SILVIO SANO > NIPÔNICA: Tu vens, tu vens… eu já escuto os teus sinais!

niponica3-33

 

Os leitores que me acompanham também nas redes sociais já entenderam a razão do título desta Nipônica, mas nem todos sabem por que o adotei como tema, a ponto de torna-lo parte das imagens de meus perfis. Explico.

Trata-se do refrão da música Anunciação, um dos primeiros sucessos do carismático cantor e compositor Alceu Valença e que só retornou à minha memória após ler post do colunista Felipe Moura Brasil, um dos poucos críticos, ferrenho, por sinal, realmente preocupado com a recuperação da dignidade da Nação. E ele o utilizou bem, para fazer referência aos indícios que levavam ao ex-presidente Lula por uso e abuso de sua função em benefício próprio. Como concordei, ipsis litteris, resolvi adotar o refrão “como meu”…

No começo, apenas o acrescentava em um ou outro comentário referente ao ex-presidente, até que as evidências (contra ele) foram ficando cada vez mais fortes e, daí, não teve jeito, tive de deixa-lo de forma permanente afixando-o aos meus perfis.

E me surgiu uma oportunidade… oportuna: concurso de karaokê dentro da comunidade, onde tinha uma categoria chamada Internacional, em que se poderia cantar em qualquer língua diferente da japonesa. Inscrevi-me!… com a música de Alceu Valença… e à caráter, opção minha… rs. Não sou cantor, mas por certas mensagens até subo no palco. Aliás, vou além, como contarei mais adiante.

Pedi a um amigo para me filmar… com segundas intenções, lógico. Na mesma noite postei minha foto, travestido de Alceu Valença e com o refrão sobre. Foi bastante curtida. Dias depois, quando recebi o vídeo do amigo, fiz a edição deixando apenas a parte do refrão e o postei. Bombou! Em dois dias, mais de 600 visualizações! Não por mérito meu, mas pela mensagem que parece ser de consenso geral, hoje!

Tanto que a terceira manifestação do ano foi também um sucesso, concordem uns não concordem outros. Afirmo isso porque também estive na maior delas (15 de março) e não vi muita diferença. E dessa vez até o nikkei marcou presença explícita. Apesar de o lema dessas manifestações ser o impeachment da presidente, peguei carona com o meu e fui vestido de… Alceu! E não estava sozinho, conforme provou o gigantesco boneco inflável do ex-presidente vestido de presidiário na manifestação de Brasília, que acabou atraindo a atenção geral… e do mundo!

É preciso quebrar os tabus do “Rouba, mas faz… obras civis”, para agradar a classe média; ou, “Rouba, mas faz… obras sociais”, para agradar a classe menos privilegiada… e “certa intelectualidade”. É preciso impedir que isso se torne banal no país. Né, não?!

 

São tantos indícios…

O “santo” delle é forte,

Mas a hora chega!

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Passagem dos di...    Passagem dos dias   Um gosto de sal na boca Do sol que reina na pele Milhares de raios Infiltrando-se na carne Cada ve...
    JOJOSCOPE: Ikebanas Musicais – Mawaca homena...     O espetáculo musical Ikebanas Musicais apresentado pelo Mawaca busca relacionar a arte milenar das ikebanas com o processo da ...
    JORGE NAGAO: Futebol, o pio do povo Futebol, o pio do povo   Com o meu filho, Luis Fernando, no Camp Nou/ FCBarcelona-ESP   O futebol, graças ao Pelé, semp...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: O peso da balan... Foi uma época em que a Justiça tinha por símbolo a mulher com uma balança, com os olhos vendados. Portanto, a Justiça era cega. Servia para punir aque...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *