SOFTBOL: Apesar da crise, Taça Tiemi Yajima mantém tradição há 14 anos

A crise financeira está afetando o desenvolvimento de várias modalidades esportivas no país, principalmente aquelas que não tem para onde correr. É o caso do softbol. Fora do programa olímpico desde 2008, em Pequim e, consequentemente longe dos holofotes e de qualquer possibilidade de receber investimento do governo federal, o esporte sobrevive graças ao trabalho de abnegados. Um exemplo é o  Torneio Início de Softbol Feminino Sub 13 (Aberto) e Festival T-Bol feminino “Taça Tiemi Yajima” 2016, que acontece n os dias 13 e 14 deste mês, no Centro de Treinamento da Yakult/CBBS, em Ibiúna (SP).

 

A equipe do Paraná Clube conquistou o torneio em 2014: competição deve reunir 12 times este ano (Arquivo)

A equipe do Paraná Clube conquistou o torneio em 2014: competição deve reunir 12 times este ano (Arquivo)

 

Evento que abre oficialmente o calendário da CBBS, a competição foi idealizada pelo diretor técnico comissário da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol (CBBS), Nelson Yajima, que atua também como supervisor do Departamento de Árbitros da entidade ou, resumindo, um voluntário da entidade.

Yajima organizou o torneio como forma de homenagear e manter viva a memória de sua flha, Tiemi Yajima, que faleceu em 1994, com apenas 11 anos de idade. Às custas de muito sacrifício, a competição atingirá sua 14ª edição este ano com a participação de 12 equipes: Maringá “A” e “B”, Paraná Clube, Nikkei Curitiba, Marília, Tozan, Indaiatuba, Atibaia, Gecebs, São Paulo-Giants, Arujá-Universo e Coopercotia. Praticamente o mesmo número de equipes do ano passado, com a ausência da Aelu, do Peru.

 

Yajima entrega a taça para Maringá, campeã do ano passado

Yajima entrega a taça para Maringá, campeã do ano passado

 

Crise – “Na verdade, a maioria das equipes, especialmente as da Capital, estão sofrendo uma redução no seu quadro de atletas, diria que em cerca de 30%”, explica Yajima, afirmando que “nosso objetivo sempre foi o de incentivar as categorias de base, que contam com apenas dois campeonatos ao longo do ano promovidos pela CBBS”. “A maioria dos times da Capital vem incompletos.”, conta Yajima, lembrando que chegou a consultar os dirigentes da equipe de Maringá, última campeã do torneio, para saber se daria ou não continuidade ao torneio. “Eles me disseram para continuar, caso contrário aí sim, é que a categoria acabaria de vez”, assegura Yajima, explicando que sua decisão não estava apenas na escassez cada vez maior de atletas, mas também na crise financeira pela qual passa o país.

 

Torneio é uma das duas competições da categoria

Torneio é uma das duas competições da categoria

 

“Em 2015 já senti dificuldade em realizá-lo por ser um evento diferenciado, em que desde a primeira edição distribuo brindes e prêmios a todas as atletas, independentemente da classificação. Essa é uma marca do torneio, que todas as crianças ficam esperando”, diz Yajima, afirmando que praticamente arca com os custos sozinho. “Oficialmente não tenho ajuda, recebo ajuda apenas de amigos”, destaca ele, acrescentando que este ano as homenagens serão mais singelas.

 

Atletas aguardam competição com ansiedade

Atletas aguardam competição com ansiedade

 

“Mas também temos nossas recompensas. É muito gratificante quando uma jogadora de seleção fala que ainda guarda a medalha que ganhou. Isso não tem dinheiro que paga”, garante Yajima.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     


     

     

    14º Torneio Início de Softbol  Internacional Feminino Sub 13 (Aberto) e Festival T-Bol feminino “Taça Tiemi Yajima” 2016

    Onde: C.T. Yakult – Rodovia Bunjiro Nakao, km 58,5 – Ibiúna (SP)

    Quando: Dias 13 e 14 de fevereiro. Abertura: a partir das 8 horas

    Informações pelo telefone: 11 99985-3060

    Entrada franca

     

     

    Related Post

    SHAPE UP SHAPE: Bunkyo inicia aulas de modelagem c... Shape up Shape. Divulgação A Comissão de Incremento Social do Bunkyo está iniciando uma série de aulas semanais do método Shape up Shape voltadas ...
    FUTEBOL: Brasileiro de 11 anos é contratado pelo K... Erick Fujii despertou também o interesse do Urawa Reds, mas preferiu a equipe de Ibaraki   Por  Hilda Handa/JPTV   Erick Fujii ...
    BEISEBOL: Ibiúna é campeão de torneio patrocinado... O Coopercotia Atlético Clube realizou no dia 28 de agosto, o 3 º Torneio Pré-Junior de Beisebol. Patrocinada pela Aliança Cultural Brasil-Japão, a com...
    TÊNIS DE MESA: Hugo Calderano, futuro Guga do têni... No último final de semana, pude acompanhar os melhores atletas do país, no 50º Campeonato Brasileiro San-Ei de Verão por Equipes e Individual, realiza...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *