SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Sêo Vicente, de motorista a professor de Matemática

 

Em 1970, quando iniciei o estudo de Letras lá na Faculdade de Penápolis, éramos centenas de alunos. Íamosem peruas Kombi.Sóde Lins, havia umas dez. De tarde e à noite.

Lembro-me de ter ido em comitiva pedir à Irmã Barreto, então Diretora da FAL, sobre a possibilidade de instalar cursos noturnos tambémem Lins. Elarespondeu negativamente. Não queria rebaixar a qualidade do ensino, respondeu.

Esse movimento de estudantes era o ganha-pão de muitos. Entre eles havia um dono de perua já de certa idade. Chamava-se Vicente. Sempre brincávamos com ele.: Sêo Vicente, já que o senhor fica aí esperando os estudantes sem fazer nada, por que não estuda também?

Não é que ele levou a serio a brincadeira? Fez o supletivo do atual fundamental e do médio. Prestou vestibular e ingressou no curso de Matemática. Após três anos estava formado. Prestou concurso e foi ser professor efetivo estadual.  Salvo engano, moravaem Getulina. Aposentou-se, adquiriu um sítio e encontrava-o às vezes na feira de Lins vendendo os produtos que cultivava.

Foi um exemplo de vida. Conto sua história com orgulho, celebrando 40 anos de formatura e porque não, talvez tenha contribuído um pouco com a sua trajetória de vida. Talvez sem querer, com o espírito de brincadeira que ele levou a sério.

 

 

(Shigueyuki Yoshikuni é jornalista e reside em Lins, também colunista do jornal Correio de Lins, colaborador do Jornal da Colônia de Araçatuba e do Jornal das Nações de Àguas de Prata, e diretor de comunicação do Bunkyo de Lins)

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

AKIRA SAITO: A IMPORTÂNCIA DO EQUILIBRIO “Conhecimento só terá validade se souber como utilizar”   Nas Artes Marciais Japonesas (Budô) a busca pelo aperfeiçoamento percorre um longo ...
SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Gigolô das Vacas Quando estudante do curso técnico, noturno, meu pai deu-me a incumbência de cuidar de cinco vacas. Precisava ordenhá-las e entregar o leite para a...
HIDEMITSU MIYAMURA: Tempos Dourados   Há momentos que calam fundo na nossa alma e eles são mágicos quando relembrados e contados pelos próprios protagonistas. Desde que passei a ...
SILVIO SANO > NIPÔNICA: Tu vens, tu vens… eu...   Os leitores que me acompanham também nas redes sociais já entenderam a razão do título desta Nipônica, mas nem todos sabem por que o ado...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *