SILVIO SANO > NIPÔNICA: As entidades nikkeis não sabem eleger representantes!

Por que afirmo isso mesmo considerando que quatro vereadores nikkeis foram eleitos no município de São Paulo? Rodrigo Goulart – PSD (49.364), Masataka Ota – PSB (45.015), Aurélio Nomura – PSDB (41.954) e George Hato – PMDB (26.104) foram os contemplados da vez. Simples, e não apenas porque dos 217.156 votos dados aos candidatos nikkeis, 53.819 foram diluídos entre os 22 demais, igual a 2012, quando de 214.043 votos, 74.820 foram aos 24!!

Em 2012, na verdade, três foram eleitos (Ota, Aurélio e George) e um suplente (Kamia) assumiu dois anos depois… por isso coloquei-o na conta.

Mas a afirmação do título tem a ver também com quem foram eleitos.

Antes de prosseguir reafirmo o que sempre fiz questão de enfatizar, de que nenhum eleitor nikkei deva ter como prioridade votar em políticos nikkeis e, sim, em quem consideram capazes, honestos e transparentes. Se algum se encaixar nesse perfil… vá lá, vai.

Mas não as associações e entidades nikkeis que dependem muito da “representatividade” deles para realizarem seus grandiosos eventos culturais, como fazem, por exemplo, as igrejas evangélicas. Nada foi feito nesse sentido, apesar dos números acima.

Senão, vejamos. Quem da comunidade conhece Rodrigo Goulart? Sim, alguns sabem que é filho do deputado Goulart, casado com uma… nikkei. Mas dá para afirmar que seu extraordinário número de votos advém do trabalho de alguma dessas entidades? De minha parte nem o incluiria nesse cômputo.

Agora, Masataka Ota, sim, “todos” conhecem… ou se lembram dele. É o pai de Ives… e marido da deputada Keiko. Aliás, dessa vez, até recebeu quase 17 mil votos a menos. Quanto a Aurélio e George, quem acompanha suas trajetórias sabe do engajamento deles para muito além das fronteiras da comunidade e que, por isso, pode-se lhes conferir votos vindos de dentro e de fora… mas conquistados por próprios méritos. Né, não?!

Mas… e Ushitaro Kamia que, dessa vez, por ser sétimo suplente de sua coligação, nem terá chance de assumir? O pior é que as entidades nikkeis sabem que em todas suas gestões foi o que mais se dedicou quase que exclusivamente à comunidade. Por isso, dessa vez, até recebeu, de amigos, um pouco desse apoio explícito a que me refiro. O problema é que ainda sofre consequências daquele incidente de 2009 (absolvido pela Corregedoria da Câmara Municipal).

Na época, fui um dos que o condenou pela morosidade de sua autodefesa, via charge e artigo, mas também sempre o tive como o mais preocupado com as questões da comunidade. Tanto que, afirmei, em artigo à eleição de 2012, que levara uma “facada nas costas” dessas entidades que tanto ajudou, ao obter apenas a suplência. Mantenho a afirmação ao desta.

Em 2010, aliás, já fizera mesma afirmação em relação a Walter Ihoshi e William Woo, depois de tudo que haviam em prol das comemorações do centenário da imigração.

O engraçado é que depois de eleitos, são procurados pelas lideranças comunitárias afirmando que “têm as obrigações de ajudarem a comunidade… por suas caras!”. Já testemunhei isso!

 

A comunidade

Ainda não percebeu

Que isso dá liga!

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    MUNDO VIRTUAL: Uma compra eletrônica (4) Falando ainda sobre compras eletrônicas, finalizo aqui a abordagem daquilo que considero a última etapa: o natural recebimento do bem adquirido, ou su...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: HIKIKOMORI Na edição anterior deste JN, chamou-me à atenção a reportagem sobre o fenômeno comportamental no Japão, denominado Hikikomori, da auto exclusão social...
    ERIKA TAMURA: Irineu, um psicólogo no Japão Durante esse período que estou no Japão, tenho ido à muitos eventos e reuniões ligados à comunida brasileira no Japão, bem como o seu futuro e os seus...
    JORGE NAGAO: Um nihondim em BH e Inhotim BH A  caravana Damas&Valetes  (Leonel, Marcílio/Mônica, Marilena e eu – Maria Balé, dodói, e Vivina, em compromisso familiar, não puderam ir) f...

    One Comment

    1. Parabéns caro Silvio . Um abraço

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *