SILVIO SANO > NIPÔNICA: VIDA INTERIOR, NO INTERIOR

Domingo passado, com minha esposa, resolvi fazer um programa diferente do que fazemos quando a razão é karaokê, em que ela canta e eu… carrego-lhe a mala com a roupa de apresentação. Como não canta todos os domingos, e este foi um deles, sugeri-lhe para que fossemos assistir a um fora de São Paulo, mais precisamente ao de Indaiatuba, promovido pela ACENBI (associação nipo-brasileira local).

Minha alegação foi a de reencontrar com um amigo que não via há cerca de quinze anos e, bem como, um sobrinho, que por trabalhar na Toyota mora lá, apesar de que, mais provavelmente, estaria em São Paulo, como realmente estava. E fomos.

Mas tinha outras razões mais porque, assim como São Caetano do Sul e Maringá (PR), Indaiatuba já vinha me chamando atenção por seu IDH exemplar, reforçada pelas postagens da própria ACENBI, em sua página no Facebook, de suas atividades culturais e esportivas e, de uns tempos para cá, de fotos históricas, não apenas relativas à associação desde a fundação, como também das famílias de sócios, mas dos tempos primórdios da imigração japonesa no Brasil, ideia próxima da que venho sugerindo a todas comunidades imigrantes no país. Assim, somado tudo, veio-me a vontade de dar um pulinho até lá.

Antes, porém, para isso, fiz-lhes uma visita digital pelo Google Street View (GSV). Fiquei admirado, mas não mais surpreso com o que vi na tela porque as postagens deles já davam um indicador de como seriam: organizados. E como acabei descobrindo que a sede esportiva ficava quase no caminho ao local do evento, dei uma pequena desviada para mostra-la à minha esposa, que também ficou admirada.

A admiração dela, e minha, se estendeu também à cidade conforme íamos cobrindo o percurso, organizada e limpa. “Quase não há pichação, né… e não vi mendigos”, comentou em certo momento. Concordei. E o GSV, não o GPS, levou-nos facilmente ao local onde se realizava o evento, outra surpresa: auditório do CIAEI (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba), cedido pela prefeitura local. Era a 29ª edição desse concurso e, até por isso, acabamos nos encontrando com muitas pessoas conhecidas, inclusive os três jurados… vindos de São Paulo!, e de cidades vizinhas.

Chegamos no momento da abertura oficial, a tempo de ouvir a confirmação, da parte de um dos oradores, de que a cidade tinha sido mesmo considerada como dos melhores IDH do país e, por isso, até recomendando à plateia um pequeno tour por ela. Nem era preciso, como percebemos na hora de irmos embora, porque o CIAEI fica localizado dentro do Parque Ecológico e quando fomos pegar o carro, agora menos afoitos, reparamos que apenas um alambrado nos separava de uma pequena multidão de famílias que faziam piqueniques no gramado em torno do lago… limpo.

Voltei a sentir cócegas em relação a morar no interior… a favor da vida interior.

 

Em prol da saúde

Fisiológica e da alma…

Qualidade de vida.

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    SILVIO SANO > NIPÔNICA: O ano que não acabou?! Quando comecei a escrever, o primeiro título que me veio foi a frase de Ronnie Von, logo após ter se tornado, assim como eu, mais uma vítima dessa inc...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: As terras de ni...             Por momentos, ouviu-se na cidade, dos lavradores vindos dos cafezais, de que o Grande ...
    JORGE NAGAO: O Cruzeiro Do Marcileno  Marcileno Magal, primo do Sidney idem, realizou o sonho de viajar num cruzeiro, apesar de ser atleticano fanático e de detestar Tom Cruise, cruzeiro ...
    BELEZA BY YUMI KATAOKA: Look “Blue Smoke Eyes”...   Olá amigas !! Hoje vamos fazer um look “Blue Smoke Eyes” pra vocês arrasarem.       É super facil. Vamos l...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *