SOFTBOL: 15ª edição da Taça Tiemi Yajima acontece neste fim de semana em Ibiúna

Neste fim de semana (18 e 19), com a realização do Torneio Início de Softbol Feminino Sub 13 (Aberto) e Festival T-Bol Feminino “Taça Tiemi Yajima” 2017, no Centro de Treinamento da Yakult/Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol (CBBS), Nelson Yajima estará dando continuidade a um evento que teve início em 2003, quase dez anos depois da morte precoce de sua filha, Tiemi, que foi uma das pequenas atletas que iniciou (aos 6 anos) a prática do softbol (uma das pioneiras do esporte na época, em 1989) pelo Shida B.S.C, vindo a falecer em 1994, com apenas 11 anos de idade.

 

Em 2016, título da categoria Sub 13 ficou com a equipe do Nikkey de Marília

 

Como forma de prestar uma homenagem à filha e também “incentivar a prática deste esporte saudável nas crianças desde cedo”, Yajima idealizou a competição. Torneio que abre o calendário oficial de atividades da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol, a Taça Tiemi Yajima chega este ano a sua 15ª edição com a participação de dez equipes na categoria Sub 13 e outras quatro na T-Bol.

Na Sub 13 participam: Gigantes, Atibaia, Gecebs, Nikkey Clube de Marília, Maringá, Nikkei Curitiba, Nippon Blue Jays, Pinheiros e Tozan. Cooper Clube, Maringá, Nikkei Curitiba e Nippon Blue Jays serão as representantes na T-Bol.

 

Obejtivo da competição é estimular as novas gerações

 

Segundo Yajima, que também é o atual Diretor de Softbol da CBBS, alcançar esta marca dá uma motivação a mais para continuar. “Às vezes dá vontade parar, mas quando a gente vê o bem que isso faz, não só para a garotada como também para os pais e dirigentes, somos que praticamente obrigados a continuar”, conta Yajima, que conta com a ajuda de amigos e da família para arcar com os custos da competição – como diferencial, Yajima distribui medalhas e mimos para todas as participantes.

 

Confraternização entre atletas é uma marca registrada

 

Yajima lamenta, apenas, a diminuiição do número de praticantes nesta modalidade. “A quantidade de times é quase a mesma, mas antes cada equipe vinha, em média, com 16 jogadoras. Hoje, esse número caiu para 14”, destaca o dirigente, que constatou também o aumento de número de atletas não descendentes de japonesas, “graças, em parte, pelo trabalho social que muitos clubes realizam”.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    15º Torneio Início de Softbol Feminino Sub 13 (Aberto) e Festival T-Bol feminino “Taça Tiemi Yajima” 2017

    Onde: CT Yakult (Rodovia Bunjiro Nakao, km 58,5 – Ibiúna – SP)

    Quando: Dias 18 e 19 fevereiro, a partir das 8 h. Congresso Técnico: 7h30

    Encerramento: a partir das 13h do domingo

    Entrada franca

    Informações: (11) 99985 3060 (com Nelson Yajima)

     

    Related Post

    SUMÔ: Campeonato Brasileiro define representantes ... A Confederação Brasileira de Sumô (CBS) realiza neste fim de semana (21 e 22), a partir das 8 horas, no Ginásio de Sumô do Conjunto Esportivo e Cultur...
    BEISEBOL: GECEBS Campeão do XIII Campeonato Brasil...   Realizado nos dias 13 e 14 de abril de 2013 a fase final do XIII CAMPEONATO BRASILEIRO DE BEISEBOL INTER CLUBES SUB 21 – 2013, na sede ACEL ...
    ESPORTES: A dupla Campeã de Futebol Freestyle do J...  Se eles fazem sucesso com a bola em campo, só Deus sabe. Mas no palco a dupla campeã japonesa na modalidade Futebol de Freestyle, Yosshi e Yu-J, do g...
    AUTOMOBILISMO: Nikkei busca patrocínio para subir ... Imagine a seguinte cena: Manhã de domingo, em um autódromo qualquer. O piloto Igor Omura Fraga cruza a linha de chegada e comemora mais uma vitória na...

    One Comment

    1. eu estava la e joguei representando o time de pinheiros
      amo praticar softball e o tiemi yajima foi o primeiro campeonato oficial que eu fui.
      d++++ amei do coracao

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *