SILVIO SANO > NIPÔNICA: Lula… e o XXII Paulistão de Karaokê!

Caramba! Quando iniciei esta Nipônica, o assunto sobre os depoimentos do ex-presidente e de sua mulher, Marisa Letícia, estava fervendo e grupos favoráveis e contrários se movimentavam no sentido de levarem o maior número de pessoas à frente do Fórum Criminal da Barra Funda, onde isso deveria ocorrer. Deveria…

Uma liminar ao pedido do deputado Paulo Teixeira (PT-SP) pelo Conselho Nacional do Ministério Público acabou adiando esses depoimentos para averiguar a ligação da família petista ao tríplex, no Guarujá. Como a liminar ocorreu na noite anterior, mesmo assim, manifestantes desavisados se concentraram nas imediações do Fórum porque, pela primeira vez, o ex-presidente o faria como investigado.

Pois é, como neste final de semana (3 dias) será realizado o 22º Paulistão de karaokê, na cidade de Lins, onde mais de 500 cantores (já descontadas as 159 crianças também inscritas) estarão se apresentando em busca do prêmio máximo (Grand Prix), este seria o tema desta Nipônica. Mas não mais o farei devido à importante questão acima, além do que ainda posso trazer o evento na próxima, com o campeão já definido.

Pois bem, conforme já escrevi, “o ex-presidente nunca me enganou” e comprovei essa afirmação com meus artigos e charges de desde quando ele ainda era presidente. Algumas das charges até repostei recentemente em minhas redes sociais. E os justificava que a grande “jogada” dele sempre fora a do “ao povo, pão e circo” somado ao “rouba, mas faz!” (do outro que, agora, perto dele, virou trombadinha). E dá para acrescentar mais, como carisma visual… e sorte!

Explico. Em minhas épocas do Ensino Fundamental II, Ensino Médio e faculdade, sempre convivi com colegas assim, carismáticos visuais, pelas posturas no falar, olhar ou no andar. Afirmo isso porque, intelectualmente, nenhum deles destoou dos demais, mas viviam rodeados de coleguinhas da classe. E em geral, eram simpáticos e sabiam levar na conversa. Nunca me esqueço de um que tirava vantagem disso, vivendo na “cola”, literalmente, deles. Assim se formou!… rsrs.

É onde queria chegar. No caso de Lula, quem lhe passou a “cola” foi FHC, naquele período de um mês de transição… e que acabou lhe dando bons frutos em suas gestões! Por isso, com os provérbios, acima, ficou milionário e com o carisma consegue postergar suas investigações, sempre, via “coleguinhas”!!

Agora que não tem mais “cola” e tendo de tomar iniciativas, acabará provocando sua própria derrocada final. Igual aos seus discursos espontâneos. Quem não se lembra do “Mundo quadrado”, ou dos que o fez, bêbado? Alguma diferença com a “saudação à mandioca”, “mulher sapiens” ou “estocar ventos”, de Dilma? Uma: Lula é carismático!

Mas ao afirmar que não é dono de nenhuma daquelas propriedades (tríplex e sítio), mesmo admitindo ter ganhado R$ 27 milhões em palestras… e ter dado ênfase à afirmação de que é mais honesto até do que a Polícia Federal, será pescado como um peixe. Né, não?!… rsrs.

“Tu vens… tu vens… eu já escuto os teus sinais!”

 

Quero ver sem cola.

Com própria iniciativa

Até onde chega!

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Efeito Natsumero Nunca convivi tanto com músicas japonesas como nos últimos dezoito anos, período em que minha deusa começou e ainda participa dos concursos de karaokê...
    AKIRA SAITO: HÁ RESPEITO? “De nada adianta requerer seus direitos se não se respeita o direito do próximo”   Com a modernidade, várias ferramentas surgiram para facili...
    AKIRA SAITO: MELHOR QUE ONTEM “As desculpas lhe servem apenas para manter o estado atual: O de Comodismo”     A busca constante pela perfeição nos traz sempre a be...
    AKIRA SAITO: BUDÔ PARA CRIANÇAS “O Budô é uma ferramenta para o desenvolvimento da sociedade”     Crédito da Foto: Adalberto Silva A prática das Artes Marciais (...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *