SUMÔ: Nova Central e São Paulo garantem continuidade do sumô nacional

Vice-campeão na contagem geral de pontos, tanto no Masculino como no Feminino, a equipe da Nova Central foi um dos destaques do 38º Campeonato Masculino e do 18º Campeonato Feminino de Sumô, competições realizadas no último dia 3, no Ginásio de Sumô do Bom Retiro.

 

A equipe da Nova Central repetiu o ótimo desempenho do ano passado e ficou em segundo no geral. Foto: Aldo Shiguti.

A equipe da Nova Central repetiu o ótimo desempenho do ano passado e ficou em segundo no geral. Foto: Aldo Shiguti.

 

A exemplo da edição passada, a Nova Central garantiu um lugar no pódio graças ao empenho pessoal da atleta Luciana Watanabe. Formada em Pedagogia e Educação Física, Luciana coordena o projeto “Lutas Como Forma de Educação” em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e com a Prefeitura Municipal de Suzano.

Foi por intermédio do projeto que Luciana conseguiu levar 30 alunos na faixa etária de 6 a 7 anos de duas escolas da rede municipal de ensino de Suzano para competir no Bom Retiro. “É interessante para que eles sintam esse clima de amizade e aprendam que ganhar ou perder faz parte de todo esporte. Mas o mais importante é que eles tenham noções de como se tornarem bons cidadãos no futuro”, conta Luciana, lembrando que todos os seus alunos viajam acompanhados dos pais ou responsáveis.

 

A professora Livia Higuti com seus alunos: “o sumô encanta”. Foto: Aldo Shiguti

A professora Livia Higuti com seus alunos: “o sumô encanta”. Foto: Aldo Shiguti

 

Bons alunos – “Desta forma elas se sentem valorizadas”, explica ela, afirmando que para fazer parte do projeto o aluno precisa seguir um “combinado” de recomendações. “Primeiro, eles não podem faltar três vezes consecutivas ou seis vezes por ano nos treinos, que acontecem um vez por semana. Em segundo eles têm que ser bons alunos e, por último, mas não menos importante, eles não podem brigar”, destaca Luciana, que a cada luta de seus alunos faz questão de sentar no banco para dar as últimas instruções.

E o projeto tem servido de inspiração também para outras parcerias de sucesso. Como a que aconteceu este ano entre a equipe do São Paulo e a Academia de Judô Pissara, da zona Norte de São Paulo, que levou 11 alunos, entre 5 e 14 anos, da professora Lívia Higuti para o dohyo do Bom Retiro. “A comunidade que pratica artes marciais é muito unida e sempre ficamos sabendo de um ou outro trabalho, como o da Luciana Watanabe. Apesar de divergir em algumas regras, um complementa o outro”, conta Livia, lembrando que conheceu o sumô através do filho, Raul Pissara, de dez anos. “Ele ficou entusiasmado quando descobriu que também podia lutar”, explica Livia, admitindo que ficou admirada ao constatar que cerca de 70% dos praticantes de sumô são de nãos descendentes de japoneses.

“Essa abertura é muito interessante porque ajuda a acabar com alguns preconceitos que cercam o sumô”, diz Livia, acrescentando que pretende aplicar no judô o que está aprendendo no sumô. “O

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

     

    Resultados do 38º Campeonato Masculino e do 18º Campeonato Feminino de Sumô

     

    Masculino Individual

    Mirim C: 1) Paulo Bueno (Nova Central), 2) Igor Felipe (S.Paulo), 3) Henrique Duarte (Nova Central), 3) Kauan Vaqueiro (Norte )

    Mirim B: 1) Vinicius Rocha (Sudoeste), 2) João Pedro Butinhão (S.Paulo), 3)  Lucas Ribeiro (S.Paulo), 3) Kevin Matos (S.Paulo)

    Mirim A: 1) Pedro Villalba (Norte), 2) Vitor Okimura (Santo Amaro), 3) Bredon Uehara (Sto Amaro), 3) Pedro Cavalheiros (Sudoeste)

    Infantil: 1) João Villalba (Norte), 2) Mateus Augusto (S.Paulo), 3) Gustavo Silva (Sudoeste), 3) Fernando Borri (Sudoeste )

    Juvenil: 1) Tiago Prodocío (Norte), 2) Jeferson Pereira (Sudoeste), 3) Vitor Freitas (Sudoeste), 3) Robert Silvino (Nova Central).

     

    Masculino Por Equipes

    Mirim C: 1) Nova Central, 2) São Paulo.

    Mirim B: 1) São Paulo, 2) Nova Central;

    Mirim A: 1) Sudoeste, 2) Nova Central;

    Infantil: 1) Sudoeste, 2) Grande ABC, 3) Nova Central;

    Juvenil: 1) Sudoeste, 2) Norte, 3) Nova Central.

     

    Contagem Geral de Pontos: 1) Sudoeste (46 pontos), 2) Nova Central (39), 3) São Paulo (31)

     

     

    Feminino Individual

    Mirim C: 1) Maria E. Dantas (Nova Central), 2) . Maria E. Soares (Nova Central), 3) Rebecca Sakashita (Sudoeste), 3) Ana Clara Fukushima (Sudoeste);

    Mirim B: 1) Tammy Nicole (Norte), 2) l Larissa Vitoria (Sudoeste), 3) Namie Fukushima (Sudoeste), 3) Dandara Pelegrini (S.Paulo);

    Mirim A: 1) Rafaela Pereira (Sudoeste), 2) Karen de Freitas (Nova Centra), 3) Corina Rodrigues (Nova Central), 3) Stephanie Drielle (Sudoeste);

    Infantil: 1) Gabriela Machado (Sudoeste), 2) Giovana Pereira (Nova Central), 3)  Julia Caroline (Sudoeste), 3) Alicia Marrie (Sudoeste);

    Juvenil: 1) Sara Gomes (Nova Centra), 2) Vitoria Trajano (Sudoeste), 3) Mayara Pereira (Sudoeste), 3) Vitoria Hirsaelly (Sudoeste).

     

    Feminino Por Equipes:

    Mirim C: 1) Nova Central, 2) Sudoeste;

    Mirim B; 1) Nova Cetral, 2) Sudoeste;

    Mirim A: 1) Nova Cetral, 2) Sudoeste, 3) São Paulo;

    Infantil: 1) Sudoeste, 2) Nova Cetral;

    Juvenil: 1) Sudoeste, 2) Nova Cetral.

     

    Contagem Geral de Pontos: 1) Sudoeste (70 pontos), 2) Nova Cetral (63), 3) São Paulo (6)

     

     

    anu1

    anu2

    Related Post

    SOFTBOL: Apesar da crise, Taça Tiemi Yajima mantém... A crise financeira está afetando o desenvolvimento de várias modalidades esportivas no país, principalmente aquelas que não tem para onde correr. É o ...
    HAICAI: Inscrições para Concurso Mundial para cria... Estão abertas as inscrições para o 13º Concurso Mundial de Haicai para Crianças (2013-2014). O prazo termina dia 15 de abril. Podem participar estudan...
    FÉ: Brasileira doutrina japoneses à distância A pastora Rita Andrade é autora de dezenas de livros religiosos – um deles foi até traduzido para o japonês como “Inoti Wa Tsuzuku” (A Vida Continua)....
    SÃO PAULO: Comerciantes de feiras livres ganham da...  No ano em que se comemora o centenário das feiras livres na cidade de São Paulo, o projeto de Lei nº 25/14 faz um reconhecimento justo aos comerciant...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *