SILVIO SANO > NIPÔNICA: Eleições? Novo martírio à comunidade?

“Volto a bater na tecla das não eleições de candidatos nikkeis e, dessa vez, extrapolando as fronteiras de Sampa. Acompanhei, no domingo, a contagem de votos até seu final, dando ‘passeadas’ em algumas cidades onde a presença da comunidade é marcante. O que constatei, grosso modo, checando apenas candidatos por seus sobrenomes, serviu para consolidar minhas afirmações a respeito. Onde houve trabalho concentrado, eleição tranquila dos candidatos (Registro, Marília e Londrina); e penosa, ou nenhuma candidatura eleita, onde… pode ter havido o contrário (Campinas, Maringá e… São Paulo).

Embora Campinas não tenha presença destacada da comunidade, foi onde ficou mais clara essa questão. Tenho comigo, de algum tempo, que dois políticos nikkeis tem sido eleitos nessa cidade, um dos quais muito conhecido no meio do karaokê. Pois bem, neste ano, de repente, outra pessoa também forte no karaokê resolveu se candidatar. Resultado: obteve exatamente a diferença que faltou ao outro para ser eleito. Sou amigo de ambos, mas a atitude daquele foi uma grande ‘pisada na bola’, não detectada pelas lideranças locais.”

Assim iniciei uma Nipônica, há quatro anos, logo após a contagem de votos das Eleições correspondentes. E… volto a bater na mesma tecla!… mas dessa vez de maneira favorável em relação ao tema, baseado exatamente no último parágrafo da lembrança acima.

É que, aquele a quem citei como “pisada na bola” volta a ser candidato, já aprovado na convenção de seu partido! Mas agora… concordo!! E continuo amigo de ambos. A diferença é que, desde então, aquele tem trabalhado incansavelmente em prol da comunidade local e o outro, suplente que fora na época, após empossado em fevereiro do ano passado, passou a fazer trabalho impressionante em prol dos munícipes e do município, mas sem se desvincular da comunidade, de forma que, com certeza, deverá ser contemplado com muitos votos também fora dela na próxima eleição. É isso!

É isso que a comunidade, modo geral, deve aprender e aplicar. Primeiro, fechar em torno de alguns nomes (visto que, pra variar, serão muitos os candidatos) para elegê-los, o que dessa forma não é difícil… e os próprios, após eleitos, cumprirem seus papéis de maneira mais ampla, além da comunidade, ao município, estado ou federação, para não mais dependerem apenas da mesma.

Alguns dos eleitos que já fazem isso comprovam essa tese… óbvia. Mas se as associações líderes, em especial o Bunkyô, continuarem passivas como têm sido nesse aspecto, mais uma vez, terão de rezar para terem aqueles representantes para lhes “trazerem algo” aos seus eventos… até porque mesmo voluntariado nikkei tem limites!

Para finalizar, outra tecla na qual tenho batido sempre, de que não concordo que nikkei deva votar em políticos idem, mas priorizar candidatos capacitados, honestos e… patriotas (?), independentemente de ascendência ou religião! Mas não a comunidade!!… que depende da “mãozinha” previdente deles e ainda não percebeu que, se sua contribuição for explícita, também os terão às mãos. Né, não?!

 

Ai… ai… eleições!

Instrumento mal usado

Por ambas as partes.

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    MEIRY KAMIA: Cuidados na elaboração do currículo... Muitas dúvidas surgem quando precisamos elaborar um currículo. Tudo passa a ser motivo para preocupação: experiências diversificadas demais, falta de ...
    HAIKAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: O ser metropoli... O ser metropolitano Tão cômoda serpente Percorre as avenidas De negro piche espalhado Desovando ao percorrer As ovas de peixe Embaladas em l...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: COM A FACA E O QUEIJO NAS ... Para a comunidade nipo brasileira, junho é o mês em que se comemora a vinda dos primeiros ancestrais ao país, mais precisamente no dia 18, quando 107 ...

    One Comment

    1. Parabéns Silvio Sano pelo excelente artigo. Uma analise bastante pertinente, corajosa e realista da representatividade nikkei. Ótima oportunidade para uma reflexão.

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *