SILVIA IN TOKYO: SANTUÁRIO YASUKUNI REGISTRA EXPLOSÃO

A EXPLOSÃO FOI REGISTRADA NO BANHEIRO PÚBLICO DO SANTUÁRIO

 

Polícia encontrou restos de explosivos no banheiro. Foto: Sankei

Polícia encontrou restos de explosivos no banheiro. Foto: Sankei

 

Na manhã do dia 23 os bombeiros de Tokyo foram avisados sobre um barulho de explosão no Santuário Yasukuni, em Chiyoda (Tokyo).

Local próximo ao banheiro. Foto: Sankei

Local próximo ao banheiro. Foto: Sankei

A explosão foi registrada no banheiro público do santuário. Não há relato de feridos.

A parede e o teto do banheiro estavam queimados. Agentes da Polícia Metropolitana de Tokyo encontraram também restos de fios e pilhas no local.

O Santuário Yasukuni comemora hoje o festival “Niinamesai” – em agradecimento à colheita de arroz do imperador que realiza uma oferenda nesse dia – de forma que o número de visitantes é maior em comparação aos dias normais.

 

 


 

 

BOMBA-RELÓGIO DO TETO FALHOU

 

MATERIAL EXPLOSIVO ESTAVA NO TETO DO BANHEIRO DO SANTUÁRIO YASUKUNI

 

 

A Polícia Metropolitana de Tokyo continua com as investigações sobre a explosão registrada no banheiro público do Santuário Yasukuni por volta das 10h do dia 23.

Imagem: NNN

Imagem: NNN

Além do material explosivo espalhado no chão, a polícia encontrou um buraco de cerca de 30 centímetros no teto, onde haviam 4 tubos de metal ligados por fios e um relógio. O artefato colocado no teto falhou e não chegou a explodir.

A polícia investiga também a imagem de um homem que foi visto saindo do local pouco antes da explosão, carregando uma sacola de papel.

Foto: jornal Sankei

Foto: jornal Sankei

O fato foi registrado justo no dia em que era realizado o Festival Niinamesai – em agradecimento à colheita de arroz – com um público maior de pessoas.

Outro festival, o Shichigosan – voltado para crianças de 3, 5 e 7 anos de idade – que estava sendo realizado no dia, foi interrompido para garantir a segurança das crianças.

Cerca de 80 mil santuários espalhados pelo país redobraram os cuidados após a explosão. “Ainda não sabemos de todos os detalhes, mas o uso da violência para manifestar qualquer ato é imperdoável. Lamentável que tenha ocorrido durante o Niinamesai”, disse o líder da Agência de Santuários do Japão, em entrevista ao jornal Sankei.

 

 

 

 

Fonte:SILVIA-IN-TOQUIO

SILVIA KIKUCHI

SILVIA KIKUCHI

é jornalista há 16 anos da International Press, Ipc digital e telejornalista da IPCTV, agora lança seu próprio blog: http://silviakikuchi.jp/
SILVIA KIKUCHI

Últimos posts por SILVIA KIKUCHI (exibir todos)

     

    Related Post

    BIENAL: Fundação Japão participa da 22ª Bienal Int...   A Fundação Japão, em parceria com a PACE (Publishers Association for Cultural Exchange) estará presente na 22º edição da Bienal Internaciona...
    COMUNIDADE: Associação Okinawa do Carandiru celebr... No último domingo, 9, a AOC - Associação Okinawa do Carandiru, uma das recentes associações nikkeis da zona norte da Capital, realizou a sua 7ª Festa ...
    HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
    CINEMA: Cinema Policial Japonês com entrada franca...   Com o apoio da Fundação Japão, a Cinemateca Brasileira apresenta, entre os dias 14 e 22 de maio, um ciclo de filmes policiais japoneses, gêner...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *