POLÍTICA: Ushitaro Kamia faz balanço de 100 dias e desmente boatos

As eleições municipais só acontecem em outubro do ano que vem, mas os bastidores já estão agitados. O boato mais recente refere-se a uma eventual não candidatura do vereador Ushitaro Kamia (PSD) no pleito de 2016. “Isso não é verdade, jamais disse isso”, afirmou Kamia em visita à redação do Jornal Nippak. Ao contrário do que se apregoa, o vereador disse que espera contar “ainda mais com o apoio de todos os amigos, colaboradores e colegas para continuar à frente dos projetos”.

 

Ushitaro Kamia, que assumiu uma cadeira na Câmara Municipal em maio: “Tenho trabalhado muito” (Foto: Aldo Shiguti)

Ushitaro Kamia, que assumiu uma cadeira na Câmara Municipal em maio: “Tenho trabalhado muito” (Foto: Aldo Shiguti)

 

“Será um ano bastante difícil por conta das eleições, mas estaremos juntos nessa caminhada. Dia após dia quero estabelecer novas ações, renovando o mandato através da reeleição. Afinal, parafraseando um velho ditado, ‘juntos, somos mais fortes’”, destacou Kamia, acrescentando que “será uma das eleições mais difíceis que vamos enfrentar” em virtude das mudança nas regras políticas. Entre elas, o vereador cita, em especial, a que proíbe a doação de empresas para as campanhas políticas e a redução do  tempo de propaganda no rádio e na TV de 45 para 35 dias.

Sem contar, é claro, o desgaste natural da já surrada classe política, que anda com a imagem bastante arranhada em função das constantes denúncias de corrupção. “Só conseguiremos reverter essa situação com muito trabalho. Aliás, é o que mais tenho feito desde que assumi, em 21 de maio. Por sinal, mesmo sem mandato mantive o escritório político aberto para atender as reivincações da população”, conta o parlamentar, explicando que nesses pouco mais de cem dias desde que retornou à Câmara Municipal tem participado de votações importantes para o município de São Paulo.

 

Conquistas – Membro da Comissão de Educação, Cultura e Esportes e vice-presidente da Comissão Organizadora das Comemorações dos 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, Kamia conta que,  apesar do curto período, “obtivemos diversas conquistas em prol dos paulistanos”. Entre essas conquistas, o vereador destaca a aprovação do projeto de lei sobre o Plano Municipal de Educação (PME), cuja finalidade será orientar o planejamento do sistema de educação da capital paulista pelo período de dez anos.

“Também aprovamos um requerimento ao Executivo que pede a criação de cargos para profisisonais de Libras (Língua Brasileira de Sinais) na rede municipal de ensino”, observa o vereador, afirmando que esses cargos visam atender o déficit de profissionais nas EMEB’s (Escolas Municipais de Educação Bilingue para Surdos.

“Nosso princípio de trabalho é sempre contribuir e oferecer espaço para ações que beneficiem o coletivo”, destaca Kamia, lembrando que também tem atuado na área da saúde, incentivando e criando grupos de estudos de doenças raras e graves; e em questões como a preservação do meio ambiente e manutenção das áreas para a construção de moradias populares.

 

Lixão – “Como morador da zona Norte, tenho uma grande preocupação com uma das maiores regiões de preservação da região, onde está localizada a Serra da Cantareira”, diz ele, que destaca o PL 01-0428/2009 que pretende criar e instalar o “Parque Municipal de Vila Albertina”. O lixão, que em 16 anos de funcionamento recebeu cerca de 9 milhões de toneladas de entulho, foi desativado em 1993 depois que o próprio Kamia encampou a luta dos moradores da região.

A ideia é aproveitar a área, que tem cerca de 800 mil metros quadrados e pertence à Prefeitura, e construir um centro esportivo no local. “O objetivo é preservar o patrimônio ecológico da Serra Cantareira”, revela o vereador, explicando que hoje a área está totalmente recuperada e não oferece qualquer risco à população.

 

Emendas – Para Kamia, que assumiu a vaga deixada por Marco Aurélio Cunha – atualmente coordenador de Futebol Feminino da CBF – a ordem é correr contra o tempo. “Temos vários projetos em andamento, rescaldo do mandato anterior, que ainda estão tramitando na Câmara. O que dificultou um pouco a retomada dos nossos trabalhos foram os dois anos que fiquei sem mandato e a mudança de governo. Isso acabou atrasando um pouco”, justifica o vereador, acrescentando que, “para piorar, quando assumimos, a votação do orçamento já havia sido definida e ficamos sem como destinar emendas”.

“Estamos tentando equacionar esse problema conversando com o prefeito, que sabe das necessidades da região”, diz Kamia que, no entanto, está tendo que conviver com alguns projetos pôlemicos de Fernando Haddad (PT), como as ciclovias e os novos limites de velcidade em algumas vias urbanas da Capital. “As pessoas estão confundindo, pois esses projetos não passam pelo crivo da Câmara Municipal, eles são implementados pelo Executivo”, explica o vereador, afirmando que as mudanças estão sendo feitas sem um estudo mais profundo”.

Banda Begin – Em relação à comunidade nipo-brasileira, Kamia conta que o ano tem sido muito produtivo. “Em conjunto com o Consulado Geral do Japão em São Paulo, estamos organizando uma cerimônia para celebrar os 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão a ser realizada no dia 10 de novembro, além de um Simpósio sobre a Imigração Japonesa, no dia 3 de novembro, que terá co-realização da Escola do Parlamento e participação do professor Sedi Hirano”, informa Kamia, revelando que a Comissão Organizadora tentou conciliar uma data para que o príncipe do Japão Akishino e sua esposa, a princesa Kiko, estivessem presentes mas não foi possível em função da agenda, “já apertada”.

Outro evento que promete chamar a atenção da comunidade neste fim de ano é o 13º Okinawa Festival, que será realizado nos dias 7 e 8 de novembro, no Clube Escola Vila Manchester. Realizado pela Associação Okinawa de Vila Carrão, o evento deste ano terá como grande atração o show com a banda okinawana Begin, que virá ao Brasil pelo terceira vez justamente no ano em que comemora 25 anos de carreira. Como acontece desde a primeira edição do festival, Kamia mais uma vez será o responsável pela estrutura logística, contribhuindo para a realização do evento.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    COMUNIDADE: Inaugurada praça de convivência no Hos... Foi inaugurado no último dia 12, no Hospital Santa Cruz, um jardim projetado pelo paisagista Alex Hanazaki para servir de espaço de convivência para o...
    HISTÓRIA DO JAPÃO – Visão de Um Nissei Brasi... Dia 29/10/2017 – História do Japão 7 – Períodos Meiji (modernização) e Taisho Dia 26/11/2017 – História do Japão 8 – Período Showa até a Segunda Guer...
    SILVIA IN TOKYO: A FESTA DOS AMANTES DE GAMES MAIS DE 150 TÍTULOS DE GAMES PARA BRINCAR, SHOW DE MÚSICA, COSPLAY E MAIS DE 100 MILHÕES DE IENES EM PRÊMIOS     Neste fim de sem...
    COMUNIDADE: 22ª Festa do Imigrante terá oficinas d... Realizada pelo Museu da Imigração - instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo –, a tradicional Festa do Imigrante chega a sua 22ª ed...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *