JAPÃO: Japonesa é condenada a 30 anos de prisão por deixar filhos morrerem de fome

 

Uma mulher de 25 anos foi condenada a 30 anos de prisão por deixar seus dois filhos morreram de fome depois de deixá-los trancados em seu apartamento, cercados de lixo, na cidade de Osaka, no Japão.

Sanae Nakamura, mãe solteira, deixava com frequência os filhos – uma menina de três anos e um menino de apenas um ano -, sozinhos no apartamento enquanto passava a noite na casa do namorado.

 

Sanae Nakamura abandonava seus filhos com frequência para sair com namorado (foto: reprodução)

 

Em março de 2010, ela começou a deixar os filhos sozinhos, de acordo com o periódico Asahi Shimbun, que acrescentou que a mulher parou de voltar para casa em meados de junho. Quando a mulher eventualmente retornou para seu apartamento, no final do mês, as crianças estavam mortas.

Sanae Nakamura foi condenada por homicídio e sentenciada a 30 anos de prisão em uma audiência preliminar, uma vez que ela sabia que deixar os filhos em casa sem comida poderia matá-los. A Suprema Corte confirmou a sentença, informaram o Asahi Shimbun e a agência Kyodo News.

 

Fonte: Terra

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

KARAOKÊ: Instituto Cultural Nipo-Brasileiro se pre...   Os preparativos para a realização da maior festa da canção japonesa estão a todo o vapor e as atenções estarão voltadas para Campinas (SP), ...
RELAÇÕES BILATERAIS: Políticos nikkeis viajam ao J... Praticamente três meses após o cancelamento da viagem que a presidente Dilma Rousseff (PT) faria ao Japão e ao Vietnã, um grupo de políticos e empresá...
120 ANOS DE AMIZADE: Embaixador confirma realizaçã... Considerado o ponto alto das comemorações dos 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, o Festival de Fogos de Artifício da A...
COMUNIDADE: Câmara Municipal concede Salva de Prat... No mês em que comemora seu 73º aniversário de fundação, o Hospital Santa Cruz será homenageado com a entrega da Salva de Prata, uma das mais altas hon...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *