para que essa mensagem, composta logo após aquele atentado em Nova Iorque, se alastre… pelo mundo. Né, não?!

 

Vamos todos, juntos,

Dar as mãos… nos abraçar!

À Paz Mundial!

 

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

    Related Post

    TÊNIS DE MESA: Eduardo Tomoike, nasce um fenômeno ...   Os grandes campeões são aqueles atletas que marcam a história de suas respectivas modalidades. “Hoyama”, recordista de medalhas em Pan-am...
    ERIKA TAMURA: Daniel Yuiti Matsumoto e o Beisebol ...   O início de março pode ser considerada uma data muito importante para o beisebol brasileiro. A seleção adulta principal do Brasil está no Ja...
    AKIRA SAITO: PRINCÍPIOS MORAIS E DISCIPLINA     “Uma Arte Marcial prepara o cidadão para contribuir para uma sociedade melhor e mais justa”     Em todas as Artes M...
    ERIKA TAMURA: Michel Teló no Japão Michel Teló e Erika Tamura (foto: Ricardo Ogura)       Essa semana o Japão recebeu de braços abertos o cantor brasileiro m...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *