TEATRO: Eduardo Okamoto estreia OE inspirado em Kenzaburo Oe estreia em São Paulo

Estreia nesta segunda (4), em curta temporrada, no Sesc Consolação, espetáculo solo do ator Eduardo Okamoto, OE. Apresentado recentemente na Mostra Oficial do Festival de Curitiba em estreia nacional e com excelente repercussão, OE é livremente inspirado na obra do escritor japonês Kenzaburo Oe (Prêmio Nobel de Literatura/1994) – sobretudo, no romance autobiográfico Jovens de um novo tempo despertai! No livro, o autor procura definições sobre a sociedade e a vida (morte, sonho etc.) para o seu filho mais velho, deficiente intelectual.

 

Okamoto estudou butô com o filho do mestre Kazuo Ohno. (Foto: Fernando Stankus/Divulgação)

Okamoto estudou butô com o filho do mestre Kazuo Ohno. (Foto: Fernando Stankus/Divulgação)

 

A enfermidade do filho – que viveu até os seis anos de idade sem desenvolver a capacidade da fala – é recorrente na obra de Kenzaburo Oe. Demonstrando grande sensibilidade auditiva e aprendendo a falar ao reconhecer o som dos pássaros, o menino aprendeu a tocar piano e, hoje, é compositor respeitado no Japão e fora dele.

O espetáculo, porém, não se limita a uma narrativa sobre autossuperação. Assim, não se dramatiza passagens da obra do autor nipônico. Vê-se nela impulso para a abertura de imaginários. A partir da prosa de Oe, o dramaturgo Cássio Pires escreveu um texto inédito: um poema para a cena que sintetiza 28 imagens. Estas imagens procuram se equilibrar nas bordas entre sonho e memória, vivência e imaginação, palavras e não-ditos.

O resultado é uma cena que não estabelece limites claros entre a singularidade de um único homem e a universalidade do conjunto plural dos homens. A partir de uma narrativa pessoal, o espetáculo propõe um chamado para novas formas de cidadania, baseadas na responsabilidade intransferível de cada ser sobre suas ações: “[há uma] conexão existente entre a violência em escala mundial, representada por artefatos nucleares, e a violência existente no interior de um único ser humano”, escreve Kenzaburo Oe.

Além disso, o espetáculo toma a ficção como uma forma, comparável ao universo simbólico dos sonhos, de significar as experiências. O mundo só faz sentido quando contado, reinventado pela história. No ato de narrar, assim, haverá sempre espaço para a vivência de jornadas e, sobretudo, aprendizado.

O processo de pesquisa para a obra incluiu um estágio de Eduardo Okamoto, em fevereiro de 2014, no Kazuo Ohno Dance Studio, no Japão.

 

 

Espetáculo: Oe

SESC Consolação

Rua Dr. Vila Nova, 245.

Estreia em 04/05, segunda-feira, às 20h.

De 04/05 a 03/06.

Segundas, terças e quartas-feiras, às 20h.

Duração: 60 min. Espaço Beta – 3º andar.

Capacidade:  40 lugares

Ingresso: R$ 20,00 [inteira]; R$ 10,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]e R$ 6,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

Horário de funcionamento da unidade

segunda a sexta 7h às 22h

sábados e feriados (exceto domingos) 10h às 19h

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

TAIKÔ: 4ª edição do Itigo Itie acontece neste sába... Três dos mais tradicionais grupos de taiko do Brasil – Kawasuji Seiryu Daiko, de Atibaia; Shinkyo Daiko, de São Caetano do Sul, e o Kien Daíko, de São...
MÚSICA: Cantar, a paixão de Isadora Kataoka   Cantar é a paixão de Isadora Kataoka. Desde pequena, com sete anos, já demonstrava  amor pela música e palco.  Tudo começou no Nipo de Campi...
ARTES: MHIJB apresenta a exposição ‘Tomoo Handa &#... Pintor, desenhista, historiador, escritor e jornalista, Tomoo Handa (Utsunomiya, Japão, 1906 - Atibaia, SP, 1996) desembarcou no Brasil em 1917, com a...
MEMAI: MANABU MABE EM COLEÇÃO DA FOLHA   Capa da edição Manabu Mabe da Coleção Folha . Imagem: divulgação. O pintor Manabu Mabe é o tema da edição 13 da Coleção Folha Grande Pin...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *