TÊNIS DE MESA: Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 deixaram legados para a modalidade?

A tão esperada Olimpíada no Brasil, que seria a nossa grande chance de planificarmos e aproveitarmos todo o apoio ao esporte no país, deixou algum legado?

 

Hugo Calderano, de 20 anos: atleta já ocupou a 21ª posição no ranking mundial da ITT F: alegrias. Foto: Marcos Yamada

 

Ainda não temos um centro olímpico para a modalidade tênis de mesa, portanto, a seleção brasileira não tem um local próprio, como acontece em outros países como a Argentina, Chile, Peru e Paraguai, que já possuem centros de treinamentos para suas seleções.

Qualidade dos eventos oficiais nacionais e estaduais, não melhoraram em nenhum aspecto.

Ainda não temos uma política de esportes no Brasil, país que sediou uma Olimpíada.

Não temos plano de massificação e assim continuamos com os nossos 5 mil mesa-tenistas federados, contra 150 mil na França, 750 mil na Alemanha, um milhão no Japão e 10 milhões na China.

Em São Paulo, que concentra a maior quantidade de atletas e de melhor qualidade, não temos o piso oficial emborrachado para as competições, tampouco arbitragem oficial em todas as mesas. No último campeonato paulista de equipes, por exemplo, os próprios atletas que contavam.

Por outro lado tivemos boas notícias como:

  1. a) Uma excelente organização do tênis de mesa na Olimpíada e os nossos mesa-tenistas tiveram a oportunidade de ver os melhores do mundo jogando ao vivo.
  2. b) O país obteve grandes resultados com nossos atletas no cenário mundial.
  3. c) Sobrou muita infraestrutura dos Jogos Olímpicos, tais como mesas, pisos, etc.
  4. d) TheThona, uma grata surpresa do primeiro torneio profissional de qualidade, com filmagens, painel de Led, Drone, arbitragem oficial, transmissões ao vivo, shows, etc.
  5. e) Intercâmbio com diversos países dos nossos atletas de talentos, viajando para a China e Europa.
  6. f) Hugo Calderano, 20 anos, que já conquistou a 21ª posição no ranking mundial da ITTF-Federação Internacional, tem nos dado muitas alegrias com seus excelentes resultados internacionais.

Quem sabe melhoramos quando organizarmos uma próxima Olimpíada.

 

Atletas com a presidente da ADR Itaim Keiko, Minako Takahashi. Foto: Marcos Yamada

 

Melhores do ano

A CBTM – Confederação Brasileira de Tênis de Mesa é o órgão mais importante da modalidade no país, seguido da FPTM – Federação Paulista, pela quantidade de atletas e estrutura do estado.

A equipe da ADR Itaim Keiko/São José dos Campos, reconquistou o título perdido no ano passado de melhor clube do ano na FPTM, sendo recordistas em títulos, se tornando pela 25ª vez campeã (1989, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2001, 2002, 2003, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2016).

Após os resultados das seguintes etapas no ano de 2016: 1º a 5 º no Ranking Paulista, Campeonato Paulista da Divisão Geral, 2ª, 1ª e todas as categorias, mais o Campeonato Paulista de Equipes.  Participaram deste ano mais de 60 clubes –  lembrando que as Ligas são formadas pela união de várias agremiações.

Eis a classificação final: Campeã: ADR Itaim Keiko; Vice: Jundiaí; 3) Liga Vale; 4) São Caetano; 5) Liga Paulista; 6) Santo André; 7) Liga Santista; 8) Liga Metropolitana; 9) ADC Estrela; 10) Bauru; 11) Grupo Kenzen; 12) Ateme Cooper; 13) Sest Senat S.Vicente; 14) ACEAS Suzano; 15) São Bernardo; 16) Indaiatuba; 17) Valinhos; 18) Ucens Sorocaba; 19) Centro Chinês; 20) Nippon Country Club; 21) Rio Preto; 22) Acenbo Osasco.

A equipe da ADR Itaim Keiko, também se sagrou campeã no Torneio Profissional TheThona, na divisão de acesso e vice campeã na 1ª divisão, chegando nas duas finais no último evento oficial de 2016.

 

MARCOS YAMADA

MARCOS YAMADA

Engenheiro e Consultor Especialista em Tenis de Mesa
MARCOS YAMADA

Últimos posts por MARCOS YAMADA (exibir todos)

     

    Related Post

    KOBUDO: Niten comemora Dia do Samurai com ‘Guardiã...     O Instituto Niten celebrou o Dia do Samurai – comemorado oficialmente no dia 24 de abril, data de aniversário do fundador do Niten...
    BEISEBOL: Nippon Blue Jays fatura título do 59º Ca... A categoria Juvenil do Nippon Blue Jays sagrou-se campeã do 59º Campeonato Brasileiro Interclubes de Beisebol, competição realizada nos dias 14 e 15 d...
    SOFTBOL: Nikkei Curitiba é campeã da XI Taça Brasi...     Realizado nos dias 10 e 11 de agosto de 2013, no campo do Nippon Country Club em Arujá – SP, a XI Taça Brasil de Softbol Femin...
    NIPPAK PESCA: Expedição Fishing Co. – Parte I Toda pescaria tem uma história que a precede e muitas que a acompanham em nossas memórias por muito tempo.     Por: Gustavo Ferna...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *