WORLD BASEBALL CLASSIC QUALIFIER: Brasil atropela Colombia e está na grande final que garante a qualificação para o WBC 2013, o mundial de beisebol.

 

 

Incrível. O Brasil está a uma vitória de conseguir uma histórica classificação para o World Baseball Classic, o mundial profissional de beisebol. Neste sábado, a seleção brasileira venceu a Colômbia por 7 a 1 na Cidade do Panamá e chegou à decisão do grupo latino-americano das Eliminatórias do torneio.

 

 

 

Brasil disputará a grande final que garante a vaga para WBC 2013. (foto: reprodução)

 

Até a quarta entrada, o jogo ficou equilibrado. Com muita chuva no campo, os arremessadores estavam cedendo rebatidas, mas os ataques não transformavam isso em corridas. Oscar Nakaoshi foi o titular no montinho para o Brasil, e saiu de campo sem ceder nenhuma corrida. A Colômbia não teve tanta sorte. Seu arremessador titular, Marwin Vega, deixou o campo lesionado depois de apenas 10 arremessos. Para seu lugar, os colombianos contaram com os serviços de Iván Julio, que anulou o ataque brasileiro.

 

Oscar Nakaoshi anulou o ataque colombiano até a quarta entrada. (foto: reprodução)

 

A situação só mudou com o bullpen se tornou mais ativo. Na quarta entrada, o Brasil finalmente abriu o placar. Uma rebatida de Felipe Burin impulsionou Reinaldo Sato. A vantagem não durou muito, e a Colômbia marcou na quinta entrada em corrida impulsionada por Jolbert Cabrera, e anotada por Edgar Renteria. Na mesma entrada, o ataque azul e amarelo voltou a produzir, Yan Gomes rebateu para o meio do campo, e Leonardo Reginatto voltou a dar a vantagem para a seleção.

A partir daí, o ataque do Brasil não parou. Foram anotadas corridas da quarta até a oitava entrada. Durante a sexta, mais uma corrida foi anotada por Daniel Matsumoto em rebatida de sacrífico de Tiago Magalhães, deixando o placar em 3 a 1. Na sétima, o ataque brasileiro conseguiu marcar 3 corridas e conquistou uma cômoda vantagem de 6 a 1. Na penúltima entrada, Leonardo Reginatto impulsionou a última corrida da partida anotada por Tiago Magalhães, que deu os números finais ao jogo.

Administrando o jogo até o final o Brasil voltou a ser ameaçado na nona entrada, quando os colombianos lotaram todas as bases com apenas um eliminado, mas a defesa mais uma vez apareceu e nenhuma corrida foi cedida.

Daniel Missaki com apenas 16 anos foi o fechador da seleção brasileira (foto: reprodução)

 

 

Segundo o comandante da equipe Barry Larkin, crédito da defesa e principalmente de nossos arremessadores; a equipe está focado e com muita gana de conquistar esta qualificação, em dois jogos a seleção brasileira sem estrelas cedeu apenas 3 pontos.

Destacando para esta partida os arremessadores Oscar Nakaoshi, Gabriel Assakura e o caçula de 16 anos Daniel Missaki que fechou a partida.

 

 

Com essa vitória, o Brasil está na final da chave, uma surpresa considerando que era cotado para ficar com a última posição.  O Panamá derrotou a Colômbia neste domingo, e decide contra o Brasil na decisão da vaga, na segunda. Seria a primeira vez que a seleção brasileira disputaria o World Baseball Classic.

 

 

 

 

Escalação

 

 

 

 

Destaque do jogo

O ataque do Brasil chamou a atenção no jogo contra a Colômbia. Com uma forma muito coletiva de jogar, os atletas brasileiros se revezaram muito bem em anotar as corridas, e conquistar rebatidas (algumas delas de sacrifício, dando maior destaque a coletividade da equipe).

 

Momento-chave

No começo da parte de baixo da sétima entrada a seleção brasileira ganhava por 3 a 1. Uma vez no ataque o Brasil foi capaz de anotar 3 corridas e deixar uma grande vantagem no placar. Paulo Orlando e Yan Gomes marcaram suas corridas impulsionados por companheiros de equipe, enquanto Daniel Matsumoto anotou sua corrida em um wild pitch de Dewen Perez.

 

Números da Colômbia

Edgar Renteria: 4 idas ao bastão, 1 rebatida, 1 corrida
Donovan Solano: 4 idas ao bastão, 3 rebatidas, 1 walk
Jolbert Cabrera: 4 idas ao bastão, 1 rebatida, 1 corrida impulsionada
Ivan Julio: 2 1/3 entradas, 3 rebatidas, e 1 walk

 

Números do Brasil

Reinaldo Sato: 4 idas ao bastão, 2 rebatidas, 1 corrida, 1 corrida impulsionada
Leonardo Reginatto: 4 idas ao bastão, 1 corrida, 4 rebatidas, 1 corrida impulsionada
Yan Gomes: 4 idas ao bastão, 1 corrida, 1 rebatida, 1 corrida impulsionada, 1 walk
Daniel Matsumoto: 
3 idas ao bastão, 2 corridas, 1 walk
Oscar Nakaoshi: 4 entradas, 5 rebatidas, e 2 walks

 

 

fonte: extratime

 

 

Matéria relacionada:

world baseball classic qualifier: Brasil vence o Panama na estreia

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

FUTEBOL: Kazu e Yasu visitam o Brasil Kazuyoshi Miura - Kazu (foto: divulgação)   Kazuyoshi Miura, o Kazu - como ficou conhecido no Brasil, esteve em São Paulo recentemente com...
NIPPAK PESCA: Aquarismo, aeromodelismo e pesca – t... Você que é pescador ou gosta do aquarismo e/ou aeromodelismo, vale a pena visitar o site. Lojista tem condições especiais, consulte. Por Mauro Yosh...
LINGUA JAPONESA: Exame de Proficiência   Interessados em testar seus conhecimentos em língua japonesa e obter um certificado oficial de proficiência podem fazer as inscrições do dia...
KARAOKÊ: Kohaku da Banda CMU: ambiente familiar, f... Realizado no último dia 27, o 9º Grand Kouhaku Utagassen da Banda CMU (Conjunto Musical Unido), cujo líder é o professor Masaru Jinbara, contou com a ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *