TAIKÔ: ABT realiza 1º Simpósio para dar uma ‘diretriz’ aos grupos

Acontece no dia 19 de novembro, das 8 às 18 horas, no Salão Nobre do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), o 1º Simpósio da Associação Brasileira de Taikô (ABT). Segundo o presidente da entidade, professor Ii-sei Watanabe, o evento constará de cinco temas: Estrutura, Cultura, Educação Física, Primeiros Socorros e Artístico, além de um Fórum.

 

Grupo Mirim do Zenshin Daiko. Foto: Divulgação

Grupo Mirim do Zenshin Daiko. Foto: Divulgação

 

O coordenador geral da ABT, Victor Uemura, explica que foram convidados especialistas para debater o tema. O jurado e vice-presidente da ABT, Marcos Teruo Tanaka, abordará o tema “Estruturação – Formação e gestão de um grupo de taikô”. O fabricante de taiko e professor Yoohey Kaito palestrará sobre “Cultura – Cultivando valores através do taikô”, enquanto o professor de Educação Física Hiroshi Kajiwara vai falar sobre “Educação Física – Taiko e o exercício físico”. “Primeiros Socorros – Palestra básica informativa” ficará a cargo de uma equipe do Corpo de Bombeiros. Já “Artístico – Expansão artística: como explorar a criatividade” ficará a cargo do fundador do grupo Ishindaiko, de Londrina, Lucas Yoshio Muraguchi. No final, os participantes poderão esclarecer as suas dúvidas.

 

De acordo com a ABT, país conta hoje com 56 grupos de taikô: número já foi bem maior. Foto: Felipe Tamashiro

De acordo com a ABT, país conta hoje com 56 grupos de taikô: número já foi bem maior. Foto: Felipe Tamashiro

 

Segundo Uemura, o evento surgiu de uma “necessidade”. “De uns tempos para cá, estamos constatando que muitos associados estão enfretando dificuldades para se estruturarem”, diz o coordenador, afirmando que um dos motivos é a “falta de administração”. O objetivo, conta, é “dar uma diretriz aos grupos para que eles caminhem sozinhos”.
Para o secretário da ABT, Felipe Okuno Matsumoto, nos últimos três anos, a entidade sofreu uma queda no quadro de associados. “Tivemos uma redução de 80 para os atuais 56 grupos porque muitos acabaram se desassociando por não conseguirem se manter”, diz Matsumoto. O presidente da ABT, lembra que, no auge, a entidade já teve cerca de 120 grupos espalhados pelo território nacional.

 

Nível técnico dos brasileiros está evoluindo gradativamente. Foto: Felipe Tamashiro

Nível técnico dos brasileiros está evoluindo gradativamente. Foto: Felipe Tamashiro

 

Isso aconteceu, principalmente, antes e durante as comemorações dos Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, cujo um dos pontos altos foi a festividade oficial realizada no Sambódromo com a presença do príncipe Naruhiro. A cerimônia contou com a participação de mais de 1000 tocadores de grupos de todo o país.

 

Victor Uemura, Ii-sei Watanabe e Felipe Matsumoto, da ABT. Foto: Aldo Shiguti

Victor Uemura, Ii-sei Watanabe e Felipe Matsumoto, da ABT. Foto: Aldo Shiguti

 

Uemura destaca que o problema maior é no interior do Estado de São Paulo, “onde não há uma continuidade por causa dos estudos”. Segundo ele, existe uma forma de “estancar” essa queda. O remédio, observa, é “agir preventivamente antes que o mal aconteça”. “Para isso é necessário mais investimentos nas categorias de base e adulto”, explica Uemura.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    1º Simpósio da Associação Brasileira de Taiko

    Quando: Dia 19 de novembro

    Horário: Das 8 às 18 horas

    Onde: Salão Nobre do Bunkyo (Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – próximo à estação São Joaquim do metrô)

    Investimento: De R$ 250,00 (para associados da ABT) e R$ 400,00 (para o público em geral). Incluso café da manhã e almoço. Vagas limitadas

    Informações e inscrições: 11/3207-1261 e 3341-1077

    E-mail: abt@taikobrasil.com

    Related Post

    COMUNIDADE: Fundação Kunito Miyasaka faz doação ao...   Com a doação de R$ 120 mil da FKM - Fundação Kunito Miyasaka, o Hospital Santa Cruz adquiriu duas mesas cirúrgicas para procedimentos gerais...
    MEIO AMBIENTE: Circuito dos Bosques Comemorativos ... O Instituto Florestal (IF), a Coordenadoria de Parques Urbanos (CPU) da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e a Associação dos Bolsisas Jica SP (Abj...
    COMUNIDADE OKINAWANA: ORGANIZADORES COMEMORAM RESU... A Associação Okinawa Kenjin do Brasil (AOKB) e o Urizun (Circulo de Ex-bolsistas de Okinawa no Brasil), realizaram no dia 19 de novembro, no Auditório...
    VINHEDO: Acenvi anuncia novidades para a 7ª edição... A Associação Cultural e Esportiva Nikkey de Vinhedo (Acenvi) realiza de 13 a 15 deste mês, no Parque Municipal Jayme Ferragut, a sétima edição do Fest...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *