SILVIO SANO > NIPÔNICA: O também Grand Marcelo Akamine

niponica4-31Aliás, segundo os ituenses, como tudo em Itu é grande, mas não por isso e nem por ter sido exatamente nessa cidade, o nome do tradicional concurso brasileiro de karaokê é conhecido, no superlativo: Brasileirão. E em sua 31ª edição, no Parque Maeda, com mais de 800 participantes, o Grand Prix desta consolidou a recente ascensão incontestável do, apesar de jovem, já veterano, cantor Marcelo Akamine.

Não há muito que falar sobre sua conquista porque o nível desse concurso, bem como do outro também conhecido pelo superlativo Paulistão, tem sido muito alto, conforme já comentei, ratificando mais a qualidade de sua conquista. Na ocasião lembrei que em concursos bem anteriores chegava a ser incontável o número de cantores fracos, fruto da necessidade de se aumentar o número de participantes, mas que em edições recentes isso não tem acontecido podendo até “contar nos dedos” esse mesmo número de cantores. E melhorou muito a produção de figurinos próprios e coreografias no caso da categoria Pop.

Não estou exagerando nos elogios, até porque ainda há falhas na organização, consequência do espírito amador e voluntariado que ainda vige na comunidade nipo-brasileira a esse tipo de eventos… além do “lado amigo” que contempla o tal em detrimento da eficiência. Mas isso é outra história que, aos poucos, há de se superar… espero. Ou seja, que há de se profissionalizar, ou tender cada vez mais a isso para que essa grandiosidade seja mantida, há sim. A sorte, ainda, é que os próprios participantes, nipo-brasileiros ou afins, têm também o mesmo espírito… e o fazem pelo tanoshimi (prazer). Né, não?!

Voltemos, pois, à grandiosidade. Já no primeiro dia, na sexta-feira, ouvi comentários condizentes com o que estava sentindo enquanto acompanhava a programação, de que o nível estava tão bom que, sendo dia de eliminatórias, alguns cantores até tinham dúvidas em relação às suas classificações e de que, além de cantar bem, dessa vez, teriam de contar também com a sorte (inclusive em relação a jurados… rsrs)… além do dia, como uma engasgada aqui… uma troca de palavra (julgamento por letra?) ali… um “branco”. Por isso, resultados surpreendentes ocorreram, deixando inconformados, uns… e até revoltados, outros, mas que fazem parte do jogo. Por isso o oposto também ocorreu deixando felicíssimo quem menos esperava.

Muitas razões há para que eventos como esses se mantenham ao longo dos anos, não apenas pela razão natural da preservação da cultura, como também pela motivação de uma forma de lazer que agrada a todos que é cantar, ou simplesmente ouvir, conforme comprova a plateia… do qual faço parte.

 

Profissionalizar,

Significa realizar

Para “compensar”.

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    Beleza by YUMI KATAOKA: A importância da hidrataçã...   Olá Amigas, hoje iremos falar um pouquinho sobre a pele e os cuidados diários que fazem toda a diferença na maquiagem, e para isso, conto co...
    JORGE NAGAO: Ruas da Liberdade e poema Ruas da Liberdade I A maioria das pessoas que circula pelo bairro oriental não tem a mínima ideia da origem do nome das ruas. Curioso, fiz esta ...
    ERIKA TAMURA: Seminário de Universitários e Bolsis...   No último dia 26, fui convidada a participar do 1° Seminário de Universitários e Bolsistas no Japão, organizado pela SABJA (Serviço de Assis...
    BEM ESTAR: APEGO Não e a toa que escrevo em letras garrafais e grandes , mas e porque e um sentimento que todos nos temos , seja com pessoas , animais e coisas . En...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *