VALE DO RIBEIRA: Registro, Iguape e Sete Barras comemoram Centenário da Colonização Japonesa

 

Com a participação especial de 24 cidadãos de Nakatsugawa, foi realizada na noite de quinta-feira, 31 de outubro, a solenidade em comemoração ao Centenário da Colonização Japonesa em Registro, Iguape e Sete Barras, que reuniu cerca de 500 pessoas no Hangar 116. Marcado por homenagens e agradecimentos, o evento contou com a presença de dezenas de autoridades, entre elas, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Samuel Moreira da Silva Junior, o cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, o prefeito anfitrião, Gilson Fantin, e o prefeito de Nakatsugawa, Setsuji Aoyama.

 

Autoridades presentes na solenidade do centenário da colonização japonesa. (foto: Liana Tami)

 

Também participaram da solenidade os deputados federais Walter Ihoshi e Junji Abe; a presidente da Câmara de Registro, Inês Kawamoto; prefeito de Iguape, Toni Ribeiro; presidente da Câmara de Nakatsugawa, Kenzo Takame; vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social, Anacleto Hanashiro; presidente do Convênio de Cidades Irmãs de Registro, Kunihiko Takahashi; presidente do Convênio de Cidades Irmãs de Nakatsugawa, Jun Sugimoto; comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar, José Antonio Sanches Milat; delegado seccional de Polícia, Flávio Ruiz Gastaldi; além de prefeitos e vereadores da região e lideranças das colônias japonesas do Estado.

 

Culto budista em comemoração ao centenário da colonização japonesa. (foto: Liana Tami)

 

Após o culto budista e a apresentação dos vídeos “Nakatsugawa” e “100 anos da Colonização Japonesa”, o presidente da comissão organizadora do Centenário, Toshiaki Yamamura, deu as boas-vindas a todos e destacou a importância de manter vivas as tradições japonesas. Yamamura agradeceu ao Brasil por ter acolhido os imigrantes e disse que a melhor forma de retribuir é continuar trabalhando pelo desenvolvimento do País.

 

Solenidade do Centenário (foto: Liana Tami )

 

O prefeito Gilson Fantin lembrou que o Vale do Ribeira foi a primeira região do País a receber imigrantes japoneses que vieram com a intenção de se estabelecer e fixar raízes. “Colonizadores que colocaram seus sonhos a serviço do nosso Brasil”, destacou. “Em nome dos municípios de Registro, Iguape e Sete Barras, quero deixar o agradecimento especial a cada imigrante japonês e seus descendentes, que contribuíram e ainda trabalham incansavelmente pelo desenvolvimento da nossa região. A todos a nossa homenagem e o nosso reconhecimento”, concluiu o prefeito.

 

Registro, Iguape e Sete Barras comemoram Centenário da Colonização Japonesa (foto: Liana Tami)

 

Encerrando os discursos, o deputado Samuel Moreira citou que São Paulo é o maior polo de concentração de japoneses fora do Japão, reunindo cerca de 1 milhão de pessoas. “Como em todo o país, aqui no Vale do Ribeira, onde se estima que a colônia seja formada por cerca de 5 mil famílias – 1.300 só em Registro -, os imigrantes e seus descendentes têm dado enorme contribuição para o desenvolvimento econômico, social e político da região”, afirmou o presidente da ALESP.

 

Homenagens – Diversas homenagens marcaram a solenidade em comemoração ao Centenário da Colonização Japonesa. A comissão organizadora homenageou dez personalidades que contribuíram com a colônia: Kiyoshi Seimaru (in memorian), Hideo Nasuno, Issao Takiute, Yoneko Seimaru (todos de Registro), Toraju Endo, Yoshinobu Yamane, Kiyomi Ohta de Oliveira (Sete Barras), Massaru Nomura (in memorian), Yoshitsugu Yanaguisawa e Massakazu Nishidate (Iguape).

 

(foto: Liane Tami)

 

O deputado Junji Abe manifestou sua gratidão a Elisa Akiko Untem e a Kuniei Kaneko – presidente do Bunkyo, pelos esforços em manter a cultura japonesa. A Associação Cultural e Esportiva Registrense (antigo RBBC) também prestou homenagem aos primeiros presidentes do clube: Sizenando de Carvalho (in memorian) – recebida pelo filho Rolando Irapuã de Carvalho; e Jonas Banks Leite (in memorian)- recebida por Waldirene Meirelles Alves.

O prefeito Gilson Fantin, a presidente da Câmara, Inês Kawamoto, e o presidente da ACER, Rubens Shimizu, receberam o título de Cidadão de Nakatsugawa. Já a Câmara de Registro entregou título de cidadão registrense ao prefeito de Nakatsugawa, Setsuji Aoyama, ao presidente do convênio de Cidades-Irmãs de Nakatsugawa, Jun Sugimoto, e ao diretor do convênio, Tadao Ogura.

 

Solenidade do centenário (foto: Alexandre Araki)

 

A solenidade contou ainda com a participação da aluna do Centro de Línguas, Ana Júlia Hirota da Silva, que abordou um pouco da história da colonização em japonês. E antes do jantar, os japoneses mais idosos da colônia, Nabe Oyadomari e Yoshitsugu Yanaguisawa, cortaram o bolo do Centenário.

 

Os japoneses mais idosos da colônia, Nabe Oyadomari e Yoshitsugu Yanaguisawa, cortaram o bolo do Centenário. (Foto: Liana Tami)

 

 

História

Foi no Vale do Ribeira, na segunda década do século XX, que se iniciou a colonização japonesa em terras brasileiras. Antes disso, os primeiros imigrantes nipônicos a aportarem no Brasil, em 1908, não tinham intenção de fixar residência. Vieram com o intuito de trabalhar em fazendas no interior de São Paulo, cumprir contrato com tempo limitado (cinco anos), fazer uma reserva financeira e retornar à terra natal.

Cronologicamente, o Conjunto Iguape (Registro, Sete Barras e Katsura) foi a primeira grande colônia formada por japoneses no Brasil. Eram empreendedores, vieram como proprietários de suas terras, tinham objetivo de se fixar, produzir arroz e até exportar. Preocuparam-se em aprender o idioma, construir escolas, integrar-se à população local e interagir com o novo meio.

Em 1973, convencionou-se o ano de 1913 como data oficial da entrada dos primeiros imigrantes japoneses no Vale do Ribeira. Em 2006, Registro recebeu o título de “Marco da Colonização Japonesa”, por meio do Decreto Estadual nº 50.652. E, em 2008, o município de Iguape passou a ser oficialmente considerado o “Berço da Colonização Japonesa no Brasil”, por meio da Lei Federal nº 11.642.

(Prefeitura Municipal de Registro)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CAMPINAS: Ondekoza agita público de Campinas No dia 5 de setembro, o taikô do grupo japonês Ondekoza, considerado o melhor do Japão, realizou um espetáculo   com batidas que ecoaram  e marcaram p...
RIO DE JANEIRO: Comunidades do Cantagalo e Pavão-P... Numa iniciativa do jornal Nikkey Shimbun, estudantes de comunidades carentes do Rio de Janeiro receberam a exposição “Do Monte Fuji ao Pão de Açúcar”....
CARNAVAL: Embaixador dos 120 Anos, Zico é a ‘cerej... Arthur Antunes Coimbra, o Zico, mostrou na tarde desta terça-feira (3), na quadra da escola de samba Águia de Ouro, no bairro de Vila Pompeia (zona Oe...
CAMPINAS: Isadora Kataoka visita o Brasil A cantora Isadora Kataoka, em passagem rápida pelo Brasil, reviveu bons momentos e, com muita emoção, reencontrou familiares e amigos em Campinas (SP)...

One Comment

  1. Boa tarde, gostaria de fazer um post pedido ajuda aos moradores de Registro, meus bisavós trabalharam no colégio Campo de Experiência, ela como professora e ele como zelador, no Campo de Experiência entre 1930-1970, gostaria de resgatar possíveis fotos deles com esses ex alunos minha bisavó tinha algumas mais infelizmente, se perdeu essas fotos. Eles tinham varias fotos com imigrantes e filhos de japoneses, no qual minha bisavó dava aula a ele .Ela se chamava Nympha de Moraes ( Grossi) e ele Jose Vieira Grossi.

    Att

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *