SILVIO SANO > NIPÔNICA: Palácio da Mãe Joana!

resized_niponica4-15

 

Ai… ai… ai… Está mesmo difícil retomar a Nipônica nos moldes originais… e muito fácil entender porque José Simão apelidou nossa Nação (?) de “País da Piada Pronta”, às vezes, sem graça, às vezes até, suja, pornográfica.

Pois bem, minha última Nipônica foi postada no Portal Nikkei no dia 30 de março e publicada neste JN, no dia 31. No dia seguinte, 1º de abril, a presidente Dilma recebeu no Palácio do Planalto, num evento para desapropriação de terras para reforma agrária em vários estados do país e para a promoção da igualdade racial, representantes de entidades relacionadas, além da claque para compensar a turbulência que vem recebendo ultimamente, por justas razões.

Durante a cerimônia, como não podia deixar de ser, aproveitando o ambiente propício do mesmo, mandou ver naquilo que só eles acham ser golpe, transformando-o num palanque particular. Até aí, não tudo bem, mas sem novidade, partindo dela. O problema veio a seguir, quando deu a palavra ao secretário de Finanças da Contag, Aristides Santos, que começou a defender, em altos brados, a ocupação de propriedades… dos deputados que votassem a favor do impeachment da presidente e, inclusive… seus gabinetes!! E pior, recebeu forte abraço da presidente após sua fala!

Como se não bastasse, no dia 5, em entrevista após evento em Brasília para tratar da segurança do revezamento da tocha dos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro, o novo Ministro da Justiça, Eugênio Aragão, pareceu avalizar o manifesto do secretário da Contag, associando-o à Lei de Newton, de que a toda ação corresponde uma reação igual em sentido contrário (?!!)… e nem fez referência a ter ocorrido dentro do Palácio do Planalto!

Um dia antes, foi a vez do ministro Marco Aurélio Mello, no tradicional programa Roda Viva, da TV Cultura, quando deixou claro sua postura em relação a esse desgoverno atual. Sem contar que na semana anterior, já cometera um deslize ao deixarem vazar, por engano, um rascunho de sua liminar a um mandado de segurança para abrir processo de impeachment ao vice-presidente, Michel Temer, na Câmara. Na entrevista, o ministro foi “emparedado” pelo excelente jornalista José Nêumanne Pinto que ainda teve a ousadia de afirmar: “Ministro, eu sou um cidadão de bem, mas se fosse um bandido eu adoraria ter foro privilegiado…

De minha parte, anexo a tira que fiz em 2012, época do Mensalão, em que não o incluía entre os dois citados, pelo contrário!

 

O que esperar?

Palácio da Mãe Joana!

Ministro sem toga!

 

SILVIO SANO

SILVIO SANO

é arquiteto, jornalista e escritor.

E-mail: silvio.sano@yahoo.com
www.nikkeypedia.org.br/index.php/Silvio_Sano
SILVIO SANO

Últimos posts por SILVIO SANO (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: O hábito da leitura Estou lendo um livro que diz sobre as etapas para se redigir um bom texto, praticamente um guia de escrita, e não tem segredo nenhum para escrever bem...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: A tatuagem | Aq... A tatuagem Nunca marquei o corpo Nenhuma cicatriz Nenhuma tatuagem Nenhuma mensagem Inscrita na epiderme Que pulsa sem cessar Um aquoso per...
    BEM ESTAR: Centelha de luz Na inocência e na ingenuidade da vida, havia uma centelha de luz piscando dentro de mim, que trazia imaginações para alegrar o ambiente, para que essa...
    MEIRY KAMIA: Como arrumar emprego em tempos de cri... Com a taxa de desemprego chegando aos 8% no primeiro trimestre de 2015, é natural que se veja mais pessoas desesperadas pela falta de emprego e/ou com...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *