TOSA MATSURI: Ryukyu Koku Matsuri Daiko e Animadness são destaques no domingo. E diretoria já mira em 2013

 

Se, no sábado, a banda Gaijin Sentai “roubou a cena” no primeiro dia do Tosa Matsuri, no domingo – em que o candidato a prefeito de São Paulo Celso Russomano (PRB) apareceu já no finalzinho do dia – o grupo de taikô Ryukyu Koku Matsuri Daiko e a a banda Animadness dividiram a atenção do público.

 

Apresentação do Ryukyu Koku Matsuri Daiko no Tosa Matsuri (foto: Aldo Shiguti)

 

A banda Animadness contagiou o publico (foto: Aldo Shiguti)

 

Marcus Castellani (bateria), Felipe Muler (teclados), Paulo Wirth (baixo), Renato Murakami (guitarra), Daniel Miura (guitarra), Rodrigo Eiki (vocal) e Bruna Higashi (vocal) desfilaram um repertório já conhecido dos fãs da banda, com energia e sonoridade de J-Rock e Animesongs.

 

Rodrigo Eiki e Bruna Higashi (foto: Aldo Shiguti)

 

Apresentação do Ryukyu Koku Matsuri Daiko (foto: Aldo Shiguti)

 

 

 

Já o Ryukyu Koku Matsuri Daiko mostrou a força dos tambores japoneses e mesmo enfrentando um incidente – a quebra do ônibus que transportava os tocadores – levantou poeira, literalmente, na arena do Parque da Água Branca.

 

 

 

 

 

 

 

 

Demonstração de Kung Fu (foto: Aldo Shiguti)

 

 

 

 

Também se apresentaram no palco o grupo de taikô Sakura Fubuki, o grupo de dança do ventre Talismã, o grupo de street dance Anonymous Crew, o Cremasco Karatê (Shotokan Ryu) Country Club – ADC Rigesa de Valinhos, a Academia Arte Nobre de Kung Fu,o grupo de dança Smile, o Grupo de Teatro Japonês Hokage, a Banda Hadar e a Banda Uchiná, entre outras atrações.

 

 

 

 

 

Grupo de Taikô Sakura Fubuki (foto: Aldo Shiguti)

 

Integrantes do grupo Anonymous Crew (foto: Aldo Shiguti)

 

Realizado pelo Departamento de Jovens (Seinen) da Associação Cultural dos Provincianos de Kochi, o 1º Tosa Matsuri – Festival de Cultura Brasil-Japão, recebeu um público estimado em cerca de 25 mil pessoas. Durante dois dias, o público contou com uma programação variada. Além dos shows, o evento reuniu atrações como workshop de mangá, com a equipe do Japan Sunset, e uma praça de alimentação.

 

Publico vibrou com o show da banda Animadness (foto: Aldo Shiguti)

 

Segundo o presidente do Seinen de Kochi e idealizador do festival, Augusto Takeda, “ficamos com a sensação de missão cumprida e que em 2013 a segunda edição promete ser ainda melhor”.

 

Augusto Takeda (D) com os voluntarios do Tosa Matsuri (foto: Aldo Shiguti)

 

Para ele, os erros, normais para um evento que está apenas começando, serão corrigidos em 2013. “Faltou focar mais na cultura da província de Kochi. Tínhamos anunciado trazer o onagadori (galo ornamental de Kochi-ken, com a cauda mais longa do mundo), mas infelizmente não deu certo. Faltaram também mais workshops e uma maior divulgação, avaliou Takeda, acrescentando que “uma de nossas principais vitórias foi fazer com que a diretoria entendesse nossa proposta”.

 

Dançarinas do Grupo Talismã (foto: Aldo Shiguti)

 

“Com isso, eles entenderam a situação e permitiram a participação de não descendentes de japoneses. O mais importante é que eles acreditaram”, explicou Takeda, antecipando que,  para a segunda edição, a ideia é aumentar o tamanho do palco e trazer mais atrações para os jovens – pelo menos duas já estão definidas: os Card Games e o Concurso de Cosplay.

 

Grupo de street dance Smile (foto: Aldo Shiguti)

 

Atores do Grupo de Teatro Hokage (foto: Aldo Shiguti)

 

“Servimos uma diretoria é a ela que devemos prestar contas. O que ela determinar, vamos respeitar, mas já estamos pensando em 2013”, destaca Takeda, afirmando que esperou oito anos para poder colocar seu projeto em prática.

 

Província de Kochi caprichou na culinária (foto: Aldo Shiguti)

 

Transição – Não menos empolgado estava o presidente do Kenjinkai, Arnaldo Katayama. “Admito que não esperava esse resultado, que numa avaliação inicial foi bom. Acho que falhamos um pouco ao não trazermos mais materiais para divulgar a cultura da província de Kochi,mas mesmo assim posso dizer que estou satisfeito”, resumiu Katayama, afirmando que, “mesmo se o resultado não tivesse sido bom não iríamos desistir”. “Já estávamos preparados para bancar a próxima edição”, conta Takayama para quem o fato de ser o primeiro presidente nikikei do Kenjinkai de Kochi ajudou a entender a iniciativa dos jovens.

 

Barraca de pastel tambem fez sucesso (foto: Aldo Shiguti)

 

“Acho que os mais antigos tem que mudar a cabeça. Estamos passando por uma fase de transição e vai chegar a hora de passarmos o bastão para as novas gerações. Por isso não podemos ficar fechados cada qual em seu kenjinkai”, assegura.

 

Outra apresentação de dança (foto: Aldo Shiguti)

 

(Aldo Shiguti)

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

GOLFE: São Fernando e Clube de Campo dividem lider... A disputa da 2ª rodada do 38º Torneio Interclubes  Feminino Scratch do Estado de São Paulo acontece hoje (3), no Guarapiranga Golf & Country Club,...
KARAOKÊ: 35º Campeonato de Karaokê dos Rojins será...   Elena Fujizaka, de Bauru, uma das premiadas no certame de 2012, realizado em Bastos. (Foto: Shigueyuki Yoshikuni)     A ...
RIBEIRÃO PRETO: O 5º Ribeirão Preto Anime Fest aco...   O Ribeirão Preto Anime Fest é um evento multi-temático de Ribeirão Preto dedicado à temas voltados ao universo jovem e Pop. Animação Japones...
ASSOCIAÇÕES: ACREC realiza o 1º Sora Party  O grupo de taikô Soragoi Wadaiko realiza sua primeira festa do sorvete dia 07 de outubro de 2012, das 11h às 18h, na ACREC - Associação Recreativa e ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *