TÊNIS DE MESA: Nasce um ‘novo Gustavo Kuerten’ no tênis de mesa?

No Brasil não temos estrutura para manter um padrão de excelência em vários esportes de menor expressão.

Vivemos de resultados esporádicos de alguns talentos que surgem, num pequenos número de participantes, tal qual no tênis; após Guga, não tivemos mais campeões em Roland Garros, idem na ginástica com Arthur Zanetti. Quem sabe agora no tênis de mesa, após o fenômeno Biriba, quem sabe não teremos um novo ídolo?

Pela primeira vez a mídia brasileira deu tanta importância ao esporte tênis de mesa em todos os canais, pelo excelente resultado do carioca Hugo Calderano.

 

Calderano fez história no Aberto do Catar ao ficar em 2º no torneio. Foto: divulgação

 

Feito histórico, realizou o mesa-tenista brasileiro Calderano (21) no Aberto do Catar, no último final de semana. Hugo (15º no Ranking Mundial) venceu Timo Boll (37) atual número1 do Ranking Mundial, sendo que o detalhe foi ter sido pela segunda vez que ele derrotou o alemão, a primeira foi na “Bundesliga” quebrando a invencibilidade de Boll na competição mais valorizada na Europa.

Na sequência venceu Tomokazu Harimoto (14), o fenômeno japonês que surpreendeu o mundo pela precocidade, atual número 12 do Ranking, que recentemente conquistou o título nacional individual do campeonato japonês, tornando-se o mais jovem a vencer este desafio, onde participam mais de 30 mil atletas. Harimoto é filho de chineses radicados no Japão e havia vencido Calderano nos dois últimos confrontos.

Na semifinal, Calderano eliminou o número 4 do mundo, o chinês Lin Gaoyuan (22), um dos grandes favoritos da competição, chegando na final de uma etapa da Federação Internacional ITTF “Platinum”, que distribui prêmios de US$ 235mil. Na final enfrentou de igual o chinês Fan Zendhong, que na minha opinião, é o melhor mesa-tenista do planeta, o número 2 do Ranking Mundial, perdendo mas marcando sua performance no cenário mundial.

Hugo Calderano 4×1 Lim Jong Hoom (COR), 4X1 Timo Boll (ALE), 4X0 Tomokazu Harimoto (JAP), 4X0 Lin Gaoyuan (CHI) e 0x4 Fan Zendhong (CHI).

 

MARCOS YAMADA

MARCOS YAMADA

Engenheiro e Consultor Especialista em Tenis de Mesa
MARCOS YAMADA

Últimos posts por MARCOS YAMADA (exibir todos)

     

    Related Post

    NIPPAK PESCA: Origem e Evolução Humana – Parte I... Poucos sabem quem somos, de onde viemos e para onde vamos. O Homem ainda está em processo evolutivo? Por Marcelo Szpilman*     ...
    TÊNIS DE MESA: Brasileiros nas Olimpíadas de Lond...   Desde 1988, quando pela primeira vez a modalidade tênis de mesa ingressou nas Olimpíadas, o Brasil foi o único país da América Latina que co...
    BEISEBOL: Ibiúna fatura título do Campeonato Brasi... Com uma vitória sobre Marília por 7 a 4, a equipe de Ibiúna sagrou-se campeã do 16º Campeonato Brasileiro de Beisebol Interclubes Sub 21, competição r...
    COMUNIDADE: Livro resgata 56 anos da equipe de bei...   Para comemorar os 56 anos de atividades da equipe de beisebol da Medicina da USP, os 85 anos da Associação Atlética Acadêmica Oswaldo Cruz (...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *