SILVIO SANO > NIPÔNICA: QUEM É CONTRA CICLOVIAS?

resized_niponica3-28

Eu não!! E olha que há muitos anos não monto em uma bike e, até por isso, nem a tenho. E não sou só eu! Ou melhor, sou apenas unzinho dentre os quase 90% que são favoráveis a elas, segundo pesquisas. Recordo-me de uma, do ano passado, que indicava 88% contra 86% de 2013, favoráveis. E não duvido que se bem explicado e mostrado que seria feito com planejamento o índice chegasse até aos 100%.

Pois é. E por que tanta polêmica a seu respeito? A resposta está na forma como estão sendo construídas, sem contar seu alto custo, considerando sua qualidade. Os 156 km realizados no ano passado custaram aos nossos bolsos, visto que nós é que as pagamos, R$ 180 mil/km e os deste ano, a R$ 250 mil/km. Mas isso é outra história… e não!

O que se pretende abordar aqui é a forma. Afirmar que estão sendo realizadas sem planejamento pode ser facilmente refutado pela administração responsável, até em autodefesa e pela alegação de seriedade de sua gestão. Mas qualquer um que tope circular em toda sua extensão atual, de quase 250 km, ficará mesmo com essa impressão. Aliás, nem é preciso fazê-lo, pois apenas pelos registros de imagens que a mídia e redes sociais nos trazem já são suficientes para chegarmos a essa conclusão.

De qualquer forma, ninguém em sã consciência é contra a implantação de ciclovias… desde que devidamente planejada, nas vias devidas e… sem precipitação, porque os grandes absurdos, risíveis até, e não são poucos, que temos visto, indica que, durante as obras, obstáculos à frente foram… simplesmente, “ultrapassados”!

Que é como… parece, tem sido construído tudo relacionado a vias urbanas… e até calçadas, e que sempre me remetem ao Japão, a um personagem tradicional, centenário, semelhante ao nosso motoqueiro entregador de pizza, mas que o faz de bicicleta entregando… sobá (sopa de talharim)!! Só que, lá, como tudo que é público é bem feito, ele consegue cumprir sua tarefa, mesmo tendo de carregar todas aquelas tigelas e tigelões de uma só vez, sem ciclovias, desviando-se dos veículos!

Imagine-o aqui, fazendo uso delas… se bem que temos, ainda, outros problemas a resolver. Né, não?!

“Bikar” é saudável

Inda mais em ciclovia

Melhor, se… segura!

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

    Related Post

    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Puxão de orelha… Pre... Na Nipônica anterior afirmei que o 23º Paulistão, para mim, foi o melhor de todos os tempos! Ao fazer tal afirmação, entenda-se que quis dizer sobre o...
    ERIKA TAMURA: Show do Begin em Tokyo No último dia 20, passei por uma experiência única e inesquecível. Fui ao show da banda Begin, aqui no Japão. Para quem não sabe, Begin é uma banda...
    MUNDO VIRTUAL: O aplicativo Uber, os táxis e a dem... Embora em oportunidade recente eu já tenha abordado o debate envolvendo o aplicativo Uber, volto ao assunto em decorrência do projeto de lei 349/14, a...
    AKIRA SAITO: MAIS ESFORÇO POR MENOS ESFORÇO “O verdadeiro entendimento dos conceitos do Budô necessita de ser compreendido em sua forma prática paradoxal”   No Budô nada é como aparenta...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *