MEIO AMBIENTE: PRESIDENTE DA OISCA INTERNACIONAL VISITA O BRASIL PELA 6ª VEZ

Yoshiko Nakano, de 83 anos, presidente da Oisca Internacional, entidade fundada há mais de 50 anos no Japão com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico e ambiental sustentável, esteve no mês passado em visita ao Brasil. É a sexta vez que vem ao país. Participaram da comitiva o vice presidente da organização, Tadashi Watanabe; a secretária Hayashi Kumiko e o voluntário Mihara Takaaki.

 

A presidente da Oisca Internacional em sua visita ao Brasil. Foto: divulgação

 

O motivo principal da visita foi lançar o projeto “Floresta da Amizade para o Mundo”, iniciado no Distrito de Campos de Cunha, no município de Cunha (SP). Nesta primeira fase serão plantados 500 mil mudas de árvores de espécies nativas da Mata Atlântica, em 300 propriedades de pequenos agricultores. O projeto prevê também a recuperação de 450 nascentes e e 150 km de matas ciliares.

Na ocasião foi lançado o Programa mundial da Oisca Internacional “Bosque da Criança” reconhecido pelas Nações Unidas (ONU) e aplicado nos 37 países onde há atuação da Oisca.

Em São Paulo, Yoshiko Nakano aproveitou para conhecer os demais projetos ambientais realizados pela Oisca Brasil em parceria com a Associação Brasileira de Imigrantes Japoneses. Com o lançamento das bases do Programa Floresta do Século XXI, desde 2007 já foram implantados a Floresta do Centenário e realizado o plantio de 100 mil árvores nativas no Parque Ecológico do Tietê – iniciado em 2008 por ocasião das comemorações do Centenário de Imigração Japonesa ao Brasil.

 

Yoshiko Nakano no lançamento do projeto em Campos de Cunha. Foto: divulgação

 

Em 2012 foram plantadas outras 20 mil mudas de nativas no Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo no Bairro de Aricanduva, em memória às vítimas do tsunami e terremoto que assolou a região Nordeste do Japão em 11 de março de 2011. O plantio foi concluído em 2014. Em 2015 por ocasião dos 120 anos da assinatura do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, foi plantados mais 20 mil mudas nativas no Parque Ecológico do Tietê.

Este novo projeto conta com a parceria da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, que através do FEAP – Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista possui uma linha de crédito subvencionada para atender os agricultores interessados em regularizar a sua situação perante os órgãos ambientais.

 

 

Related Post

FESTIVAL DE MÚSICA: 5º Kitsuwa Ongakusai, um event... Realizado na Associação Shizuoka, no bairro da Liberdade, no último dia 7, em sua 5ª edição, o Kitsuwa Ongakusai vem se consolidando como algo realmen...
LITERATURA: Cristiane Nakagawa lança ‘Ayumi’, obra... A psicóloga e pesquisadora Cristiane Izumi Nakagawa lança neste sábado (18), das 18h às 21h, na Livraria da Vila – Lorena, no Jardim Paulista, em São ...
MOGI DAS CRUZES: Apesar da crise, 31º Akimatsuri m... Apesar da crise que assola o país, a organização do Akimatsuri – Festa de Outono – que este ano chega a sua 31ª edição nos dias 9, 10, 16 e 17 de abri...
ESPETÁCULO: Ainda dá tempo de garantir seu ingress... Itsuki Hiroshi (Foto: divulgação)   Os fãs do cantor Itsuki Hiroshi já estão em contagem regressiva para o show In Brazil que será realiza...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *