ARTIGO: Perspectivas para o turismo do Brasil em 2016

*Bruno Omori

 

Apesar da crise econômica, política e até psicológica que vivemos no Brasil, o ano de 2016 promete ser de grandes oportunidades para o turismo do nosso país, tanto no mercado interno como externo, assim como em seus segmentos de lazer, cultura, esporte, negócios, eventos e compras.

O primeiro fator que podemos destacar é o Real desvalorizado em relação ao Dolar, como exemplo, podemos citar que diversos Brasileiros que gostariam de passar as férias no exterior especialmente das classes A- e B quando fazem uma breve análise comparativa de que USD 10.000 são mais de R$ 40.000 e que pode usufruir suas férias com muito conforto no Brasil com R$ 10.000 e ainda se quiser pode até trocar seu carro com o montante restante que gastaria em outro país, com certeza acaba optando pelo turismo de lazer interno. Utilizando o mesmo conceito para o Turista Estrangeiro, o Brasil se torna um destino deveras atrativo, pois um hotel midscale do Brasil cuja diária é de R$ 400 fica para ele pela barganha de USD 100, e se compararmos com um econômico de R$ 120 o mesmo pagará USD 30 ou seja quase de graça. Portanto com o Dolar valorizado teremos um aumento de fluxo de turistas estrangeiros e do mercado interno, não somente no lazer como também como oportunidades de captação de eventos, negócios e investimentos em hotéis e empreendimentos turísticos.

Apesar das Olimpíadas serem no RJ, SP principalmente (base da maioria das empresas patrocinadoras, sede de futebol e centro financeiro e de tecnologia do país), assim outros Estados do Brasil serão promovidos. atrairão grande atenção da imprensa, mercado corporativo e com isto a oportunidade de captação de investimentos externos. A liberação de Vistos para grandes mercados emissores de turistas mundiais, que sempre fora uma grande demanda trade turístico, afinal se queremos que o Brasil se torne uma grande potência de turismo como a França 82milhões de turistas estrangeiros, Espanha mais de 60 milhões, ou até o México com mais de 25 milhões, sem considerar os EUA com USD 177 bilhões com divisas no turismo externo, realmente precisamos facilitar ao máximo a chegada de nosso cliente. Afinal o déficit da balança comercial do turismo do Brasil em 2014 fora de aproximadamente USD 20 bilhões, pois os Brasileiros gastaram mais de USD 27 bilhões em viagens fora do país e recebemos menos de USD 7bilhões com turistas estrangeiros no Brasil.

No período de crise econômica e política, o TURISMO, pode e deve ser prioridade para crescer de forma sustentável, e com a força das entidades do trade turístico, unidas com a Comissão Permanente de Turismo da Câmara, da Frente Parlamentar Mista de Turismo do Congresso (ambas com força política e atuantes) e com apoio da Embratur e Governo, trabalhando em questões como a liberação do jogo, regulamentação da economia colaborativa, liberação definitiva dos vistos, contra o Ecad e outras taxas errôneas que são cobradas do turismo, agregadas a uma promoção, distribuição e comercialização profissional do nosso País, alinhados a este momento podem finalmente transformar o turismo como fator de desenvolvimento econômico social e de retomada de crescimento do nosso amado país.

 

 


resized_resized_BRUNO-OMORI

 

*Bruno Omori é presidente da ABIH-SP (Associação Brasileira da Indústria de Hoteis – São Paulo) e da IDT – Cema (Instituto do Desenvolvimento, Turismo, Cultura, Esporte e Meio Ambiente)

 

 

 

 

 

 


 

Related Post

FERNANDO ROSA: Use sua história para alcançar o su... Você já parou para pensar nos altos e baixos que já passou em sua vida? Quantas coisas boas e maravilhosas que já te aconteceram. Quantos desafios voc...
ERIKA TAMURA: Qual a distância entre Brasil e Japã...  Uma vez, alguém me perguntou qual a distância entre Brasil e Japão. Na hora, não respondi, mas essa pergunta ficou na minha cabeça. Agora, eu tenho a...
SILVIO SANO > NIPÔNICA: ARRASTÕES E OLIMPÍADAS   A contundência dos arrastões nas praias do Rio de Janeiro, e desta vez até pelas ruas e avenidas mais afastadas das mesmas, remeteram, n...
JORGE NAGAO: Chico Buarque no Senado Chico Buarque foi ao Senado Federal, com Lula, para acompanhar a defesa da presidenta e o interrogatório das senhoras e senhores senadores, julgadores...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *