AGRONEGÓCIOS: Jovem nikkei investe em seringueira

 

Quando se fala em seringueira nossa mente ainda nos remete à Amazônia. Não totalmente errado porque se trata de uma árvore originária de lá. Mas, atualmente, quem mais produz esse látex que tanto utilizamos nos pneus de nossos carros e em vários produtos mais de nosso dia-a-dia, é o estado de São Paulo, depois vem a Bahia e, em terceiro, o Espírito Santo.

E mesmo na região onde o jovem nikkei, Fábio Idequi Anzai, agora também a cultiva não é tão novo assim, conforme afirma Luciano R de Carvalho, funcionário da CATI – S. José do R. Preto, que também é heveicultor e tem 3 mil pés em sua vizinha propriedade. “O pioneiro na região é Manoel Jorge Medeiros com mais de 25 anos desde a primeira sangria”. Luciano que já o faz há 19 anos, como estímulo a Fábio, que inicia, afirma que a seringueira foi-lhe a “salvação da pátria” e que o permitiu formar seus filhos.

 

Fábio Idequi Anzai tem 2200 pés que ocupam parte da propriedade de seu pai, Ideki (foto: Silvio Sano)

 

Fábio tem 2200 pés que ocupa parte da propriedade de 24 alqueires de seu pai, Ideki, que as plantou há mais de 7 anos. Na época, graduava-se em Administração de Empresas e poderia seguir outro rumo, mas resolveu ficar para ajudar o pai, não apenas com seu conhecimento administrativo adquirido como também modernizando formas de cultivo das culturas. “Criei um sistema de irrigação para atender todas as demais culturas do sítio de modo que, a algumas, não dependemos mais apenas da época das safras. O limão, por exemplo, agora, dá o ano todo”, apontou na direção, orgulhoso.

 

São Paulo é o estado que mais produz latex (foto: Silvio Sano)

 

Ele tem 540 pés de limão Tahiti, mas seu forte, atualmente, é a horticultura (abobrinha, quiabo, pimenta ardida, berinjela, etc.). Tem ainda 20 mil pés de mandioca, 4 mil de milho verde (além dos de grãos), 200 de manga Palmer , 200 de coco e mais 1500 de eucalipto, “que meu pai talvez os mantenha como de estimação”, afirmou. “Mas se a vida apertar posso comercializá-lo”, refutou o pai, sorrindo. “Se bem que, hoje, quem determina tudo aqui é ele”, apontou orgulhoso para o filho. Fábio investe também em piscicultura ornamental. “Tem mercado”, garante.

O sítio, na origem, tinha como principal cultura a laranja, mas “após a crise dos anos 90, meu pai erradicou tudo e passou a plantar milho, mas ficou patinando até arrendar parte do sítio e, depois, partir para a seringueira. Agora, faremos nossa primeira sangria”.

 

Luciano de Carvalho, funcionario do Carti, com Ideki Anzai (foto: Silvio Sano)

 

A seringueira que Fábio cultiva é da variedade RRIM600, ade maior produtividade e a mais plantada nessa região do Estado de São Paulo. De árvores altas com caule vertical e rápido crescimento, a copa é estreita e a folhagem esparsa. A casca, fina, torna-a um pouco delicada à prática de sangria, mas, em compensação, a renovação é boa. A alta produção é o destaque e é também considerada importante como atividade de reposição florestal porque contribui para recuperação do solo, da água e do ar, além de, quando a seiva secar, depois de 30, 35 anos, a madeira poder ser vendida.

Novo Código Florestal Brasileiro – Abordado pela reportagem sobre o novo código florestal, visto que tem um córrego ao longo de uma de suas fronteiras, o pai afirmou que a maioria dos agricultores ainda tem dúvidas e receios, o que não o afetou tanto porque tem menos de quatro módulos e seu terreno não é tão íngreme. Mas ao ver um prospecto explicativo a respeito (do dep federal Junji Abe) afirmou que seria importante se alguém pudesse fazer uma palestra aos produtores rurais locais para maiores esclarecimentos. Até contatou de imediato o presidente do Sindicato Rural de Nova Granada, Sebastião Luiz Zeuli sobre essa possibilidade que se mostrou bastante interessado. A reportagem, então, entrou em contato com Jorge Miyahara, chefe de gabinete do deputado, que aprovou a iniciativa e garantiu que o deputado, em pessoa, faria a palestra, para a satisfação geral e que poderá ocorrer já em fevereiro.

(Silvio Sano, especial para o Jornal Nippak)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

Japão tem homenagens para lembrar um ano de tsunam... No Japão, o domingo (11) foi marcado pelas cerimônias em homenagem às vítimas do terremoto seguido de tsunami, que devastou cidades, deixou 16 mil mor...
BEISEBOL: Marília é campeã do XXX Campeonato Brasi...   Realizado entre os dias 15, 16 e 17 novembro, na sede da ACEMA em Maringá – PR, o XXX Campeonato Brasileiro de Beisebol Inter-clubes Infanti...
KARAOKÊ: Marcelo Akamine é o grande campeão do Bra... Marcelo Akamine foi o grande campeão do Grand Prix do 31º Concurso Brasileiro da Canção Japonesa, realizado pela Abrac (Associação Brasileira de Cançã...
INDAIATUBA: Acenbi realiza 24ª edição da Festa do ...   A Associação Cultural, Esportiva Nipo-Brasileira de Indaiatuba (Acenbi) promove nesse sábado (dia 12) a 24ª edição da Festa do Chopp - Nipof...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *