INDAIATUBA: Brincadeiras reúnem famílias e animam ACENBI na edição 2014 de seu ‘undokai’

 

Evento, realizado na sede de campo da entidade, é uma espécie de gincana poliesportiva que mistura esporte e brincadeiras

 

A Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Indaiatuba (ACENBI) promoveu no último domingo (18 de maio) a edição 2014 de seu tradicional “undokai”. O evento, realizado na sede de campo da entidade, é uma espécie de gincana poliesportiva que mistura esporte e brincadeiras.

 

Antes do início dos jogos, os participantes fazem alongamento (foto: divulgação)

 

 

Segundo o presidente da ACENBI, Akifiko Morita, o “undokai” é uma das festividades mais tradicionais da cultura japonesa mantida pelas associações de imigrantes no Brasil. “Representa também uma oportunidade para as famílias se encontrarem”, explica ele.

“Nessa gincana todos saem ganhando e ninguém fica sem prêmio”, diz Morita. Os primeiros colocados recebem prêmios diferenciados, mas os demais participantes também levam uma lembrança. Os prêmios são simples, como produtos alimentícios e de higiene e material escolar.

 

 

Todos os anos

 

As diferentes provas são voltadas para pessoas de todas as idades, desde crianças pequenas até idosos. Não é necessário ser atleta ou ter preparo especializado para participar. “É uma gincana de confraternização para divertir os participantes”, resume Akifiko Morita.

 

Nesta brincadeira, os gatinhos de olhos vendados devem seguir o som de um tambor de lata (foto: divulgação)

 

 

A ACENBI promove o “undokai” todos os anos e recebe convidados de Indaiatuba e de outras cidades. Sua organização conta com doações dos associados para a compra dos brindes, além do trabalho voluntário para a montagem de toda a sua estrutura.

“Aliás, o trabalho voluntário é fundamental não só no ‘undokai’, como também na organização de todos os eventos da ACENBI”, destaca Morita.

 

 

 

A tradição

 

Em japonês, o termo “undo” significa esporte ou movimento e “kai”, reunião. Portanto, “undokai” representa uma espécie de gincana poliesportiva de confraternização. Tradicionalmente, o evento é realizado nas escolas japonesas, com a participação dos alunos e suas famílias.

No Brasil, o “undokai” foi introduzido no Brasil pelos imigrantes japoneses que aqui chegaram a partir de 1908. Essa tradição vem sendo preservada por décadas pelas associações, apesar do estilo de vida moderno adotado pelas novas gerações.

 

Participantes do undokai tentam pescar garrafas nesta prova (foto: divulgação)

 

Geralmente, o “undokai” é realizado em local aberto, quase sempre em campos de beisebol, com as pistas de provas demarcadas com cal. Costuma-se enfeitar o local com o “koinobori”, pipas gigantes em forma de carpas, feitas de tecido especial, que simbolizam o Dia dos Meninos (comemorado em maio no Japão).

As provas mais comuns nos “undokais” são brincadeiras como cabo-de-guerra, corrida de três pernas (duas pessoas correndo juntas, com uma das pernas amarradas) e cálculos matemáticos, entre outras

A hora do lanche é uma atração à parte do “undokai”. No meio do dia, faz-se uma pausa na arquibancada do campo, ou em barracas improvisadas, para o almoço e para repor as energias. As famílias costumam levar refeições típicas da culinária japonesa, geralmente preparadas em casa.

 

(Por Mário Takeshi Alexandre)

 

======================================================================

 

Sobre a ACENBI

 

Sediada em Indaiatuba (região metropolitana de Campinas, SP), a ACENBI é uma associação sem fins lucrativos fundada por imigrantes japoneses em 1947. Sua principal finalidade é a preservação e a divulgação da cultura nipo-brasileira. A preservação da cultura de respeito aos idosos é outra tônica da entidade, que é mantenedora da escola Nitigo Gakko e abriga a escola de educação infantil Miyoji Takahara, em parceria com a prefeitura de Indaiatuba.

Em sua sede de campo, na rua Chile, a ACENBI conta com campos de beisebol e softbol (versão mais leve do beisebol), quadras de gatebol (jogo semelhante ao críquete e apropriado para a terceira idade) e quadras de tênis de campo, além de piscina e área de lazer. Na sede social, na rua Humaitá, a entidade mantém auditório, salas de reunião, salas de ensaio e salas de aula para cursos diversos.

As atividades da ACENBI são abertas a todos os interessados. Veja mais detalhes no website da entidade: www.acenbi.org.br

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

EVENTO: 6º Temaki Fest acontece neste final de sem... Os voluntários do “Hospital Nipo Brasileiro e Amigos” promovem a 6ª edição do Temaki Fest que acontece na Associação Pró-Excepcionais Kodomo-No-Sono n...
POLÍTICA: William Woo lamenta retorno à suplência ... O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) deixou o cargo de secretário Estadual de Turismo, que ocupava desde 2015, e retornou à Câmara dos Deputad...
EXPOSIÇÃO – Museu Alfredo Andersen expõe obr... O Museu Alfredo Andersen de Curitiba, no Paraná, apresenta, até 6 de maio, a mostra “Masa”, uma retrospectiva do trabalho do artista japonês Masanori ...
RIO 2016: Nikkeis buscam mais que participação nos... Contestados, questionados, criticados. Onde quer que sejam realizados, os Jogos Olímpicos sempre serão alvo de polêmicas. Há os que são contra e aquel...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *