TÊNIS DE MESA: Como foi o Mundial por Equipes da Malásia

Realizado entre 28 de fevereiro e 6 de março, em Kuala Lumpur, na Malásia, o Campeonato Mundial por Equipes reuniu mais de 90 países e dividido em 4 categorias: 24 países na 1ª Divisão, 24 na 2ª e assim sucessivamente.

Pela 1ª vez na história o Brasil jogou na 1ª Divisão feminina, devido ao título conquistado no Mundial de Tóquio 2014, já que se fossem usar o critério de ranking, assim como o masculino, a equipe ficaria na 2ª Divisão.

 

resized_Equipe Masculina

Equipe Masculina. Foto: divulgação.

 

A equipe masculina, durante 22 meses, ficou na 1ª Divisão segundo o critério de ranqueamento da ITTF (Federação Internacional), feito da seguinte maneira: Como se fosse um jogo de equipes, o resultado é baseado no ranking mundial de cada atleta, Tsuboi e Calderano tinham boa pontuação, porém, Thiago e Cazuo não, daí no mês que decidiu quem ficaria na 1ª Divisão, o Brasil ficou em 24º e foi trocado pelo país sede (critério utilizado pela 1ª vez), onde a própria Malásia não queria jogar nesta categoria, por ser muito forte e ter que se apresentar no ginásio principal seria vexaminoso e assim foi, perdendo seus 6 jogos.

resized_Trofeu Mundial

Marcos Yamada com o troféu do Mundial desde 1926. Foto: divulgação.

Resumindo, Brasil na 2ª Divisão venceu 7 jogos perdendo apenas a final para a Índia, por 3 a 2, porém, o vice-campeonato garantiu o acesso à 1ª Divisão em 2018, no Mundial de Halmstad Suecia.

Já o feminino perdeu seus 6 jogos e caiu para a 2ª Divisão, com destaque para a derrota sofrida (3 a 2) para a Alemanha, que colocou 2 atletas reservas nessa partida com o Brasil. Considero fantástica a apresentação da Bruna e Carol marcando os dois pontos da equipe na 1ª Divisão. Essa mesma Alemanha, com a equipe titular, venceu o favorita equipe do Japão na fase de grupos.

Na edição passada do Jornal Nippak, mostramos os resultados da 1ª fase, portanto, na 2ª fase o feminino perdeu para os EUA por 3 a 1, e o Masculino venceu a Bélgica por 3 a 1, e a Sérvia, também por 3 a 1,  e perdeu para a Índia na final.

Resultado da equipe Brasileira – Masculino: 26º lugar; Feminino: 23º lugar.

A China, pela 19ª vez, foi campeã no Masculino, sendo 8 vezes consecutivamente, seguida do Japão. Pela 20ª vez, a China também sagrou-se campeã no Feminino, seguida do Japão, que não teve chances na final, pois as equipes chinesas não perderam nenhum jogo (foram 24 vitórias dos atletas e nenhuma derrota).

O próximo Mundial será em Dusseldorf, na Alemanha. Na sequência, sediarão o evento as cidades de Halmstad, na Suécia, e Budapeste, na Hungria, onde esperamos um mundial melhor em solos Europeus.

 

Marcos Yamada – Enviado Especial para o Mundial

 

MARCOS YAMADA

MARCOS YAMADA

Engenheiro e Consultor Especialista em Tenis de Mesa
MARCOS YAMADA

Últimos posts por MARCOS YAMADA (exibir todos)

    Related Post

    ESGRIMA: ATLETA NIKKEI DO PROJETO ESGRIMA PARA TOD... O esgrimista Leandro Seini. Foto: divulgação O esgrimista Leandro Seini,15 anos, de Promissão (SP), disputará a Copa do Mundo Cadetes e Juvenil de...
    TÊNIS DE MESA/LIGA NIPO-BRASILEIRA: Itaquera Nikke... Um dos mais tradicionais clubes de tênis de mesa, o Itaquera Nikkey Clube, realizou no último dia 15, a 5ª etapa da Liga Nipo-Brasileira de Tênis de M...
    BEISEBOL: Ibiúna fatura título do Campeonato Brasi... Com uma vitória sobre Marília por 7 a 4, a equipe de Ibiúna sagrou-se campeã do 16º Campeonato Brasileiro de Beisebol Interclubes Sub 21, competição r...
    NIPPAK PESCA: Linhas A variedade de marcas e modelos às vezes se torna uma dificuldade a mais para o iniciante que, não tem como avaliar qual o mais apropriado para a pesc...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *