SILVIO SANO > NIPÔNICA: Preso pela boca, por desacato… ao Brasil!!

Já de algum tempo tenho afirmado aqui, e nas redes sociais, que o ex-presidente Lula (agora, já ministro?) acabará sendo “pego” pela boca… como a um peixe, bocudo que é. Na verdade, comecei a afirmar isso desde quando ele falou “não existir, na Terra, viva alma mais honesta do que eu”, em conversa com blogueiros progressistas (?) no Instituto Lula, no dia 20 de janeiro de 2016. Se tivesse restringido essa questão mesmoque também ao Papa, como fez, talvez passasse desapercebido. O problema é que estendeu também à Polícia Federal… Deu no que deu. Nove dias depois, no dia 29, ele e Marisa Letícia foram intimados a depor sobre o tríplex do Guarujá, no Ministério Público Estadual! Quase ao mesmo tempo fez se aflorar a questão do sítio em Atibaia.

Daí, quando da condução coercitiva, do depoimento no aeroporto de Congonhas, a Polícia Federal fez também recolhimento de materiais no Instituto Lula, na sua residência em São Bernardo, no sítio de Atibaia, etc., e… na sala-cofre do Banco do Brasil!!, Pois é, e nesse cofre a PF encontrou muitos objetos de valores inestimáveis, a maioria trazida de Brasília, dentre os quais o crucifixo, do século XVI, com a controvérsia de que foi ele ou outro presidente quem o ganhou. Em todo o caso, o Código de Ética de agentes públicos, que inclui a presidência e vice-presidência, em seu Art. 10, proíbe o recebimento de presentes, e etc. Mas Lula não deve ter dado bola para isso. Por minha fértil imaginação, falastrão que é, quando o encarregado da mudança lhe perguntou o que deveria levar, Lula deve ter respondido: “Tudo, oras!!”

Ainda no mesmo dia do depoimento da condução coercitiva, logo após, resolveu dar um pronunciamento público, que chamou de entrevista, mas que era vedada perguntas… em que, indiretamente (?) incitou reação aos militantes. Até aí, tudo normal dentro de sua postura. O problema foi quando, recolhido com os seus, ao falar com a presidente pelo telefone, foi flagrado por uma gravação da deputada Jandira Feghali no momento em que, em altos brados, afirmou… “eles que enfiem (o processo) no c…!!” A deputada, na ânsia de mostrar que estava com Lula, postou o vídeo nas redes sociais. Um tiro no pé! Imediatamente se transformou em meme, viralizou!! Tanto que o próprio MPSP o inseriu na ação do pedido de prisão do ex-presidente. A deputada, que é do PCdoB, foi devidamente lembrada… com gratidão, nas manifestações… rsrs.

Ainda no depoimento, tornado público, Lula tratou o inquisidor com desdém, chamando-o, algumas vezes, de “meu querido”; sugeriu com vigor, até a prisão da mãe de Conserino; que só soube da compra do sítio no dia 13 de janeiro, apesar de a mudança ter ocorrido, oficialmente, no dia 8 e o Estadão ter publicado, no dia 6, que a mesma iria para o sítio de Atibaia; etc.

Ou seja, mantenho meu “Tu Vens, Tu Vens…”, na certeza de que pela boca será… se já não o foi. Sem contar a forma arrogante nos depoimentos, como se estivesse acima das leis, deixando claro que o deboche, a afronta, o desacato é… ao Brasil!! Né, não?!

Preso pela boca

Por desacato ao Brasil.

Só questão de tempo.

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

    Related Post

    CANTO DO BACURI > Mari Satake: Descer a rampa   Chegou sozinha. Imponente, com passos lentos, desceu a rampa apoiada em sua bengala. Lá em baixo, parou e com o olhar fez um giro pelo e...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: POR QUE PARTICIPAR DAS MAN...   Desde o encerramento das eleições à presidência do país, vencido pela candidata “presidenta” Dilma, já ocorreram quatro grandes manifest...
    ERIKA TAMURA: Foguete norte-coreano Esses dias estou tão tranquila e sossegada... Os terremotos diminuíram, a primavera chegou... Mas confesso que uma notícia me assustou e chegou a tira...
    ARTIGO: O preço da ganância   *Walter Ihoshi   Antes de me tornar parlamentar, trabalhei muitos anos como empreendedor no comércio e no setor industrial. E por...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *