VISITA DOS PRÍNCIPES: Alckmin recebe príncipe Akishino no Palácio dos Bandeirantes

Encontro faz parte das comemorações dos 120 anos de amizade entre Brasil e Japão

 

Suas Altezas Imperiais chegam ao Palacio dos Bandeirantes acompanhados do governador e da primeira dama (Foto: Jiro Mochizuki)

Suas Altezas Imperiais chegam ao Palacio dos Bandeirantes acompanhados do governador e da primeira dama (Foto: Jiro Mochizuki)

 

O governador Geraldo Alckmin recebeu nesta quinta-feira, 29, no Palácio dos Bandeirantes, o príncipe Akishino e sua esposa, a princesa Kiko, da Família Imperial Japonesa. O encontro faz parte das comemorações dos 120 anos de amizade entre Brasil e Japão e teve por objetivo estreitar as relações entre as regiões.

Logo após audiência na residência oficial do governador, o casal imperial, acompanhado por Alckmin e pela primeira-dama Lu Alckmin, participaram de um coquetel no Hall Nobre do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

 

Suas Altezas Imperiais brindam ao lado do governador e da primeira dama -(Foto: Jiro Mochizuki)

Suas Altezas Imperiais brindam ao lado do governador e da primeira dama -(Foto: Jiro Mochizuki)

 

“É uma grande honra para os brasileiros de São Paulo receberem a visita de Suas Altezas Imperiais, neste ano em que se comemoram os 120 anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação, que deu início às relações diplomáticas entre nossas duas nações, e os 100 anos da instalação do consulado japonês em nosso Estado”, disse o governador durante seu discurso de saudação aos presentes.

Alckmin lembrou a grande contribuição japonesa ao mundo. “Na ciência, no cinema, nas artes plásticas, na arquitetura, na tecnologia, por toda parte está presente a influência e o prestígio dos japoneses”, afirmou.

 

Principe Akishino discursa em cerimonia no Palacio dos Bandeirantes (Foto: Jiro Mochizuki)

Principe Akishino discursa em cerimonia no Palacio dos Bandeirantes (Foto: Jiro Mochizuki)

 

O príncipe agradeceu a recepção do governo paulista e falou sobre a primeira vez em que esteve no país. “Recordo ainda como se fosse hoje, mesmo já tendo passado 27 anos”, afirmou o príncipe, que encerrou o discurso desejando que “o Estado de São Paulo se desenvolva ainda mais e que aprofundemos ainda mais os nossos laços”.

No Brasil, a comunidade japonesa e seus descendentes chegam a 1,9 milhão. Desses, mais de um milhão estão no Estado de São Paulo.

 

Princesa Kiko no Palacio dos Bandeirantes (Foto: Jiro Mochizuki)

Princesa Kiko no Palacio dos Bandeirantes (Foto: Jiro Mochizuki)

 

Esta foi a segunda visita do príncipe Akishino, segundo na linha de sucessão ao trono, a São Paulo. A primeira vez foi em 1988, quando o príncipe veio para as celebrações dos 80 anos de aniversário da chegada do Kasato Maru, o navio que trouxe os primeiros imigrantes japoneses ao Brasil.

São Paulo é o primeiro destino do casal imperial, que tem uma agenda intensa no Brasil até 8 de novembro. Serão 11 dias no país e, nesse período, 10 cidades serão visitadas, entre elas Curitiba, Londrina, Campo Grande, Belém, Rio de Janeiro e Brasília.

 

Embaixador e consul participaram da cerimonia no Palacio dos Bandeirantes (Foto: Jiro Mochizuki)

Embaixador e consul participaram da cerimonia no Palacio dos Bandeirantes (Foto: Jiro Mochizuki)

 

Em Brasília, o casal participa de cerimônia no Congresso Nacional para celebrar os 120 anos de amizade entre os países e fará uma visita de cortesia à presidente Dilma Rousseff.

Participaram da recepção ao príncipe representantes da comunidade japonesa, além de autoridades como o vice-governador de São Paulo, Márcio França, o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez, a embaixadora do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo, Débora Vainer Barenboim-Salej, o cônsul geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae, e o embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda.

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

COMUNIDADE: Em visita ao 12º Okinawa Festival, Pau... O candidato do PMDB à corrida ao Palácio dos Bandeirantes, Paulo Skaf disse que, caso seja eleito, “o Estado de São Paulo estreitará seus laços de ami...
CLUBES: Piratininga celebra 65 anos neste sábado Para comemorar em grande estilo o seu 65º Aniversário a  Associação Cultural e Esportiva Piratininga conta com show do cantor nikkei Nobuhiro Hirata n...
BEISEBOL: Atibaia homenageará Claudio Yamada e Rob...   A equipe de Atibaia irá prestar homenagem a dois atletas que estão deixando a categoria adulto. No dia 24 de novembro, por ocasião do jog...
ESPECIAL: Festa de 75 anos de Kiyoshi Harada reúne... Dentre outras personalidades, marcaram presença no jantar festivo em comemoração aos 75 anos do jurista Kiyoshi Harada na Casa Fasano, no último dia 7...

One Comment

  1. Maria Celeste da Silva says:

    OI MEU GOVERNADOR!!GERALDINHO FUI SUA COLEGA DE TRABALHO QUANDO VOCE ERA RESIDENTE EU ERA INSTRUMENTADORA. HOJE VIVO NA CIDADE DE ITANHAÉM e me sinto orgulhosa de um dia ter feito parte da sua historia ,conto sempre para meus netos e pra cidade inteira ,acompanho tudo pois mesmo de longe peço a Deus que lhe dê sabedoria, paciência, muita fé amor que sei que tem por isso que te admiro tando choro com sua dor mas ao mesmo tempo vejo que só os grandes e forte Deus escolhe para carregar a cruz , jamais daria esse poder ao um fraco.

    Qualquer dia nós vamos nos encontrar ,sei que vai ser na inauguração do Regional aqui em Itanhaém vou fazer questão de levar meus netos par lhe dar um grande abraço,pois vou combinar com Prefeito Marco Aurélio.

    Saudações e até breve se Deus quiser.
    Boa sorte meu amigo.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *