TV: Erick Ryu Murakami, o Ryu Jackson, estreia como ator em ‘Zoo da Zu’

O cantor e dançarino mirim Erick Ryu Murakami, mais conhecido como Ryu Jackson, que conquistou uma legião de fãs e admiradores de todas as faixas etárias com suas imitações geniais do astro pop americano Michael Jackson e do rapper sul-coreano Psy, acaba de agregar mais uma atividade em sua curta carreira artística. Desde o último dia 2, ele pode ser visto na série O Zoo da Zu, a mais nova atração do canal pago Discovery Kids. O programa será reapresentado nos dias 15, às 20h30 e 30, às 10h30.

 

Erick com os pais, Ruy e Neide, e irmã coreógrafa, Giulie (foto: divulgação)

Erick com os pais, Ruy e Neide, e irmã coreógrafa, Giulie (foto: divulgação)

 

No primeiro episódio, com meia de duração, a protagonista (interpretada por Bia Jordão) – uma menina de dez anos e que adora animais –, precisa cuidar do zoológico enquanto seus pais viajam. Nuno, personagem vivido por Erick Murakami, é seu melhor amigo. Juntos, eles se divertem e descobrem coisas incríveis.

 

Zoo da Zu será reprisado nos dias 15, às 20h300 e 30, às 10h30. (foto: divulgação)

Zoo da Zu será reprisado nos dias 15, às 20h300 e 30, às 10h30. (foto: divulgação)

 

 

Ibope – Por enquanto, foi gravado apenas um piloto. A sequência vai depender da audiência. Mas se depender da família de Erick, literalmente, a série terá muitos episódios. A mãe, Neide Murakami, admite que a expectativa é muito grande. “Estamos torcendo para que a série continue”, diz Neide, lembrando que o convite surgiu através da Agência Mondiale.

Erick, que completará dez anos no dia 23 de dezembro, adorou a experiência. Uma experiência cansativa, diga-se de passagem. Para produzir os 30 minutos do programa, foram necessários quatro dias de gravações, sendo três no zoológico de São Paulo e um no estúdio.

Para o ator mirim, porém, o sacrifício valeu a pena. Tanto, que se perguntarem o que mais gosta de fazer entre todas as atividades, que inclui também tocar taikô, Erick não titubeia e logo responde: “Tudo”. Ou melhor, “quando crescer”, quer ser ator somente até as cenas dos “beijinhos”. Depois…

Nada mal, para quem descobriu sua vocação artística com apenas quatros de idade. Isso, em 2009, quando o mundo se despedia do cantor Michael Jackson. A partir daí nascia uma relação que mexeria com a rotina da família Murakami. Atraído pelos movimentos e, principalmente, pelos “gritinhos” do astro, Erick começava a ensaiar seus primeiros passos do Moonwalk.

Sua “estreia” como dançarino foi na escolinha Alfabeto, em Mogi das Cruzes – onde nasceu e mora até hoje –, da diretora Keiko Shimizu. Foi através da direção da escola que ele debutou nos eventos da comunidade nipo-brasileira. Primeiro, no Akimatsuri – Festa de Outono – tradicional evento organizado pela Associação Cultural de Mogi das Cruzes. Depois, não parou mais. Vieram o Nikkey Matsuri, Okinawa Festival e o Festival do Japão, entre tantos outros festivais.

Dos eventos organizados na comunidade nipo-brasileira, Erick já participou de praticamente todos. Este ano, descobriu novas fronteiras ao se apresentar no 8º Festival da Cultura Japonesa de Salvador, na Bahia. “O início foi sem nenhuma intenção mesmo. Não imaginávamos que isso repercutiria tanto”, conta Neide, acrescentando que a produção do astro mirim é “caseira” e envolve a avó, Miyoko Neguishi, sua “costureira oficial”, e a irmã mais velha, Giulie Lie, de 21 anos, a coreógrafa. “Aonde ele vai, estamos todos juntos”, diz Neide, explicando que entre suas apresentações faz questão de incluir shows em eventos beneficentes – onde não cobra cachê –, como na Festa do Verde da Sociedade Beneficente Casa da Esperança (Kibô-no-Iê), e do Hospital do Câncer.

Nas telinhas, Erick participou de programas como “Domingo Legal”, “Astros” e “Máquina da Fama” – todos do SBT –, Balanço Geral (TV Record) e Mulheres (Gazeta). “Para nós foi uma surpresa, sempre o deixamos à vontade para que fizesse o que gostasse”, explica Neide, lembrando que o filho também é bicampeão paulista de karaokê e tricampeão brasileiro na categoria doyo.

 

Bia e Erick durante gravação de O Zoo da Zu (foto: divulgação)

Bia e Erick durante gravação de O Zoo da Zu (foto: divulgação)

 

 

Joe Hirata – Por sinal, foi através de uma de suas apresentações, cantando “Gatinha Assanhada”, que ele conheceu seu outro ídolo, o cantor Joe Hirata que, aliás, também costuma incluir a canção em seu repertório. “O Joe Hirata é um exemplo para ele, é como se fosse um pai no meio artístico para o Erick”, diz Neide, afirmando que o filho dificilmente escuta alguém, mas o que o Joe fala ele segue sem pestanejar. “Até distribuir lembrancinhas em suas apresentações, como o Joe faz, o Erick também está fazendo”, conta Neide, garantindo que o sucesso não mudou o comportamento do filho.

“Seus próprios amiguinhos de escola falam que ele não mudou nada. E fazemos questão que continue assim”, diz Neide, afirmando que “a única exigência é que tire notas boas”. E Erick não tem decepcionado nesse quesito. “Minha média é 9,5”, diz, orgulhoso.

(Aldo Shiguti)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JAPÃO: Cerca de 230 mil jovens vivem isolados em s... OSAKA (IPC Digital) – Para a maiorias das pessoas, passar muito tempo dentro de casa pode causar tédio e sentimento de claustrofobia, mas para cerca d...
KARAOKÊ: Instituto Cultural Nipo-Brasileiro se pre...   Os preparativos para a realização da maior festa da canção japonesa estão a todo o vapor e as atenções estarão voltadas para Campinas (SP), ...
COMUNIDADE OKINAWANA: 27º Kyodo Matsuri e Miss Ryu...   A Associação Okinawa Kenjin do Brasil e o Centro Cultural Okinawa do Brasil realizam neste domingo, 27 de julho, no CCOB, em Diadema (SP), o...
BUNKYO: Comissão de Reforma do Estatuto convoca as... Em reunião realizada no mês passado, membros da Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência ...

One Comment

  1. Erick, tenho 50 anos e sou muito seu fã, assisti ontem seu número no Akimatsuri em Mogi e fiquei muito emocionado com sua performance.
    Continue assim e nunca desista, torço por você. Sei que conseguirá atingir todos os seus sonhos, pois quem se dedica e se esforça sempre chega lá.
    Abraços!
    Euclides.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *