SHIGUEYUKI YOSHIKUMI: Cremação de Corpos – Em Lins, já há família que adota essa prática.

 

Crematório (foto: divulgação)

Nesta época em que tanto se fala na prevenção do meio ambiente, de sustentabilidade, essa medida deve ser incentivada. Mesmo porque, o cemitério está cada vez com suas vagas preenchidas. No Japão, na Índia a cremação é regra.

Até o momento, a Funerária Santa Isabel leva o corpo para Rio Preto. Quem faz parte do plano, só paga o serviço da cremação, uns R$3 mil. Disponível, por enquanto, para a classe abastada. Há cremação em Bauru e outra prestes a ser inaugurada em Araçatuba, que talvez ofereça melhores planos.

Para ser cremado é preciso deixar declaração escrita, manifestando essa vontade. Ou, na sua falta, declaração de dois parentes próximos. A cremação é o que atende mais o preceito do Gênesis 3.19: “Pois tu és pó, e ao pó retornarás”.

 

 

 

 

 

(Shigueyuki Yoshikumi é jornalista e reside em Lins)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JORGE NAGAO: Poemas     Delirium Temer   Ele acha que vai ficar até 2018. Parece que bebe e bebe sempre afoito. Temer  teme e treme...
JORGE NAGAO: Sigla-me!         1) ABCD   /  ABL   /  BH   /   BNDS  /  BRICS 2) CDA      /  CEP   /  CIPA  /  CNJ   /   CPMF 3) CPTM ...
ERIKA TAMURA: Fortalecimento da relação Brasil e J... Eu posso estar enganada, mas tenho observado que o mundo está girando rápido demais, e nessas voltas, percebi que o momento econômico do Japão...
LEGISLAÇÃO com FELÍCIA HARADA: Desaposentação Por 7 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou nesta quarta-feira (26) a possibilidade de uma pessoa aposentada que continua a trabalhar, ...

One Comment

  1. Sou plenamente a favor. Vera.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *