TÊNIS DE MESA: Vale a pena seguir no esporte de alto rendimento?

Como o esporte pode ajudar no desenvolvimento pessoal?

Será que é melhor optar pelo esporte de alto nível ou cursar uma universidade?

Os filhos começam a destacar no esporte e podem ir para uma Olimpíada, a dúvida frequente dos pais: investir ou manda estudar?

Até quando apostar na carreira de atleta?

O Brasil tem uma política esportiva que vale a pena no futuro?

Dá para viver como atleta? Ter uma renda boa para constituir uma família?

 

Jessica Yamada mora atualmente na Polônia e segue jogando profissionalmente na Liga Francesa. Arquivo Pessoal

 

Há 46 anos no tênis de mesa, vou contar um pouco da minha experiência como atleta profissional de 1977 a 1983, na época “adote um atleta”, atualmente como treinador desde 1975, em vários clubes e Pai-trocinador de dois filhos que chegaram na seleção brasileira e também mesa-tenistas  profissionais. Hoje atuo como empresário, fotógrafo, repórter, comentarista, dirigente e consultor, muito atarefado, porém, feliz e me sinto privilegiado por trabalhar com muito prazer, sem “stress”, naquilo que gosto.

 

Marcos Yamada com a família: “paitrocínio”. Arquivo Pessoal

 

Na infância, eu queria fazer Educação Física, mas acabei formando em Engenharia e só trabalhei 2 anos como tal, depois em TI (Tecnologia da Informação) e acabei onde eu queria, ou seja, no esporte.

Após mudar o rumo profissional, aprendi a falar mais três idiomas, visitei mais de 63 países e dei aula nos 27 estados do Brasil e também em vários países da América do Sul e Europa, presenciei mais de 30 Campeonatos Mundiais e mais de 80 Campeonatos Sul e Latino Americanos de tênis de mesa.

 

Jeff Yamada ficará quatro anos nos Estados Unidos. Arquivo pessoal.

 

Deixei os filhos Jeff (23) e Jessica Yamada (27), após o ensino médio, abandonarem os estudos e tentarem a carreira de atleta. Será que fiz tudo errado? Era o que questionavam meus familiares.

Minha opinião é que vale a pena, se eles realmente quiserem e gostarem daquilo que fazem.

Difícil falar dos próprios filhos, mas quem os conhecem podem me ajudar a defini=los.

Vantagens? Inúmeras, pois, ambos são muito felizes, boas pessoas, são determinados, sabem conviver em grupo pois tem espírito de equipe, conhecem muitos países, falam vários idiomas, o tênis de mesa proporcionou bolsas de estudos integrais para ambos no Mackenzie até o ensino médio, aprenderam a obedecer e também a liderar, são justos e não admitem coisas erradas, portanto, o esporte deixou ambos longe das drogas, bebidas, cigarros e das más companhias.

 

Marcos Yamada em seu 14º Campeonto Mundial. Arquivo Pessoal

 

Meu acordo com eles, foi que quando terminassem o ciclo de atleta, teriam que ir para a universidade em busca de um diploma. Atualmente a Jéssica esta em sua 5ª temporada na Europa, vive na Polônia e segue jogando profissionalmente na Liga Francesa e Sueca. Já Jeff depois de duas temporadas na França, ganhou uma bolsa de estudos nos EUA, e ficará 4 anos jogando as ligas universitárias em busca de sua graduação em Administração.

Portanto, o resultado de todo o investimento aplicado e por apostar no esporte de alto rendimento, foram filhos felizes com objetivos traçados, cultos e com portas abertas para o mundo.

Eles tiveram uma oportunidade diferente da minha, pois agora com a pouca idade, eles tem  uma bagagem e visão muito maior do que a minha, que apenas cursei engenharia e trabalhei como manda a cartilha; ambos tiveram que trabalharam duro atrás de seus objetivos e hoje colhem os frutos e oportunidades que surgem por serem bons atletas.

 

MARCOS YAMADA

MARCOS YAMADA

Engenheiro e Consultor Especialista em Tenis de Mesa
MARCOS YAMADA

Últimos posts por MARCOS YAMADA (exibir todos)

    Related Post

    BEISEBOL: Bastos é campeão Brasileiro Pré-Infantil... A categoria Pré-Infantil de Bastos sagrou-se campeã do 21º Campeonato Brasileiro de Beisebol, competição disputada nosa dias 3 e 4 de dezembro, na Ace...
    SOFTBOL SUB 19: Cooper Clube é campeã do 29º Campe... A equipe do Cooper Clube sagrou-se campeã do 29º Campeonato Brasileiro de Softbol Feminino Interclubes Sub 19 – 2017, competição realizada nos dias 26...
    NIPPAK PESCA: Propriedade ecologicamente correta As práticas descritas abaixo sao adotadas há mais de 20 anos, rotineiramente, no Sítio do Coqueiro – fabricante do Queijo Catauá    ...
    ARTES MARCIAIS: Niten realiza treinamento intensiv... “Lapidar as técnicas antigas dos samurais, o Kenjutsu, em meio à fértil terra cultivada pelos imigrantes japoneses, foi uma singela homenagem que pude...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *