SILVIO SANO > NIPÔNICA: Tristeza não tem fim? Pode ter…

Bom, pelo título e pelas últimas Nipônicas, além do “clima” ainda no ar, é fácil entender minha referência. Né, não?! Pois é, eleições 2014, com vitória da candidata à reeleição.

“Peraí!!… Com esse título, Silvio, dá entender algo mais, além de simples eleições”, diria alguns. Verdade! Na disputa mais acirrada da História das eleições no Brasil, não poderia ficar apenas na referência ao tema. E vamos que vamos!… gostem uns, não gostem outros, até porque, no momento que escrevo, passado dois dias do anúncio pelo TSE, com o advento da informática e popularidade das redes sociais, já li, ouvi e assisti muitas coisas a respeito, prós e contras, leves e pesadas… de ambos os lados, dentre os eleitores.

Muitos leitores e conhecidos consideram-me corintiano fanático. Não sou! Até já fui… rsrs, mas não tem importância porque a associação ao futebol e ao meu Corinthians… ops!, que vou fazer, é a esse aspecto do fanatismo dos torcedores. Quando adolescente, mesmo sem nunca ter visto meu time ser campeão, lembro-me de que não admitia vê-lo perder! Pode? Isso deve explicar os “quebra-paus” de torcedores após derrotas de seus times. Também fui assim, mas não a ponto de brigar… até que, um dia, eu “cresci”! Pois é, ainda não gosto de ver meu time perder, mas há muito que aceito o resultado final independentemente do vencedor. E não seria diferente agora, no caso das eleições, se…

Pois bem, o que vi nesses dias foram inúmeras postagens tendenciosas de eleitores (torcedores) de ambos os candidatos, opiniões fortes, às vezes até ofensivas, mas também sensatas. De um dos lados, desde culpar patrícios por não saberem votar, bem como os ausentes (recorde de abstenções), até clamar por recontagem de votos ou por investigações das urnas eletrônicas (há postagens de flagrantes irregularidades); e do outro, desde refutar aqueles por “não saberem perder” até responder com chacotas impublicáveis aqui! Também participei… e como nunca em minha vida… a favor do outro, diferentemente daqui onde procuro ser neutro. E tentarei me manter assim, mesmo que possa não parecer a alguns.

Explico. Por ter assistido a quase 100% dos respectivos programas nos horários gartuitos, considero que a candidatura vencedora privilegiou a campanha da mentira e da desconstrução do outro, até de forma violenta e que quem também os assistiu, mesmo os eleitores da mesma, não têm como negar. Faz parte do jogo? Bom, isso é com o juiz (TSE).

De qualquer forma, e em virtude das denúncias de irregularidades na votação mostradas nas redes sociais, mesmo me considerando “bom perdedor”, considero normal que minha expectativa seja a de que o TSE, no mínimo, as investigue e se manifeste a respeito. Né, não?! Ainda mais após ter recebido, há pouco, em minha página do Facebook, uma frase de Martin Luther King afirmando que “quem aceita o mal sem protestar, coopera com ele”.

E recebi outras mais, mas que não as postarei aqui devido à minha neutralidade neste espaço, mas que me faz umas coceguinhas… ah!, lá, isso faz!

ET: O Petrolão… é outra história!

 

Diz o ditado:

“Perder faz parte do jogo!”

… mesmo com telão?!

 

=====================================================================

silvio-nippak

Silvio Sano

é arquiteto, jornalista e escritor. E-mail: silvio.sano@yahoo.com

www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano

=========================================================================

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO > NIPÔNICA: Eleições 2014… e a h...   A campanha eleitoral já foi liberada a partir de 5 de julho... apesar de alguns “peixes graúdos” a terem iniciado muito antes. Mas isto é ou...
CANTO DO BACURI > Mari Satake: Dona Teodora Dona Teodora   Na festa de noventa anos de dona Teodora teve de tudo. Sushi, sashimi, feijoada, churrasco, quentão, cerveja, farofa, pipoca, s...
MEMAI: O Segredo da Espada Japonesa Por que os ocidentais são fascinados por samurais e artes marciais ? Desde o século XIX , quando começou a modernização no Japão, no período Meiji, a ...
ERIKA TAMURA: Meu encontro com Mauricio de Sousa Estou novamente no Brasil, e desta vez para dar andamento em mais um projeto pela ONG em que eu trabalho. O projeto da vez está relacionado à educ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *