SILVIO SANO / NIPÔNICA: NO FUTURO DO KARAOKÊ – PARTE II


De volta de Jacareí, findo o Paulistão, assediado que fui por pessoas de grande representatividade perante a principal entidade do karaokê no Estado (UPK), retornei de lá pensando na possibilidade de soltar já uma segunda parte daquela de mesmo título, por sinal, a imediatamente anterior a esta. Daí, na 3ª feira, ao receber o email de um leitor (Edsel Haruki Ikeda), não tive mais dúvida… até para mantermos mesmo quente o debate, conforme observei, em prol do bom karaokê.

Como a mensagem do Ikeda-san é meio longa, não por censura, mas para o escriba aqui não perder espaço dentro do próprio… rsrs, mostrarei apenas detalhes: “Caro colega Silvio, na sua coluna do dia… futuro do Karaoke… onde cita o envelhecimento dos participantes e o sumiço dos jovens…sim, pura realidade, mas também é de conhecimento de todos, que há de muito errado nos regulamentos destes eventos… por exemplo.. muitos… professores concorrerem… com alunos. Ora, deveria ter uma categoria só de professores… Muitos dos jurados que julgam eventos grandes como UPK (Paulistão), são professores de muitos dos que participam… se houver empate entre um aluno seu com um de outro, logicamente… dará o ponto a mais ao seu… e para dizer… a verdade, o karaokê está se tornando um comércio e não mais um evento de amizade(Shinboku)… Abraços.” Recado à UPK. Né, não?!

E em se falando dela, conforme afirmei no primeiro parágrafo, retornei de Jacareí com uma pulga atrás da orelha. Oras, se falamos em futuro, como ficar ouvindo coisas ligadas a retrocesso, de volta ao passado? Assim não dá, né!

Bom, na primeira parte abordei como razões de afastamento dos jovens as insatisfações com posturas provindas das próprias associações organizadoras dos eventos e com exemplos “feios” vindos de cima. Assim, como evitar? E se esse tipo de exemplo, “feio”, vier de mais acima ainda, como da própria principal entidade UPK, por exemplo? Como se não bastasse o que assistimos, calados, diariamente, de exemplos “feios” vindos do Planalto Central do País, inclusive da própria principal mandatária e que acabará levando o país à bancarrota… se já não está levando, agora teremos de conviver com a mesmice aqui embaixo também… justamente num ambiente ligado à música, à harmonia, à integração e à paz?

No momento é o que está ocorrendo. Mérito dela. Mas é preciso lembrar de que, assim como a Constituição de um país, Estatuto não é como a… Casa da Mãe Joana!, que pode se mudar a bel prazer dos que estão no poder. E, atenção!, isso tem nome!

Portanto, caro simpatizante do karaokê, se tiver alguma opinião, não apenas para tentarmos atrair de volta os jovens (até os… 60!!, corrigiram-me em Jacareí), razão primeira do tema, como também para que a entidade não se transforme no retrato do país, até porque somos nipo… brasileiros, escrevam, assim como fez o Ikeda-san. Aliás, sua contribuição servirá até como ensaio para as eleições de outubro para se colocar o Brasil de volta ao rumo certo. Já estou sentindo no ar uma Parte III… Né, não?!

 

 

É pra renovar?

Tudo bem. Dentro da lei.

Pra não degringolar.

 

 

Silvio Sano

é arquiteto e escritor. E-mail: silviossam@gmail.com

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

ERIKA TAMURA: Sangue Corinthiano   Dia 14 de abril de 2013, será realizado no Japão o evento Sangue Corinthiano, organizado pela torcida Gaviões da Fiel Sub Sede Japão. Con...
CANTO DO BACURI > Mari Satake: 2017, Salve! Feliz ... O novo prefeito prometeu, a cidade será limpa e bonita. Seu secretariado foi convocado. As seis horas da manhã do primeiro dia de seu mandato, todo...
SILVIO SANO > NIPÔNICA: Serviços Públicos   Por esses dias, uma cena e uma data fizeram com que retomasse esta Nipônica nos moldes originais, ou seja, fazendo reflexões sobre compo...
JORGE NAGAO: Primeiramente e Gol Inesquecível Primeiramente, o lançamento!   Beth, Manu Araujo, Mauricio Kanno, Sonia Nabarrete e JN.   Após o golpe de 2016 que afastou Dilm...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *