NIPPAK PESCA: Tralha para pescarias dos pesos pesados!

 

Para aqueles que tem como objetivo os grandes peixes, apresentamos algumas indicações do equipamento a utilizar para facilitar na hora da compra.

 

Por Mauro Novalo            Fotos: Pescaventura Turismo

 

 

 

As lojas de pesca costumam estar abarrotadas de equipamentos e acessórios, o que pode facilitar ou criar muitas dúvidas na hora de adquirir o apropriado para a pescaria proposta.

 

Para ter um parâmetro na hora da compra, indicamos o que pode servir como básico para as pescarias de espera, utilizando iscas naturais (sejam elas pedaços de peixes ou mesmos iscas inteiras e vivas).

 

 

 

 

Pesca de Espera

 

Para facilitar, vamos dividir em três categorias

 

1)Médio – peixes até 15 kg, como cachara, pintado, dourado e pacu

 

  • Vara de ação média e rápida 6´0” a 6´6”(10 a20lb);

O porte dos peixes exige vara que tenha força suficiente para a briga, por ser de espera normalmente lança-se a certa distância e deixa-se que a correnteza leve a isca mais longe.

 

  • Carretilha ou molinete compatível que comporte pelo menos100 metrosde linha;

Necessidade linha grossa, pela possibilidade do peixe levar ao enrosco e também pelo porte do peixe. A quantidade mínima é a especificada anteriormente, para se ter a margem de segurança adequada, pois os peixes costumam brigar muito antes de entregar.

 

  • Linha 0,37mm;

Devido a grandes chances de enroscos no fundo do rio, uma linha que possa suportar os arranques e desgastes no roçar com estas estruturas.

 

  • Líder de pelo menos 0,50mm;

Necessário pelo peso dos peixes, corrida inicial e a luta final que pode rebentar uma linha mais fina.

 

  • Empate de aço (peixes com dentição) com 15cm, 20lb a 30lb;

Peixes com dentição como o dourado e pacu, costumam cortar a linha facilmente, assim a necessidade de um encastoado ou empate de aço (de preferência flexível e encapado)para segurança.

 

 

2)Médio/pesado – peixes de 15 a 40 kg, como jaú, pirarara, pintado e piraíba

 

 

  • Vara de ação média / rápida 6´0” a 6´6” (15 a40lb);

O peixe aqui já é bruto, assim a vara tem de ser projetado para aguentar a briga e a corrida destes grandes peixes.

 

  • Carretilha ou molinete compatível que comporte 100 a130 metrosde linha. Grandes peixes e pesados precisam de mais linha grossa, portanto requer carretilhas / molinetes que possuam capacidade maior de linha além de serem mais robustos.

 

  • Linha 0,50mm (50lb);

Linhas grossas para aguentar o tranco e a corrida destes peixes grandes, que costumam proteger-se nas galhadas e pedras do fundo do rio.

 

  • Líder 0,80mm (80lb);

Líder grosso para evitar qualquer ruptura, tanto no desgaste do atrito da linha com as estruturas, quanto na briga final, quando perto do barco, o pescador vai embarcar o peixe.

 

 

3)Pesada – peixes acima de 40kg, como jaú, pirarara e piraíba

 

 

  • Varas de ação média/rápida 6´0” a 6´6” (40 a80lb);

Aqui os peixes são brutos e muito pesados e a vara indicada é mais robusta possível para aguentar o tranco destes peixes que costuma violento.

 

  • Carretilha ou molinete compatível que comporte de100 a150 metrosde linha;

Peixes grandes e fortes precisam de muita linha para freá-los, assim a carretilha /molinete precisa ser robusta e com grande capacidade  de linha.

 

  • Linha 0,80mm (80lb);

Linhas grossas para aguentar o primeiro tranco que costuma ser muito violento, além das grandes corridas que podem até arrastar o barco do pescador.

 

  • Líder 1,0mm (110lb);

Normalmente são peixes grandes que ficam no fundo do rio, escondidos no meio das pedras e vegetação, costumam entocar-se no meio de grotas, provocando o atrito da linha com as pedras e etc. Necessidade de um líder forte para aguentar esse desgaste excessivo. Além disso, no final da briga, quando o pescador for embarcar o peixe, este costuma dar a corrida final, e uma linha forte segura esta ultima tentativa, facilitando também para tirar o peixe d’água.

 

Obs.: No Pantanal recomenda-se utilizar o médio ou o médio / pesado dependendo da ocorrência dos peixes correspondentes. Na Amazônia são indicados o médio / pesado (em locais livres de enrosco e pescador embarcado) e o pesado (pescador desembarcado em locais de corredeiras, pedras e barrancos de rio com galhadas)

 

 

Anzóis

 

Os recomendados para esta modalidade são os circles hooks ou circulares, e que para que sejam efetivos na fisgadas o pescador não pode dar o famoso tranco da fisgada, ao contrário, percebendo o peixe na linha, é deixar tomar um pouco de linha, levantar a vara e travar o equipamento. Isto fará com que o anzol se encaixe corretamente no canivete do peixe.

Quanto ao número a ser utilizado vai depender do porte do peixe no local da pecaria.

 

 

Chumbadas

Para estes grandes peixes também devem ser avaliados os pesos para deixar a isca no fundo do rio ou se for o caso apenas o suficiente para levar a isca a distância pretendida.

 

Ótimas pescarias!!!

 

 


NIPPAK PESCA
Roberto Shirata
Texto:  Mauro Yoshiaki Novalo
Revisão: Aldo Shiguti
Publicidade
shirata@nippak.com.br
Tel. (11) 3208-3977

 

 

 

Apoio:

MTK Fishing Adventure Outdoor    www.mtkbrasil.com.br 

Bem Bolado   www.bemboladome.com.br  

Produtos Petersen    http://pescabrasil.net/boias.html     

TenkaraBR      www.rodsbyjorge.com.br

Moro e Deconto    www.iscasartificiais.com.br

Piscicultura Chang   www.pisciculturachang.com.br

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

NIPPAK PESCA: Aedes aegypti Mais uma vez é hora de atenção redobrada com este mosquito de hábitos diurnos, coloração preta e pequenas manchas e listras brancas espalhadas no corp...
JUDÔ: Judô do Brasil faz parceria com japonesa par...   País que criou o judô, o Japão ajudará o Brasil na descoberta de talentos no ciclo até a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. Nesta terça-f...
NIPPAK PESCA: Somos Naturalmente Solidários com Ou...   Por Marcelo Szpilman* É possível que você fique desapontado com a resposta à pergunta acima formulada, mas nós seres humanos nunca fo...
RIO DE JANEIRO: Nikkei/Cats conquista o título do ... Equipe Nikkei/Cats com o placar da disputa acirrada (foto: Massahumi Shudo)     Claudio Yugue recebe troféu "Equipe Campeã" do Pr...

One Comment

  1. mauricio fabian says:

    gostaria de saber de uma tabela de quanto aguantao essas linhas se possivel e sobre algumas mais fortes .

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *