YOSAKOI SORAN: Grupo Sansey de Londrina é heptacampeão no Festival Brasileiro

 

O Grupo Sansey venceu pela 7ª vez o Festival Yosakoi Soran, que este ano foi realizado nos dias 26 e 27 de julho, na cidade de Maringá (PR). Esta foi a 12ª edição do evento, considerado o grande carnaval japonês, com apresentação de seis grupos de dança do Brasil formados por escolas, associações e entidades ligadas à cultura japonesa. A coreografia vencedora deste Festival será uma das grandes atrações do 12º Londrina Matsuri, que acontece de 04 a 07 de setembro, no Parque de Exposições Ney Braga.

 

(Foto: Giuliano Garcia)

(Foto: Giuliano Garcia)

 

“O Grupo Sansey tem como objetivo a preservação e divulgação da cultura japonesa através da música e dança, especialmente por jovens. É gratificante ver o vigor e a dedicação que os jovens do Yosakoi Soran do Grupo Sansey possuem e a forma como se esforçam para se superar a cada coreografia, a cada festival. Quero ressaltar a determinação dos líderes, sobretudo o apoio incondicional dos pais e familiares de todos os integrantes. Todos estão de parabéns!”, comenta Mity Shiroma, presidente do Grupo que convida o público para conferir a apresentação da coreografia heptacampeã no Londrina Matsuri 2014.

Este ano, a temática escolhida pelo Grupo Sansey, “faz referencia às guerras que atravessaram o Japão através dos séculos, culminando na Segunda Guerra Mundial e aos bombardeios de Hiroshima e Nagasaki. E também a forma como os japoneses reconstruíram sua nação e suas vidas e chegaram à paz depois deste acontecimento marcante. A música ‘Fukkatsu (Reconstrução)’ foi composta pelo músico e produtor londrinense Marco Tureta”, explica a integrante Aline Kashinoki.

Segundo a coreógrafa do Grupo de Yosakoi Soran do Sansey, Juliana Akemi Nakahara, o processo de criação da música e da coreografia foi justamente misturar a força da guerra, a tensão da morte, o renascer da esperança, o esforço na reconstrução e, finalmente, a celebração da paz. “Para isso utilizamos diversas referências de danças de Yosakoi Soran, além de filmes, músicas e teatro. Como resultado conseguimos uma coreografia muito forte, que utiliza narukos (instrumento em madeira usado para espantar os pássaros nas plantações de arroz), taikos (tambores japoneses), leques, kasás (sombrinhas), bastões e bandeiras”, comenta.

 

(Foto: Giuliano Garcia)

(Foto: Giuliano Garcia)

 

Emoção – Para unir esses elementos em apenas uma música foram necessários cinco meses de ensaios e nas duas semanas que antecederam o evento, treinos intensos de três horas, todos os dias. “Ganhar o Grand Prix (campeão geral) foi muito emocionante, pois é o reflexo de todo nosso esforço e dedicação durante os treinos depois de um dia inteiro de estudo ou trabalho, nos feriados e finais de semana. Nosso objetivo era fazer uma ótima apresentação, para que o público pudesse se emocionar com nossa mensagem e nossa energia. Vencer é muito bom e pela sétima vez é melhor ainda! Nossos sonhos não vão parar e, uma conquista como esta, nos faz perceber que estamos no caminho certo”, explica a coreógrafa Juliana.

“Tentar colocar em palavras o que sentimos, é impossível, é simplesmente inexplicável. Valeu, não só pela premiação, mas pelo sentimento de estar lá, apresentando, sabendo a importância da amizade de cada um, da união e do companheirismo, e claro, fazendo o que nós amamos: dançar, tocar, cantar e se divertir! E é por isso que tenho muito orgulho de fazer parte da ‘Família Sansey’”, comenta Daniela Nakahara, integrante do Grupo composto por 30 pessoas entre dançarinos e tocadores de taiko.

Em 2008 e 2012, o Grupo Sansey também participou da edição oficial do Festival de Yosakoi Soran, no Japão, que chega a reunir 400 grupos do gênero. “Em 2008, fizemos uma participação especial e, em 2012, fomos para competir e ficamos surpresos em nos classificar entre os 40 melhores da categoria”, relembra Juliana.

 

 

(Foto: Giuliano Garcia)

(Foto: Giuliano Garcia)

 

O Festival – Dança japonesa, taikos, grupos formados com mais de 30 pessoas, figurinos coloridos e vibrantes, empolgação e muita energia são algumas das características do maior Festival de Yosakoi Soran do Brasil, realizado anualmente. Considerado o grande carnaval japonês fora do Japão, o Yosakoi Soran destaca-se por ser uma dança praticada principalmente por jovens que encontraram na tradição japonesa, uma forma de se divertir.

Em busca do constante aperfeiçoamento da prática do Yosakoi Soran no Brasil, participam do Festival grupos de todo o território nacional, dos quais são escolhidos os 3 melhores, divididos em duas categorias e dentre todos grupos participantes o melhor recebe o prêmio Grand Prix.

 

(Foto: Giuliano Garcia)

(Foto: Giuliano Garcia)

 

A dança –  O Yosakoi Soran é uma dança contemporânea do Japão que combina dois estilos musicais regionais daquele país: o yosakoi da província de Kochi com o soran bushi de Hokkaido. A dança utiliza coreografias rápidas e firmes, inspiradas nos movimentos realizados na agricultura e na pesca, com ampla liberdade de criação. Dessa mistura surgiu, em 1992, o primeiro Festival de Yosakoi Soran no Japão. No Brasil, o evento acontece desde 2003 e, gradualmente, tem ganhado popularidade, com a participação de grupos de todo o país.

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CRISE NO BRASIL: Deputados nikkeis se dividem entr... Conforme antecipou o Jornal Nippak em sua última edição, os três parlamentares nipo-brasileiros que compõem a “bancada nikkei” na Câmara dos Deputados...
RIO DE JANEIRO: RIO 2016 * TOKYO 2020 Em 6 de agosto de 2016 aconteceram apresentações especiais entrelaçando RIO 2016 e TOKYO 2020. na JAPAN HOUSE (CASA DO JAPÃO), Cidade das Artes, Av. d...
SÃO PAULO: Projeto do vereador Aurélio Nomura pode... Projeto de Lei apresentado nom último dia 7 pelo vereador Aurélio Nomura, líder do governo na Câmara Municipal de São Paulo, pode beneficiar pequenos ...
COMUNIDADE: 10º Bunka Matsuri destaca força da cul... Cercada de expectativas, a décima edição do Bunka Matsuri, realizada nos dias 21 e 22, nas dependências do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Ja...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *