SILVIO SANO > NIPÔNICA: 65 Anos de Nipo Campinas, da união ao futuro garantido!

O Instituto Nipo Campinas comemorou 65 anos de fundação, em grande estilo, juntamente com o tradicional bonenkai (confraternização de final de ano), no dia 4 (p.p.). Apesar de meu vínculo efetivo recente com muitos dos associados, pelo karaokê, não me surpreendeu a grandiosidade e excelência da organização devido ao que já testemunhara deles nesse breve período de convivência.

Mas ao chegarmos, minha esposa e eu, apenas dez minutos após a hora programada para início, nos surpreendemos, sim, com o auditório já quase que totalmente lotado e o evento… iniciado! Ou seja, começaram “niponicamente” na hora certa! Bom exemplo!

E até poderia considerar como de praxe pela história da entidade, o que de fato ocorreu, mas não como ocorreu. Em tempos de alta tecnologia associada a um dos pontos fortes deles, o karaokê, a história foi contada por um vídeo em telão, sincronizado com músicas japonesas de sucesso à época, cantadas por seus cantores, mais alguns “de fora”, agradando em cheio a plateia presente.

Sem contar que o conteúdo do vídeo teve como fonte o excelente livro de Cida Kobayashi (A Comunidade Japonesa de Campinas) muito bem elaborado por Fábio Toma e equipe, que abrangeu a história do Instituto vinculada à da comunidade como um todo, desde as razões para a vinda dos imigrantes ao município.

Fomos convidados por Tadayoshi Hanada, presidente da associação que, por suas eficientes gestões, tem sido reeleito desde 2004 quando o foi pela primeira vez. Em vista disso, aproveitando o ensejo e abertura oficial, a Câmara Municipal resolveu homenageá-los, entidade, com Honra ao Mérito e Hanada, como Cidadão Campineiro, por contribuírem também para a projeção do próprio munícipio.

Dentre as ilustres presenças estava o cônsul geral do Japão, Takahiro Nakamae, que a seguir participou também do bonenkai, no ginásio de esportes, oferecido a um público de quase… 500 pessoas! Ficamos abismados, Kazue e eu… e acho, também o cônsul!

Pois é, para mim que sempre chamo atenção à desagregação na comunidade foi uma surpresa agradável encontrar uma me contradizendo.  Ver aquele auditório lotado, que me fez, sutilmente, estimar em pouco mais de 400 pessoas e atentas ao desenrolar da própria história deixou-me feliz. Da mesma forma fiquei ao constatar que o futuro dessa associação parece estar garantido pelo número de crianças, adolescentes e jovens nos apresentados durante o show, via Mitsuba, Kids, etc., nomes dos grupos jovens que a frequentam… e, depois, vê-los todos no bonenkai ajudando no atendimento aos convidados…  com muita eficiência e dedicação. Não resisti e fiz nova estimativa: cerca de 50! Nada mal, héim!

Parabéns, Instituto Nipo Campinas pelo evento exemplar… e pela semente plantada!

 

Nunca será tarde

Até porque virou moda

Descobrir raízes!

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

    Related Post

    CANTO DO BACURI – Mari Satake: O casaco de t...   Apressada ela sai da estação de metrô. Ouve uma voz que a chama por trás. Ela se volta. O reconhecimento é imediato. Elas se abraçam. No...
    SILVIO SANO: Ah!…O karaokê, jurados, cantore...   Pois é, passaram-se as eleições, mas o julgamento do Mensalão deve prosseguir, agora, com o retorno do ministro Joaquim Barbosa, da Alemanha...
    CANTO DO BACURI > Mari Satake: Guardados   Outra vez, às voltas dos descartados. São fitas de vídeo, de áudio, bolachas de vinil, livros e mais livros, revistas, recortes de jornais, ...
    ERIKA TAMURA: O que é SABJA? SABJA (Serviço de Assistência aos Brasileiros no Japão), é uma Organização não governamental, que atua no Japão em benefício à comunidade brasileira. ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *