VALE DO RIBEIRA: Sérgio Doi e Tsutomu Yasunaka, de Santos, mantêm laços com Registro

 

Na Associação Japonesa de Santos, na baixada santista, existem duas pessoas ligadas com a história de Registro, no Vale do Ribeira. São eles, Sérgio Doi e Tsutomu Yasuna­ka. Sérgio, de 60 anos, é presidente da Associação desde 2009. Tsutomu, de 73 anos, é um dos 300 associados.

Suejiro Yasunaka montado a cavalo em 1931. (Arquivo Pessoal)

Sérgio Doi é neto do professor Yokitiro Nieda, nascido em 1880, que lecionou língua japonesa no bairro da Raposa, de Registro, por mais de 10 anos nas décadas de 1920 e 1930.

Natural da província de Saga, o professor Nieda imigrou para o Brasil com sua esposa em 1919, então com 39 anos. Seus antepassados eram samurais e ele, militar. Portanto, era muito rígido na sua educação, influenciando seus alunos. Foi ele quem escreveu as “Condutas dos alunos da Escola do Bairro da Raposa” e o “Hino da Escola do Bairro da Raposa”.

 

Da esq. para dir., Tsutomu Yasunaka e Sergio Doi, em frente à Associação Japonesa de Santos (Arquivo Pessoal)

Atualmente, poucos ex-alunos seus (acima de 90 anos) vivem em Registro. O professor Nieda foi muito respeitado no bairro, por isso, a cada dois anos era realizado o “dossokai”, (Encontro dos ex-alunos da mesma escola), que se tornou no encontro “Dokyokai”(ex-moradores do Bairro).

Partindo deste evento, agora realizam anualmente Dia das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças. Viveram mais de 70 famílias japonesas neste bairro, agora moram apenas 6 famílias, mas nos dias desses eventos reúnem mais de 100 pessoas,além de Registro participam pessoas de São Paulo, Santos, Curitiba e outras.

Já Tsutomu Yasunaka é filho de Suejiro Yasunaka, que autor das fotos do álbum “Colônia Iguape 1913-1933”. Suejiro nasceu em Hokkaido em 1900. Veio ao Brasil aos 27 anos com a esposa e um filho. Era fotógrafo desde quando morava no Japão. Era aventureiro, mudava sempre de residência e teve um filho em Bastos e três em Registro. Tsutomu nasceu no Japão e regressou àquele país pouco antes do início da 2ª Guerra Mundial. Suejiro era excelente fotógrafo, pois suas fotos no álbum são nítidas e nem parece que foram tiradas há mais de 80 anos.
Suejiro andava a cavalo dentro da colônia japonesa e fotografou cerca de 800 famílias em um ano. Ele pediu ao Consulado Geral do Japão passagem ao Japão para confeccionar o álbum já que naquela época não tinha filme.

Na bagagem, levou as volumosas chapas de negativo, encontrou com o ministro da Imigração Ryutaro Nagai e pediu o apoio. Concluiu a obra em três meses. Suejjiro tirou fotos para o álbum da Comemoração da colônia japonesa dos 10 anos de Bastos. Há uma foto da enchente de Registro ocorrida em 1935 onde se lê no verso: “Ganhei 400 mil reis vendendo esta foto”.

Naquela época, foto era novidade. André Yasunaka, neto de Suejiro seguiu a profissão do pai e do avô. Hoje ele é proprietário do estúdio Foto Estrela, em São Vicente, que está fazendo sucesso.

Suejiro tirou muitas fotos, porém, há poucos autorretratos. A foto desta matéria é uma das raras fotografias de Suejiro Yasunaka.
(Kuniei Kaneko)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

TRADIÇÃO: Associações nikkeis da Zona Norte realiz... No último dia 10, duas associações nikkeis da zona Norte, a Associação Okinawa de Casa Verde e a ACEOSM – Associação Cultural e Esportiva Okinawa Sant...
GEORGE HATO: Precisamos investir ainda mais no esp... George Hato: “Como médico, sei o quanto o esporte é bom para a saúde” (Foto: divulgação) O ano de 2015 foi muito difícil para nós brasileiros, nos...
POLÍTICA: Ihoshi assume terceiro mandato com todas... A comunidade nipo-brasileira não poderia desejar um início de ano melhor. Reeeleito para seu terceiro mandato na Câmara dos Deputados, com 88.070 voto...
SOCIAL: 49ª Edição da Gincana Poliesportiva da ACE...   Undokai – No dia 05 de maio, a 49ª Edição da Gincana Poliesportiva da ACENBO – Undokai reuniu centenas de pessoas na sede da entidade, em Os...

One Comment

  1. PARABÉNS SR.KANEKO, PELA EXCELENTE REPORTAGEM COM REFERÊNCIA À FAMÍLIA DOI (NIEDA) E YASSUNAKA EM RELAÇÃO AO VALE DO RIBEIRA , REGISTRO,NO BAIRRO DE RAPOSA.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *