VALE DO RIBEIRA: Registro, Iguape e Sete Barras comemoram Centenário da Colonização Japonesa

 

Com a participação especial de 24 cidadãos de Nakatsugawa, foi realizada na noite de quinta-feira, 31 de outubro, a solenidade em comemoração ao Centenário da Colonização Japonesa em Registro, Iguape e Sete Barras, que reuniu cerca de 500 pessoas no Hangar 116. Marcado por homenagens e agradecimentos, o evento contou com a presença de dezenas de autoridades, entre elas, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Samuel Moreira da Silva Junior, o cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, o prefeito anfitrião, Gilson Fantin, e o prefeito de Nakatsugawa, Setsuji Aoyama.

 

Autoridades presentes na solenidade do centenário da colonização japonesa. (foto: Liana Tami)

 

Também participaram da solenidade os deputados federais Walter Ihoshi e Junji Abe; a presidente da Câmara de Registro, Inês Kawamoto; prefeito de Iguape, Toni Ribeiro; presidente da Câmara de Nakatsugawa, Kenzo Takame; vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social, Anacleto Hanashiro; presidente do Convênio de Cidades Irmãs de Registro, Kunihiko Takahashi; presidente do Convênio de Cidades Irmãs de Nakatsugawa, Jun Sugimoto; comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar, José Antonio Sanches Milat; delegado seccional de Polícia, Flávio Ruiz Gastaldi; além de prefeitos e vereadores da região e lideranças das colônias japonesas do Estado.

 

Culto budista em comemoração ao centenário da colonização japonesa. (foto: Liana Tami)

 

Após o culto budista e a apresentação dos vídeos “Nakatsugawa” e “100 anos da Colonização Japonesa”, o presidente da comissão organizadora do Centenário, Toshiaki Yamamura, deu as boas-vindas a todos e destacou a importância de manter vivas as tradições japonesas. Yamamura agradeceu ao Brasil por ter acolhido os imigrantes e disse que a melhor forma de retribuir é continuar trabalhando pelo desenvolvimento do País.

 

Solenidade do Centenário (foto: Liana Tami )

 

O prefeito Gilson Fantin lembrou que o Vale do Ribeira foi a primeira região do País a receber imigrantes japoneses que vieram com a intenção de se estabelecer e fixar raízes. “Colonizadores que colocaram seus sonhos a serviço do nosso Brasil”, destacou. “Em nome dos municípios de Registro, Iguape e Sete Barras, quero deixar o agradecimento especial a cada imigrante japonês e seus descendentes, que contribuíram e ainda trabalham incansavelmente pelo desenvolvimento da nossa região. A todos a nossa homenagem e o nosso reconhecimento”, concluiu o prefeito.

 

Registro, Iguape e Sete Barras comemoram Centenário da Colonização Japonesa (foto: Liana Tami)

 

Encerrando os discursos, o deputado Samuel Moreira citou que São Paulo é o maior polo de concentração de japoneses fora do Japão, reunindo cerca de 1 milhão de pessoas. “Como em todo o país, aqui no Vale do Ribeira, onde se estima que a colônia seja formada por cerca de 5 mil famílias – 1.300 só em Registro -, os imigrantes e seus descendentes têm dado enorme contribuição para o desenvolvimento econômico, social e político da região”, afirmou o presidente da ALESP.

 

Homenagens – Diversas homenagens marcaram a solenidade em comemoração ao Centenário da Colonização Japonesa. A comissão organizadora homenageou dez personalidades que contribuíram com a colônia: Kiyoshi Seimaru (in memorian), Hideo Nasuno, Issao Takiute, Yoneko Seimaru (todos de Registro), Toraju Endo, Yoshinobu Yamane, Kiyomi Ohta de Oliveira (Sete Barras), Massaru Nomura (in memorian), Yoshitsugu Yanaguisawa e Massakazu Nishidate (Iguape).

 

(foto: Liane Tami)

 

O deputado Junji Abe manifestou sua gratidão a Elisa Akiko Untem e a Kuniei Kaneko – presidente do Bunkyo, pelos esforços em manter a cultura japonesa. A Associação Cultural e Esportiva Registrense (antigo RBBC) também prestou homenagem aos primeiros presidentes do clube: Sizenando de Carvalho (in memorian) – recebida pelo filho Rolando Irapuã de Carvalho; e Jonas Banks Leite (in memorian)- recebida por Waldirene Meirelles Alves.

O prefeito Gilson Fantin, a presidente da Câmara, Inês Kawamoto, e o presidente da ACER, Rubens Shimizu, receberam o título de Cidadão de Nakatsugawa. Já a Câmara de Registro entregou título de cidadão registrense ao prefeito de Nakatsugawa, Setsuji Aoyama, ao presidente do convênio de Cidades-Irmãs de Nakatsugawa, Jun Sugimoto, e ao diretor do convênio, Tadao Ogura.

 

Solenidade do centenário (foto: Alexandre Araki)

 

A solenidade contou ainda com a participação da aluna do Centro de Línguas, Ana Júlia Hirota da Silva, que abordou um pouco da história da colonização em japonês. E antes do jantar, os japoneses mais idosos da colônia, Nabe Oyadomari e Yoshitsugu Yanaguisawa, cortaram o bolo do Centenário.

 

Os japoneses mais idosos da colônia, Nabe Oyadomari e Yoshitsugu Yanaguisawa, cortaram o bolo do Centenário. (Foto: Liana Tami)

 

 

História

Foi no Vale do Ribeira, na segunda década do século XX, que se iniciou a colonização japonesa em terras brasileiras. Antes disso, os primeiros imigrantes nipônicos a aportarem no Brasil, em 1908, não tinham intenção de fixar residência. Vieram com o intuito de trabalhar em fazendas no interior de São Paulo, cumprir contrato com tempo limitado (cinco anos), fazer uma reserva financeira e retornar à terra natal.

Cronologicamente, o Conjunto Iguape (Registro, Sete Barras e Katsura) foi a primeira grande colônia formada por japoneses no Brasil. Eram empreendedores, vieram como proprietários de suas terras, tinham objetivo de se fixar, produzir arroz e até exportar. Preocuparam-se em aprender o idioma, construir escolas, integrar-se à população local e interagir com o novo meio.

Em 1973, convencionou-se o ano de 1913 como data oficial da entrada dos primeiros imigrantes japoneses no Vale do Ribeira. Em 2006, Registro recebeu o título de “Marco da Colonização Japonesa”, por meio do Decreto Estadual nº 50.652. E, em 2008, o município de Iguape passou a ser oficialmente considerado o “Berço da Colonização Japonesa no Brasil”, por meio da Lei Federal nº 11.642.

(Prefeitura Municipal de Registro)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CIDADES/BOTUCATU: Festival Botucatuense de Cultura... Com o objetivo de divulgar a realização do Tomodati 2012 (Festival Botucatuense de Cultura Japonesa), que será realizado nos dias 01, 02 e 03 de junho...
CARNAVAL: Embaixador dos 120 Anos, Zico é a ‘cerej... Arthur Antunes Coimbra, o Zico, mostrou na tarde desta terça-feira (3), na quadra da escola de samba Águia de Ouro, no bairro de Vila Pompeia (zona Oe...
WILLIAN WOO: Os partidos políticos não estão mais ... Para o deputado federal William Woo (PV-SP), num primeiro momento é difícil realizar qualquer análise do ano sem antes mencionar o quadro de instabili...
CUIABÁ-MT: II Festival do Japão em Mato Grosso ...   O Festival do Japão em Mato Grosso, que acontece de 31 de agosto a 1 e 2 de setembro de 2012, tem o objetivo de preservar, divulgar e foment...

One Comment

  1. Boa tarde, gostaria de fazer um post pedido ajuda aos moradores de Registro, meus bisavós trabalharam no colégio Campo de Experiência, ela como professora e ele como zelador, no Campo de Experiência entre 1930-1970, gostaria de resgatar possíveis fotos deles com esses ex alunos minha bisavó tinha algumas mais infelizmente, se perdeu essas fotos. Eles tinham varias fotos com imigrantes e filhos de japoneses, no qual minha bisavó dava aula a ele .Ela se chamava Nympha de Moraes ( Grossi) e ele Jose Vieira Grossi.

    Att

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *